Procure no JP

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Força surpreende em Campinas

Olá,

Mesmo com o desenrolar do Pan 2007, que também está sendo acompanhado pelo JOGOS PERDIDOS, não deixamos de cobrir o querido Campeonato Paulista da Segunda Divisão que está pegando fogo em sua segunda fase. No sábado pela manhã estive juntamente com o glorioso David e o popular Sr. Natal na cidade de Campinas no Estádio Horácio Antônio da Costa, mais conhecido como Cerecamp, para conferir ao bom jogo Campinas FC x Força EC que valeu pela segunda rodada.

Havia um certo favoritismo ao time da casa que vinha de vitória conseguida em Tupã, enquanto o Força havia conseguido apenas um empate em sua casa. Como sempre faço, começo divulgando os participantes da partida nas fotos EXCLUSIVAS abaixo:


Campinas FC - Campinas/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Força EC - São Paulo/SP (mandando seus jogos em Caieiras). Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem composto por Gilmar Pedroso Rocha, seus assistentes Mauricio Machado Ferronato e Peterson Leão Rodrigues, além do quarto árbitro José Maria Ferraz Filho, acompanhados pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A partida começou com o Campinas exercendo um domínio quase total, tanto que até os dez minutos iniciais, já havia criado três boas chances de gol, tendo inclusive chutado uma bola no poste do goleiro visitante.


Defesa do Força se virando para cortar ataque campineiro. Foto: Orlando Lacanna.

O Força se limitava a ficar no seu campo de defesa e tentava sair em contra-ataque para surpreender os donos da casa e, nesse esquema teve um pênalti a seu favor aos 28 minutos, mas foi desperdiçado por Diego que mandou a bola no poste direito do goleiro campineiro, jogando fora a única oportunidade dessa etapa para seu time ficar em vantagem no placar.


Pênalti desperdiçado pelo Força. Foto: Orlando Lacanna.

Um minuto após a cobrança infeliz do pênalti, o Campinas teve o atleta Danilo expulso, sendo que o normal seria que essa expulsão influísse no domínio dos donos da casa, porém não foi isso que aconteceu, pois a "Águia" campineira continuou mandando no jogo, mas foi incapaz de transformar o seu domínio territorial em gol, levando para o intervalo o empate sem gols.


Outro ataque infrutífero do Campinas. Foto: Orlando Lacanna.

Após um intervalo repleto de muita conversa, o jogo foi reiniciado com a mesma característica, ou seja, mesmo com um atleta a menos, o Campinas continuou dominando, mas errava no momento decisivo da conclusão.


Mais um ataque não aproveitado pelo Campinas. Foto: Orlando Lacanna.

Como no futebol time que erra muito acaba sendo castigado, o pior para o Campinas aconteceu aos 32 minutos quando o Força, através de Mauá, marcou o único gol da partida em jogada que nasceu pelo lado esquerdo do ataque do time laranja e preto.


Detalhe do gol da vitória do Força. Foto: Orlando Lacanna.

O gol do Força gerou muitos protestos por parte do campineiros, mas de nada adiantou, pois a arbitragem confirmou o gol e isso deixou os atletas locais nervosos, dificultando ainda mais a tentativa de conseguir um melhor resultado.


Disputa de bola junto a lateral. Foto: Orlando Lacanna.

Término de partida com o placar Campinas 0 - 1 Força que mostrou mais uma vez que em futebol não basta dominar as ações e criar oportunidades, pois se não houver um mínimo de aproveitamento, a derrota é inevitável. Ao Força cabe o mérito de ter sido mais objetivo, embora tenha perdido um pênalti, bem como pela luta até o final para conseguir uma vitória que poucos acreditavam.

Após o árbitro encerrar a partida, voltei rapidamente para São Paulo porque logo em seguida fui para Juquitiba para participar de um churrasco junto com familiares e curtir um domingão de folga.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário