Procure no JP

terça-feira, 21 de fevereiro de 2006

Mineiro Módulo II: Extrema 2-1 Unitri

Opa!

Finalmente! Agora sim vamos com os posts dos jogos do último domingo em que estive presente. De manhã, tinha algumas opções em vista, mas uma em especial me chamou bastante a atenção: a minha estréia no Módulo II do Campeonato Mineiro (é, nunca tinha visto um jogo por essa divisão e nem sabia disso!), com o jogo entre o Extrema e o Unitri, de Uberlândia. Um jogo mais do que especial, já que acompanhamos toda a trajetória do Extrema na segundona de 2005, e ficamos felizes com seu acesso. Comigo, o Emerson e o David perdidos pelo Sul de Minas Gerais.

Para constar, é só sair de São Paulo que temos livre acesso para as fantásticas e exclusivas fotos dos times posados. Como não podia deixar de ser, seguem abaixo as fotos EXCLUSIVAS da partida:


Extrema FC - Extrema/MG. Foto: Fernando Martinez.


AU Unitri - Uberlândia/MG. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem juntamente com os capitães das duas equipes. Foto: Fernando Martinez.

Os dois times vinham de vitórias no meio da semana. O Extrema ganhou do Nacional de Uberaba, fora de casa e o Unitri massacrou o Rio Branco em Uberlândia. Com isso, a chance de termos uma grande partida era imensa, e isso acabou acontecendo. Logo de cara, o Extrema foi ao ataque, e aos 3 minutos já conseguiu um pênalti a seu favor. O jogador Timóteo bateu e marcou o primeiro gol do alvinegro. Extrema 1 a 0.




Primeiro gol do Extrema marcado aos três minutos do primeiro tempo através do jogador Timóteo. Foto: Fernando Martinez.


O gol não abateu o time do Unitri, que aos poucos foi se soltando e acabou por dominar a partida, deixando ao Extrema só a chance dos contra-ataques. O detalhe que merece ser registrado é que poucas vezes vimos - já que eu e o Emerson ficamos, devidamente autorizados pelo representante, ao lado do banco de reservas do time de Uberlândia - uma equipe tão chata nas reclamações. Era só um cara do Unitri tropeçar e cair no gramado que era uma chiadeira só, sem motivo algum. Por várias vezes o árbitro, o representante, o quarto árbitro interviram para que eles reclamassem menos, o que acabou não acontecendo.


Lance disputado no meio-de-campo no jogo Extrema x Unitri. Foto: Fernando Martinez.

Com tanta reclamação e um futebol não tão efetivo assim - as únicas bolas que levaram algum perigo à meta do Extrema, foram defendidas sem dificuldade - o jogo foi para o intervalo com a vantagem mínima para o time da casa.


Que vestiário que nada, o lance é passar o intervalo na sombrinha de uma árvore. Foi o que a equipe do Unitri fez. Ao lado, David e Emerson posando na frente das tribunas do Estádio Sebastião Comanducci, sempre mostrando o placar de 0 a 9. Fotos: Fernando Martinez.

No segundo tempo a equipe do Extrema acordou e voltou bem melhor. O time foi pra cima e perdeu boas chances de marcar o segundo gol, inclusive com belas intervenções do goleirão do Unitri. O Unitri perdeu um pouco o ímpeto do ataque, e mesmo tendo um gol injustamente anulado pela arbitragem, foi dominado nesse início de segunda etapa. Esse domínio acabou levando o Extrema a marcação do seu segundo gol. Depois de uma bela cobrança de escanteio pela direita, o jogador Cléber cabeceou sem chances para o goleiro. Extrema 2 a 0.


Escanteio para o Unitri no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas quando tudo parecia que iria acalmar, aos 21 minutos, o Unitri teve uma falta perigosíssima a seu favor. Na cobrança, a bola foi parar certeira no fundo das redes, mesmo com o goleiro do Extrema relando na bola. O jogador Ribeiro marcou o seu e diminuiu: Extrema 2 a 1.

Daí para frente foi aquele jogo nervoso, com lances ríspidos e muita disputa de bola. Os dois times acabaram criando chances para a marcação de mais gols, mas no final ficou assim mesmo.


Cobrança de falta que originou o único gol do Unitri na partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Extrema 2-1 Unitri. O Extrema, pela primeira vez, é líder do seu grupo, depois da quarta rodada da primeira fase. Ah, e vale registar aqui a simpatia de todos lá em Extrema com o JOGOS PERDIDOS. Encontramos tembém o Rubens, presidente do Jacutinga AC, que nos garantiu que o time joga a segundona desse ano. Um abraço a todos!

Depois, tinha que continuar com a minha insanidade no domingo. O lance foi voltar correndo pela Fernão Dias, pegar a Avenida Salim Farah Maluf, chegando em SP, entrar na Celso Garcia para pegar um ônibus até a Praça da Sé, dali seguir de metrô até a Barra Funda e de lá finalizar a via-crucis em mais um busão - agora intermunicipal - até a Av. Marquês de São Vicente, aonde mais um joguinho me esperava. Mas isso fica para depois.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário