Procure no JP

segunda-feira, 9 de julho de 2007

JP na cidade de Sertãozinho, na estréia da Série C

Olá, amigos!

Mais um fim de semana sensacional para o JP, com o início do Campeonato Brasileiro sa Série C... E saindo de São Carlos, na companhia de meus amigos Emerson, David e Fernando, segui no táxi do seu Natal para a bela cidade de Sertãozinho. Estivemos no Estádio Frederico Dalmaso, para acompanhar a estréia do Sertãozinho FC, o Touro dos Canaviais, na competição, diante do EC Águia Negra, campeão sul-matogrossense de 2007. Vale registrar um encontro no centro, com nosso amigo Élton, devidamente registrado na foto abaixo:


Élton, segundo a partir da esquerda, com a galera JP. Foto: Grama.

Devidamente autorizados, pudemos fazer as fotos oficiais da partida:


Sertãozinho FC - Sertãozinho/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC Águia Negra - Rio Brilhante/MS. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem do jogo com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Com todo o respeito à equipe visitante, todos esperávamos uma estréia tranquila do anfitrião, que reforçou a equipe para a disputa nacional. Apesar do título estadual, a própria diretoria nos contou que pretende utilizar a série C como aprendizado. Portanto, o amplo domínio exercido pelos rubro negros no início da partida causou espanto geral.


Lance do primeiro tempo. Foto: Estevan Mazzuia.

Eis que Rincón apareceu pra fazer 1 a 0 para os visitantes, logo aos 19 minutos. A torcida ficou impressionada, até porque o Touro resumia seus ataques a chutes imprecisos e despretensiosos, sem perigo ao gol visitante. Mas o gol pareceu acordar o onze grená. Dois minutos depois, Cláudio Brito subiu mais alto que a zaga e deixou tudo igual. As coisas pareciam se encaminhar para os trilhos novamente.


Primeiro gol do jogo, e para surpresa de todos foi do Águia Negra. Foto: Fernando Martinez.


O gol de empate grená, logo após o gol dos visitantes. Foto: Estevan Mazzuia.

Mas o que aconteceu, na verdade, foi a retomada da situação de início. O Sertãozinho continuou a deixar os visitantes gostando do jogo. Até domínio emocional da partida eles mostraram, e acabaram provocando a expulsão de Fabinho, por reclamação. O empate saiu barato para o time da casa, que foi para o intervalo tentar acertar o time.

Já nas arquibancadas, vimos pouca mudança no segundo tempo. A situação piorou após a expulsão de Emílio, que em um minuto conseguiu tomar dois cartões amarelos, em um lance de infantilidade raramente vista nos gramados, dentro do futebol profissional. Até a torcida do Sertãozinho concordou com a atitude do árbitro, que não teve escolha.


Ataque do Sertãozinho, no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Com dois jogadoresa menos, restou ao Touro tentar segurar o empate dentro de casa. Mas o time visitante soube se aproveitar da vantagem numérica, e aos pouquinho foi chegando, até conseguir. Após uma jogada pela direita, a bola sobrou para Magno, aos 36 minutos, dar números finais à partida.


Ataque do Águia Negra na etapa final. Foto: Estevan Mazzuia.

Fim de jogo, Sertãozinho 1-2 Águia Negra. O resultado decepcionou muito a torcida, e ajudou para alertar o futebol paulista, que não obteve uma única vitória na primeira rodada do torneio. A hegemonia é mantida principalmente dentro do campo, e não existe mais time ingênuo.

No retorno aos nossos lares, uma rápida parada em Pirassununga, para degustar as guloseimas locais em uma animada festa onde encontramos o jovem Rafael, diretor do CAP. Lá encontramos o Jurandyr perdido nas alamedas da antiga Estação Ferroviária local, lugar aonde rolava a festa.


David, Jurandyr, Emerson e seu Natal. Foto: Fernando Martinez.

Até a próxima!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário