Procure no JP

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Empate amargo para o Atibaia

Olá, amigos!

No último final de semana, tive a oportunidade de fazer uma viagem fantástica pelo interior de São Paulo, onde acompanhei mais quatro fantásticos capítulos da história do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, todos eles pela 13ª rodada da primeira fase, válidos pela segundona. Vi oito clubes, três deles pela primeira vez, e conheci cinco novos estádios, quatro deles com partidas em disputa. Os dois primeiros episódios desta saga, participei sozinho, e caberá a mim a honra de narrá-los. Nos demais, tive a companhia do Fernando, que descreverá seus pormenores.

Para começar, no sábado à tarde, segui para a terra do morango onde, no Estádio Municipal Salvador Russani, pelo grupo 4, o SC Atibaia recebeu o líder Campinas FC. Junto a um bom e animado público, desfrutei de uma das melhores partidas que vi até aqui pelo campeonato, onde as equipes comprovaram um excelente preparo físico, correndo até o minuto final. Como praxe, seguem as fotos oficiais:


SC Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Campinas FC - Campinas/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Quarteto de Arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Estevan Mazzuia.

Logo aos 8 minutos da primeira etapa, o time da casa abriu o placar: após escanteio, Hernane sobiu livre na pequena área e sacudiu as redes, para delírio da torcida laranja.


Detalhe do gol de Hernane. Foto: Estevan Mazzuia.

Apesar de dominar a posse de bola, o Falcão não conseguia chegar com efeito ao gol campineiro. A Águia, por sua vez, apostava nos contra-ataques e levava sempre muito perigo ao gol dos anfitriões. Bolas paradas também deixavam Montibeller (diga-se de passagem, um excelente nome para o goleiro) de cabelos em pé.


Lance da primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

E seria justamente nas bolas paradas que o Campinas encontraria o caminho das redes na partida. Brilhou a estrela do meia esquerda Paulista, vetereano, que aos 29 minutos cobrou com tal perfeição que Montibeller nem se mexeu, como a admirar o lance maestral.


Paulista cobrou falta com perfeição no ângulo esquerdo de Montibeller. Foto: Estevan Mazzuia.

Antes do intervalo os anfitriões teriam ainda duas grandes chances de retomar a frente do placar, também em cobranças de falta, mas o arqueiro Diego mostrou grande elasticidade nas duas cobranças, garantindo a seus companheiros o empate que garantia ao campinas o primeiro lugar na chave.


Diego impede segundo gol após cobrança de falta no fim da etapa inicial. Foto: Estevan Mazzuia.

Na segunda etapa, o Atibaia manteve seu ímpeto, e chegou ao segundo gol após um rápido contra-ataque 5x3: a bola foi cruzada da esquerda para Talysson, que deixou dois zagueiros azuis na saudade e bateu à direita de Diego.


Escanteio para o Campinas na segunda etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 32 minutos o Campinas ficou com um jogador a menos: Caio, que substituíra Zé Paulo há apenas 18 minutos, entrou duro em Hernane e recebeu o vermelho direto. Mas o Atibaia não soube se fazer valer da vantagem numérica, e foi o Campinas que continuou criando mais chances, como aos 38 com morais, e no minuto seguinte, após escanteio, quando Montibeller fez bela e importante defesa. Aos 44 minutos, para tristeza dos presentes, Paulista reapareceu com seu pé esquerdo: cobrando falta na entrada da área, encontrou novamente o ângulo esquerdo de Montibeller, empatando a partida.


Detalhe do empate campineiro a um minuto do fim. Foto: Estevan Mazzuia.

O empate freou a bela arrancada do Atibaia na reta final do campeonato, reduzindo as chances do Falcão de seguir adiante. Fim de jogo, SC Atibaia 2-2 Campinas FC. Ao Campinas, o ponto deu a garantia do primeiro lugar no grupo, e a tranqulidade de poder poupar seus atletas na última rodada, contra o Brasilis, no Cerecamp.

E foi só... Em Atibaia, porque peguei a viatura JP nº2 e segui pela Rodovia D.Pedro até Campinas, depois Anhanguera e Washington Luís, para o palco do próximo capítulo... até lá!!!

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário