Procure no JP

segunda-feira, 20 de novembro de 2006

Corinthians na final do Paulista sub-17

Fala povo!

Depois do jogo entre Corinthians e Grêmio Barueri pelo sub-15, agora foi a vez do Campeonato Paulista sub-17 entrar em campo no genial Parque São Jorge. Também disputando vaga na Final, Corinthians e Santos fizeram o clássico da vez. Um grande público permaneceu no Alfredo Shurig para acompanhar o jogão. E nesse jogo, consegui as famosas fotos exclusivas para o JP:


SC Corinthians P (sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Santos FC (sub-17) - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem composto pelo árbitro Vinícius Furlan, os auxiliares Eduardo de Jesus Conceição e Maria Núbia Ferreira Leite e quarto árbitro André Augusto Pinheiro, junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

O Corinthians jogava pelo empate e até podendo perder por um gol de diferença, já que venceu o jogo disputado na Vila Belmiro. O amplo favoritismo do alvinegro do Parque São Jorge era evidente, já que o time venceu 23 dos 25 jogos que disputou até essa partida.

O jogo começou com o Santos tentando fazer seu gol, para jogar um pouco de desespero no Corinthians. Mas o time santista tinha mais posse de bola, mas sem um poder ofensivo grande. E isso levou o Corinthians, aos poucos, ir se encontrando e passar a dominar a partida.


Depois de cobrança de escanteio, o ataque corintiano perde grande chance de abrir o placar. Foto: Fernando Martinez.

O time corintiano passou a perder alguns gols claros, e com a expulsão de um atacante santista, o time praiano perdeu mais, na sua tentativa de classificação. Perdendo e perdendo chances, o time corintiano deixava claro que o gol era questão de tempo.


Ataque corintiano desperdiçado, ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final da primeira etapa, uma blitz corintiana que durou três minutos definiu praticamente a partida. Depois de uma chance de gol incrível perdida aos 38 minutos, o atacante Jô apareceu livre na frente do goleiro santista aos 39 e marcou o primeiro gol corintiano. Dada a saída, mais uma bola roubada e no ataque uma defesa milagrosa do arqueiro praiano. Fim do primeiro tempo e 1 a 0 no placar e mão na classificação.

O intervalo me permitiu conferir as instalações do Parque. Tudo bem que vão me falar que não temos jogos lá, mas os banheiros do estádio foram os primeiros em que vi papel higiênico disponibilizados em quantidade boa. Milagres acontecem...

Bom, no segundo tempo o Santos voltou com tudo, e nisso teve uma chance de ouro desperdiçada. Quando um zagueiro corintiano falhou, e o atacante praiano surgiu livre, cara-a-cara com o arqueiro corintiano, mas chutou para fora.


Jogador corintiano, e ao fundo o grande público presente no Parque São Jorge para essa semifinal. Foto: Fernando Martinez.

O Corinthians, nos contra-ataques, ainda criou várias chances para fazer o segundo e o terceiro gols, mas esbarrou em uma grande partida do goleiro do Santos e em alguns lances de preciosismo do seu ataque. Mas nada que assustasse a classificação para a grande Final.


Disputa de bola entre jogadores do Corinthians e do Santos. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Corinthians 1-0 Santos e a vaga na Final assegurada. Com 24 vitórias em 26 jogos, o time é favorito ao título, mas precisa jogar bola sério, senão a taça não vai para o Parque não. Depois do jogo, fui visitar a loja do Corinthians, que por sinal é um exemplo de organização, e depois voltei para casa, para me despedir da Série B em 2006, mas isso fica para daqui a pouco.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário