Procure no JP

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Jabaquara é líder isolado do Grupo 10 da Segundona

Buenas!

Fazia tempo que o JOGOS PERDIDOS não partia em grande caravana para uma jornada pelo interior. Desta vez eu, o David, o Estevan (que entrou na caravana somente em Itatiba), o Fernando e o Seu Natal, fomos até a cidade de Mococa, para ver um jogo que faz parte da história do futebol paulista: Radium x Jabaquara, que foi disputado no Estádio São Sebastião.


Fachada do Estádio São Sebastião em Mococa. Foto: Emerson Ortunho.

E para quem não sabe, esse confronto já aconteceu na primeira divisão do Paulista, nos idos de 51 e 52, com três vitórias para o Radium e uma para o Jabaquara, na época das grandes jabaquaradas. Voltando aos tempos atuais, vamos com as fotos oficiais da partida.


Radium F.C. - Mococa / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Jabaquara A.C. - Santos / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Trio de arbitragem formado pelo árbitro Demetrius Pinto Candançan, os assistentes Caio Mesquita de Almeida e Marco Antonio de Andrade Motta Junior, junto com os capitães das equipes. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou com o Jabaquara partindo para cima do time da casa, já que para o Leão o jogo valia a manutenção da liderança do grupo. Com isso, nos 10 minutos iniciais, só deu Jabaquara, com o atacante Edgar chegando próximo de marcar pelo menos uma três vezes.


Bola quente ciscando na área do Radium. Foto: Emerson Ortunho.

Com o desenrolar da primeira etapa, o Radium foi se acertando na partida e começou a pressionar o Jabaquara e aí a história se inverteu, e quem passou a mandar no jogo foi o time da casa, que também teve várias oportunidades de abrir o placar. Apesar do bom primeiro tempo, ninguém tirou os zeros do marcador e o jogo foi sem abertura de contagem para o vestiário.


Jogador do Radium salva o gol em cima da linha. Foto: Estevan Mazzuia.

No segundo tempo, o forte calor do sol a pino, fez a partida seguir em outro ritmo, um pouco mais cadenciado, porém sem queda na qualidade e o que se viu, foi as duas equipes procurando o gol intensamente.


Bola alçada na área do Radium. Foto: Emerson Ortunho.

Com o desenrolar da segunda etapa, mesmo preocupado com a defesa, o Jabuca começou a mostrar o porquê era o líder do grupo. A equipe além de chegar com jogadas trabalhadas, também aproveitava bem os contra-ataques. E foi em uma dessa jogadas que o gol acabou saindo, após um cruzamento de Michel, o zagueiro Marcão entrou de cabeça para colocar o Jabaquara em vantagem.


Marcão de cabeça marca o gol do Jabaquara. Foto: Emerson Ortunho.

Na sequência da partida o Radium até que se erforçou para buscar o empate, mas não conseguiu romper a defesa do rubro-amarelo. Tanto foi claro o esforço do time da casa que seus poucos torcedores não reclamaram da atuação da equipe, e seguiram torcendo pelo empate, até o final da partida.


O Radium tenta sair para o jogo em busca do empate. Foto: Estevan Mazzuia.

Final de jogo: Radium 0 x 1 Jabaquara. O Radium não tem uma equipe fraca, tanto que passou para a segunda fase do campeonato, mas não ser fraco é pouco para o time seguir adiante no campeonato. Já o Jabaquara vem crescendo muito e trazendo muita alegria aos seus torcedores. O técnico Aarão Alves conseguiu arredondar bem a equipe, que se continuar assim, é seria candidata a classificação.

Antes de irmos embora batemos um papo com alguns torcedores do Radium, que conheciam o trabalho do JOGOS PERDIDOS, e ficaram muito contentes com a nossa presença por lá. Com isso, nós só temos a agradecer a hospitalidade do pessoal de Mococa.


Jogos Perdidos e o pessoal de Mococa no restaurante Ponto Verde que fica no estádio. Foto: Estevan Mazzuia.

Depois almoçamos em Mococa mesmo e seguimos para Casa Branca, afim de descobrir algo sobre a equipe da cidade. Após a visita rápida, rumanos no Rádio Táxi do seu Natal até Itatiba, onde deixamos o Estevan e por fim, seguimos para Sampa.

Abraços!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário