Procure no JP

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Vitória alviverde em Pouso Alegre

Olá pessoal,

Na tarde desta quarta-feira consegui uma folguinha e fui até o Estádio Municipal Irmão Gino Maria Rossi, em Pouso Alegre/MG, para acompanhar o embate entre o Guarani FC e o EC Palmeirense, de Ponte Nova, partida válida pela 2ª fase do Campeonato Mineiro Júnior.

Antes de relatar a partida deixo aqui um abraço ao amigo Carlos Manoel, repórter do Jornal Tribuna Pouso-alegrense, que é nosso fã, e com quem bati um bom papo sobre o futebol em Pouso Alegre. Vamos agora com as fotos oficiais da partida e do raro escudo do Palmeirense:


Guarani FC (sub-20) - Pouso Alegre/MG. Foto: Victor Minhoto.


EC Palmeirense (sub-20) - Ponte Nova/MG. Foto: Victor Minhoto.


Capitães das equipes, árbitro Denisson Eufrásio Domingues e assistentes Mauro Antônio Ferreira e Thiago Souza Arantes Júnior. Foto: Victor Minhoto.


Pela primeira vez no JP o escudo do Palmeirense. Foto: Victor Minhoto.

O jogo começou com o Guarani mostrando maior domínio de bola e buscando mesmo que timidamente o gol adversário, porém esta superioridade não estava sendo traduzida em jogadas perigosas para os visitantes. Com o passar do tempo o Palmeirense foi se aventurando mais ao ataque, o que deixou a partida equilibrada, mas ainda com raras chances reais de gol.


Nesta foto do início do jogo vemos a fraca presença de público no estádio. Foto: Victor Minhoto.

Em um lance isolado, aos 31 minutos da primeira etapa, a equipe do Guarani alçou a bola na área adversária, mas o zagueiro do Palmeirense não conseguiu fazer o domínio correto e a bola sobrou na cara do gol para o camisa 10 Alexandre, do Guarani. Aí bastou o atleta pouso-alegrense dominar a bola e tocar por baixo do goleiro adversário, que tentou em vão abafar a jogada. Assim o Guarani abriu o marcador e deu um novo ânimo a partida.

A partir deste momento a equipe ponte-novense passou a buscar mais o ataque e também dar mais espaço para os mandantes. O jogo ficou mais aberto, com mais emoções e, por sua vez, com mais jogadas ríspidas, tanto que em uma delas, aos 42 minutos, a zaga do Guarani cometeu falta dentro de sua área de meta. A penalidade máxima foi muito bem cobrada pelo camisa 8 Luiz Gustavo, que empatou a partida para a equipe alvinegra. Como não havia tempo para mais nada o jogo foi para o intervalo com igualdade no marcador.


Em boa cobrança de pênalti o Palmeirense igualava o marcador. Foto: Victor Minhoto.

O Guarani voltou com maior disposição para o segundo tempo, já o Palmeirense se limitava a raros e ineficientes contra-ataques. Apesar da maior iniciativa a equipe alviverde não conseguia concretizar em gols essa superioridade vista dentro de campo, o que, com o passar do tempo foi enervando os dois times.


Disputa de bola durante o 2º tempo na lateral do campo de ataque do Guarani. Foto: Victor Minhoto.

Aos 30 minutos da etapa complementar o ataque do Guarani roubou uma bola do lateral-esquerdo do Palmeirense que ficou caído no chão. Na continuação da jogada a bola foi cruzada para a área e o camisa 6 Julian do Guarani acertou um forte chute cruzado, convertendo o segundo gol do quadro pouso-alegrense. Esse lance, que no meu entendimento foi legal, gerou muitas reclamações por parte dos visitantes junto ao árbitro e ao assistente número 1, que por sinal estava bem colocado na jogada.


Já nos instantes finais o goleiro do Palmeirense afasta o perigo de sua meta. Foto: Victor Minhoto.

Após sofrer o segundo gol, o Palmeirense se lançou de forma desesperada ao ataque, deixando espaço para o Guarani tentar ampliar o marcador nos contra-ataques. Entretanto, a partida foi até o seu final sem mais alterações, mantendo o resultado de Guarani 2x1 Palmeirense. Agora o Guarani, que havia empatado em casa com o Villa Nova e perdido para o Tupi em Juiz de Fora, chega aos 4 pontos na classificação e na próxima rodada tem um difícil encontro contra o América, em Belo Horizonte.

Até a próxima,

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário