Procure no JP

terça-feira, 26 de junho de 2007

Vitória do Falcão do Vale sobre o Azulão em Assis

Olá,

Depois de curtir uma bela festança em Cândido Mota, no domingo pela manhã fui até Assis, no Estádio Antônio Viana da Silva, também chamado de "Tonicão" para acompanhar ao clássico da região CA Assisense x EC Paraguaçuense, válido pela antepenúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Dada a má colocação das duas equipes no campeonato, apesar de ser um clássico, a partida não atraiu muito público.

Era voz corrente no estádio que o Assisense ainda não perdeu as esperanças de obter a classificação para a próxima fase, pois segundo comentam, a Ranchariense poderia desistir de disputar a segunda fase, pois não teria recursos financeiros para custear as próximas viagens. Sinceramente não acredito nessa hipótese, uma vez que vi no sábado em Rancharia um time e um público muito entusiasmados, não dando qualquer sinal de possível desistência. E como de hábito apresento os artistas do espetáculo nas fotos INÉDITAS abaixo:


CA Assisense - Assis/SP. Foto: Orlando Lacanna.


EC Paraguaçuense - Paraguaçu Paulista/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem comandado por Alexandre Bigai Miranda, com seus assistentes David Botelho Barbosa e Márcio D'Ávila Tragante e os capitães das duas equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A partida nem bem tinha começado e logo no primeiro minuto o Paraguaçuense abriu o placar por intermédio de Bahia. O Assisense não sentiu o golpe e foi com tudo para cima do adversário, conseguindo o gol de empate aos 13 minutos através de Cleber cobrando pênalti.


Pênalti cometido pelo goleiro do Paraguaçuense no atacante adversário. Foto: Orlando Lacanna.


Gol de empate do Assisense em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Quando todos esperavam que o time da casa fosse deslanchar na partida, para surpresa geral, os visitantes marcaram dois gols em apenas oito minutos, sendo o segundo marcado novamente por Bahia, de pênalti, aos 20 minutos e o terceiro, aos 28 minutos marcado por Moraes.


Segundo gol do Paraguaçuense marcado em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Como quase sempre acontece, quando um time visitante está ganhando, o Paraguaçuense recuou demais e permitiu ao Assisense voltar a crescer na partida e marcar o seu segundo gol aos 36 minutos, através de Carlinhos, fechando o primeiro tempo com o placar em 3 a 2 para o time de Paraguaçu Paulista.


Disputa de bola acirrada. Foto: Orlando Lacanna.

No segundo tempo deu para notar, logo de cara a queda de rendimento dos visitantes que praticamente não conseguiram mais atacar e, com isso o Assisense tomou conta do jogo e, aos 26 minutos, Rafael empatou a partida para logo em seguida, aos 28 minutos o zagueiro Pompéia marcar o quarto gol da sua equipe, colocando pela primeira vez o time de Assis em vantagem no marcador.


Terceiro gol do Assisense. Foto: Orlando Lacanna.

Depois desse gol o ritmo da partida caiu muito, talvez em razão do forte calor que fazia por volta do meio dia, com o Assisense administrando a vantagem e o Paraguaçuense não tendo forças para tentar o empate.

Final de partida com o placar de Assisense 4-3 Paraguaçuense que nada muda na tabela de classificação, pois as duas equipes já estão eliminadas, apesar de ter sido um jogo apenas para cumprimento de tabela, foi muito agradável de ser assistido, com várias alternâncias no placar e muita garra apresentada pelos atletas. Após o apito final do árbitro voltei para a Chácara Nova Esperança no município de Cândido Mota, para saborear um autêntico almoço caipira, já me despedindo da região, pois o retorno para São Paulo já estava próximo.

Abraços,

Orlando

Um comentário:

  1. BOA MATÉRIA..EU TAVA LÁ ASSISTINDO ESSE JOGO..NA ÉPOCA A GENTE ACOMPANHAVA O EC PARAGUAÇUENSE, POIS AINDA FAZIA A COLUNA ESPORTIVA DO JORNAL A SEMANA DE PARAGUAÇU PAULISTA...É UMA PENA SÓ QUE NO ESTÁDIO NÃO TEM UM LOCAL COM SOMBRA..TAVA UM SOL DANADOOOO..RSRS

    VALEU MOÇADA...

    ResponderExcluir