Procure no JP

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

Rodada dupla Nacional/Juventus no JP

Boa noite, senhores!

Depois sumir por algum tempo, eu - o The Watcher - volto às páginas magistrais do JOGOS PERDIDOS para falar sobre os jogos em que estive presente na última quarta-feira. Está certo que estou atrasado, mas problemas internos fizeram isso. A rodada em questão começou no campo da Rua Comendador Souza, no jogo entre Nacional e Taubaté. Junto comigo, o Emerson, o David, o Seu Natal e os amigos Paulo e Guilherme.


Marcação dura na partida entre Nacional e Taubaté na Rua Comendador Souza. Foto: The Watcher.

Não tenho muito o que falar sobre a partida, a não ser que foi um jogo fraco tecnicamente e que o time ferroviário não mostrou o futebol que o levou à vice-liderança do seu grupo na Série A2. O Taubaté não fez muita coisa também, mas no final das contas se mostrou mais perigoso nos ataques, inclusive colocando uma bola no travessão na segunda etapa.


No centro do lance uma boa imagem do jogo Nacional e Taubaté. Foto: The Watcher.


Zagueiro do Taubaté se prepara para mandar a bola até seu campo de ataque. Foto: the Watcher. [140411]

Final de jogo: Nacional 0 - 0 Taubaté. Péssimo jogo, e com o zero como nota da partida. Valeu pelo re-encontro com amigos há tanto tempo sumidos do meu círculo social. Logo após a partida, a pedida foi ir correndo até o Parque Antárctica e acompanhar mais um sofrimento juventino no Paulistão 2006. O jogo entre Palmeiras e Juventus marcou, mais uma vez, uma injustiça no placar.

Mesmo com filas quilométricas para comprar e para entrar no estádio, me deparei com dois guichês para os torcedores grenás. Sem aperto e muito rapidamente, entrei na parte visitante do Parque e vi um dos jogos mais interessantes dos últimos tempos. Comigo, o Emerson e as presenças dos grandes Alfredo, Sérgio Manjuillo e do sempre alerta Jorge Múcio.


O time verde dando chutão na bola espantando o perigo grená no Parque. Foto: The Watcher.

O começo de jogo foi bastante equilibrado, com os dois times perdendo boas chances. Mas aí, o time verde acabou saindo na frente no placar, por causa de uma falha do goleiro Paulo Musse. Numa cabeçada do jogador Enílton, o goleirão aceitou e o alviverde fez 1 a 0. Esse gol acabou não assustando o Juventus, que logo depois, passou a dominar o jogo e perdeu chances incríveis. Tanta pressão resultou no gol grená, através do Paulo Isidoro, numa bela jogada do seu ataque.

Mas quando o Juventus parecia que iria virar o jogo, o goleirão do Juve falhou mais duas vezes - a primeira na bola de longe que resultou no segundo gol palmeirense e na terceira, caindo atrasado no chute do Edmundo - e deixou a partida toda a favor do Palmeiras. No intervalo, o jogo ficou Palmeiras 3 a 1.


No intervalo o sempre alerta Jorge Múcio dando a maior touca no Parque, e o Sérgio, feliz da vida, fala no telefone com alguém que nem conhece direito. Fotos: The Watcher.

O segundo tempo foi ainda mais emocionante. Com o morto e péssimo Viola no ataque, o Juventus não oferecia mais perigo ao gol alviverde, e com isso, o time da casa se aproveitou e fez mais um gol, de novo com Enílton. Mas aí, como que se caísse do céu, o próprio Viola fez um favor à toda torcida juventina presente por lá e foi expulso. Com a expulsão dele, o time voltou ao esquema que estava jogando até a partida contra o Santo André, última antes da estréia do veterano atacante. Com um futebol convincente e rápido, os grenás voltaram a mandar no jogo.

Foi interessante ver o grande Palmeiras ter que esconder as bolas dos gandulas, dar chutões para a arquibancada e fazer cera para ganhar do time da Móoca. Em todos os jornais de ontem (quinta-feira), ninguém mencionou isso, mas logicamente o verdão se assustou com a força de recuperação do Juventus.


Juventus tentando armar um bom ataque pela esquerda. Foto: The Watcher. [140411]


Ataque perigoso do Juventus no domínio total do final do segundo tempo. Foto: The Watcher.

Mesmo tendo feito dois gols, um com o Paulo Isidoro e outro com o Wellington Paulista, ficou a sensação de que o Juventus poderia ter tido melhor sorte no jogo. Graças ao atacante Sérgio Lobo - péssimo na partida - o Juve perdeu a chance do jogo, num lance em que ele sozinho, na frente do goleiro Sérgio, preferiu parar com a bola e não fazer nada com ela, do que tentar marcar o gol que seria o empate grená.

Final de jogo: Palmeiras 4 - 3 Juventus. Sábado o Juventus joga contra o Mogi, em Mogi, sem o Viola e o Paulo Musse. Isso deve ser suficiente para o time da Móoca garantir os três pontos.

E foi só. Espero que em breve possa participar de novo das inesquecíveis jornadas do JOGOS PERDIDOS.

Excelsior!

The Watcher

Nenhum comentário:

Postar um comentário