Procure no JP

segunda-feira, 27 de novembro de 2006

São Paulo com a mão na taça do Paulista sub-17

Opa,

O ano está acabando, então os jogos para a cobertura sempre diferenciada do JOGOS PERDIDOS estão minguando. Nesse final de semana, eu só consegui acompanhar duas partidas in loco. No sábado de manhã, com um ânimo quase zero, acabei caindo da cama e segui, junto com o Jurandyr e o Seu Natal, até Barueri, mais precisamente no Estádio da Vila Porto, aonde rolou a primeira partida da final do Campeonato Paulista sub-17 2006, entre São Paulo e Corinthians.

Pena que por causa de um trânsito dos infernos e de um acidente na Castelo Branco, a gente tenha chegado em cima da pinta. Por causa disso não conseguimos as fotos dos times posados, nem do trio de arbitragem. Mas faz parte né? Corremos esse risco às vezes...


O Jurandyr como mesário e o Seu Natal como o fotógrafo oficial do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Agora falando do jogo, o Corinthians tinha a vantagem de dois empates para ser campeão, graças a sua belíssima campanha no campeonato. Jogando em "casa", o São Paulo então tinha obrigação de fazer um ótimo resultado para poder jogar no Parque São Jorge semana que vem...

Logo de cara, notamos qual seria a tônica do jogo: o São Paulo jogando com tudo, massacrando mesmo, e o Corinthians morto em campo, sem vontade e praticamente dormindo. Isso ficou evidente nas claras chances de gol do time são-paulino. Logo aos 14 minutos, o tricolor abriu o placar num golaço: depois de cobrança de escanteio, o jogador Serginho, quase da lateral do campo encobriu o goleiro corintiano Rafael com classe. São Paulo 1 a 0.


Escanteio para o Corinthians no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Pelo restante do primeiro tempo, o Corinthians continuou perdido em campo e só criou uma boa chance de gol. O São Paulo jogava de maneira calma e tranquila, dominando as ações e criando chances ótimas de gol quando bem entendia. Mas ao final do primeiro tempo, o placar ficou com o 1 a 0.

No intervalo, com o horroroso calor, descobrimos um boteco do lado do estádio com um bela tubaína. Por lá, o Seu Natal quis fazer negócio e fazer a rapa nos pôsteres de times pendurados na parede. Pena que o dono não tenha visto da mesma forma e vetou a negociação. Mas o Seu Natal ainda não desistiu de fazer uma contra-proposta...


Jogadores do Corinthians e São Paulo observando a bola no alto. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo começou, e o Corinthians continuou com seu futebol modorrento. Nem parecia o time que teve a melhor campanha no sub-17 até hoje. O time foi dominado facilmente pelo São Paulo, que mostrava uma vontade absurda. Mas ainda perdendo por um gol de diferença, o jogo no Parque não seria tão complicado assim...


Ataque insosso do Corinthians no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas justamente por isso, o São Paulo não desistia e queria marcar mais para ficar sossegado no segundo jogo. E o time tricolor conseguiu uma bela vantagem. Aos 24 minutos, o camisa 11 do São Paulo, Juninho, marcou o segundo chutando na saída do goleiro alvinegro. Aos 32, fechando a tampa do caixão, depois de boa jogada do ataque, o camisa 9 Julinho bateu cruzado, sem chances para o goleiro Rafael.

Contando que o São Paulo ainda teve uma bola na trave no final do jogo, o resultado poderia ter sido pior pelos lados do Parque. Final de jogo: São Paulo 3-0 Corinthians. Grande resultado do time do Morumbi, que agora pode perder por dois gols de diferença para ser o campeão. Se o Corinthians entrar no jogo com outro espírito, pode até ter jogo, caso contrário, mais uma taça vai para o Morumbi esse ano.

Saindo de lá, fomos almoçar para ver a sessão da tarde do JP. Logo mais por aqui...

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário