Procure no JP

segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Ferroviária na final da Copa FPF

Olá,

Com a aproximação do final das competições, os poucos jogos restantes acabam assumindo um caráter decisivo e, nessa linha de raciocínio, escolhi retornar, no último sábado à cidade de São Bernardo do Campo no Estádio 1º de Maio para acompanhar ao jogo São Bernardo FC x Ferroviária, válido pelo segundo jogo do mata-mata da semifinal entre essas duas equipes e que iria definir um dos finalistas da Copa FPF.

Antes de falar do jogo, quero registrar uma sugestão que, aliás, não é apenas minha, a qual visa uma alteração no regulamento da competição para 2.007. A idéia é permitir ao Campeão da Copa FPF a escolha da competição de âmbito nacional que deseja participar, ou seja, optar entre a Copa do Brasil ou o Brasileirão da Série C.

Atualmente o vencedor vai direto para a Copa do Brasil e, essa competição pode não ser a prioridade da equipe vencedora. Essa opinião é compartilhada pelo Presidente do São Bernardo, que alegou já ter sugerido tal mudança ao Presidente da FPF. Vamos aguardar. Ainda antes de falar do jogo, apresento as equipes e o quarteto de arbitragem nas fotos exclusivas abaixo:


São Bernardo FCL - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Ferroviária F S/A - Araraquara/SP. Tudo bem que a câmera tremeu na hora, mas mesmo assim vale o registro. Foto: Orlando Lacanna.



Quarteto de arbitragem composto pelo árbitro José Henrique de Carvalho, os auxiliares Ednílson Corona e Marcelo Carvalho Van Gasse e o quarto árbitro Édson Reis Pavani Jr. Foto: Orlando Lacanna.

Agora sim, falo de bola rolando. Como o Tigre do ABC havia sido derrotado por 1 a 0 no primeiro jogo em Araraquara, bastava uma vitória simples para chegar à final e, por isso, a expectativa era de que o time da casa partisse com tudo para o campo de ataque, visando sair em vantagem logo no início da partida, mas não foi o que aconteceu, pois o time da Ferroviária, jogando com consciência, fechava muito bem os espaços do seu campo de defesa e, não permitia ao São Bernardo criar jogadas de perigo.


Lance de ataque do Tigre no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.


Mais um bom ataque do time do ABC na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Para se ter uma idéia das dificuldades dos donos da casa, o seu primeiro chute ao gol adversário que levou um certo perigo, só ocorreu por volta dos 40 minutos. Quando tudo levava a crer que essa etapa terminaria sem abertura de contagem, eis que aos 43 minutos, o time afeano abriu a contagem através de Alex, em cobrança de falta, levando para o intervalo o placar de 1 a 0 para os visitantes.


Detalhe do gol da Ferroviária, no final do primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

No reinício da partida, logo no primeiro minuto, Wesley do São Bernardo realizou excelente jogada pela esquerda, servindo de bandeja o avante Nei Mineiro, que mesmo não pegando bem na bola, acabou empatando a partida, enchendo os torcedores locais de esperanças de que a virada poderia ocorrer a qualquer momento, entretanto para surpresa geral, o jogo continuou do mesmo jeito do primeiro tempo, ou seja, a Ferroviária continuava jogando fechada e o São Bernardo parecia pouco inspirado para conseguir pelo menos mais um gol.


Jogada disputada no meio-de-campo, no segundo tempo de jogo. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 33 minutos, o time grená teve o atleta André Alves expulso de campo e, mesmo assim, quase conseguiu seu segundo gol, deixando a torcida local com o coração na mão num lance defendido pelo goleiro Gledson. O grande teste para cardíacos, aconteceu aos 44 minutos, quando o avante Nei Mineiro do São Bernardo, cara a cara com o goleiro Tuti, desperdiçou a maior chance de marcar o gol da vitória, mandando a bola por cima do travessão.

Final de partida que apresentou o resultado São Bernardo 1 - 1 Ferroviária que classificou o time de Araraquara para a grande final, em dois jogos contra o Bragantino e, o recolocou no cenário futebolístico nacional, uma vez que em 2007 disputará a Copa do Brasil ou o Brasileirão da Série C.


Comemoração dos jogadores da ferrinha com sua fiel torcida. Foto: Orlando Lacanna.

Depois do jogo, com a providencial carona do Sr. Natal, voltei rapidamente para São Paulo, já pensando na super cobertura do JOGOS PERDIDOS em três dos quatro jogos decisivos da Segundona que iriam definir os últimos classificados para a Série A3 em 2.007, mas esse papo é para outros posts.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário