Procure no JP

segunda-feira, 20 de novembro de 2006

JP no Octogonal Final da Série C (parte 5)

E aí povo?

Depois de acompanharmos uma volta olímpica no domingo de manhã, o domingo à tarde foi para acompanharmos mais uma rodada do fantástico Octogonal Final do Campeonato Brasileiro da Série C. No Parque Antárctica vimos a partida entre Grêmio Barueri e Brasil de Pelotas. Tínhamos mais duas opções de partidas, ambas em São Caetano do Sul: a final do Amador do Estado e pela Série A, São Caetano e Vasco. Mas a vontade de seguir esse Octogonal falou mais alto.

Além do que vos escreve, o Estevan, David e acompanhados das suas esposas Nalva e Elisângela, o Emerson e o Mílton. Lá encontrei a grande amiga Ágata e seu namorado Érisson, que acompanha as peripécias baruerienses na terceirona.

Bom, como o Orlando não foi, o Estevan se incumbiu de entrar comigo no gramado do Palestra Itália. Mais uma vez conseguimos as fotos dos times posados. E fica aqui um abraço ao pessoal do Brasil, simpático e prestativo com o pessoal do JP:


Grêmio R Barueri - Barueri/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


GE Brasil - Pelotas/RS. Foto: Estevan Mazzuia.


O árbitro Manuel Paixão dos Santos (MS), os auxiliares Ivanílton Bandeira da Silva (MS) e Murilo Charão de Souza (MS), e o quarto árbitro Mílton Etsuo Ballerini (SP). Foto: Estevan Mazzuia.

Precisando da vitória à todo custo, o Barueri começou o jogo tomando um susto. Aos 6 minutos, depois de grande jogada individual, o jogador Cláudio Millar chutou com a esquerda, e colocou a bola no ângulo do goleiro Gilvan, do GRB. Brasil 1 a 0, e a torcida xavante feliz da vida nas arquibancadas.


Lance do primeiro gol do jogo, para o time do Brasil. Em bela jogada de Cláudio Millar, que terminou no ângulo. Foto: Fernando Martinez.

O time do Barueri sentiu o gol e não conseguia chegar à grande área do time de Pelotas, mas aos 24 minutos de jogo a sorte sorriu para o lado barueriense. Depois de cruzamento da direita, o jogador Thiago Humberto só escorou e empatou o jogo. Festa na torcida e a fé que a virada aconteceria.


Mais um ataque do Brasil no primeiro tempo. Notem a pequena, mas barulhenta torcida xavante na parte oposta do Palestra. Foto: Fernando Martinez.

Já um pouco atordoado no jogo, o Brasil não ofereceu mais tanta resistência ao Barueri. O time paulista conseguiu virar o jogo ainda no primeiro tempo. Aos 40 minutos, o time fez o segundo com o jogador Gílson, e mais um aos 46, em boa jogada do ataque finalizada pelo Marcos Dias. Jogo no intervalo e 3 a 1 no placar.


Detalhe do terceiro gol do Barueri, deixando o jogo mais tranquilo para a segunda etapa. Foto: Nalva Povinelli.


No destaque, Estevan e Fernando isolados nas arquibancadas do Palestra para melhores ângulos do jogo. Foto: Nalva Povinelli.

O segundo tempo da partida foi, até os 30 minutos, um passeio do Barueri. Se o time jogasse mais sério e fosse mais preciso nas finalizações, teríamos uma goleada histórica no Palestra. O time chegou ao quarto - aos 9 minutos, através do jogador Edylton - e quinto gols - aos 27 minutos, com o Pedrão - "somente". Se tivesse jogado mais sério faria mais.

Mas depois disso o Brasil, até para mostrar alguma coisa, foi ao ataque e foi a vez do time xavante perder inúmeras chances. Pelo menos três delas de grande perigo. Mas o time só marcou mais um gol, aos 37 minutos, de novo com grande jogada do Cláudio Millar.


Lance do jogo entre Grêmio Barueri e Brasil/RS. Foto: Nalva Povinelli.

Final de jogo: Grêmio Barueri 5-2 Brasil/RS. Grande vitória dos donos da casa, que agora provavelmente disputarão uma vaga direta com o Ferroviário na última rodada. Grande jogo à vista...

Depois do jogo foi a vez de juntar a turma aqui em casa, e todos juntos assistirem a nossa estréia em rede nacional, via RedeTV! Foi um marco para o JOGOS PERDIDOS. E pensar que tudo isso se iniciou já tem dois anos, como sendo praticamente uma brincadeirinha entre nós... obrigado a todos pela audiência!

Agora já estamos pensando na semana que vem...

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário