Procure no JP

terça-feira, 13 de agosto de 2013

União Suzano vence o Olímpia e fica perto da terceira fase da Segundona

Fala, pessoal!

No último sábado o JP conseguiu conferir ao vivo um jogo da equipe mais surpreendente do Campeonato Paulista da Segunda Divisão até aqui. Afinal de contas, após 21 anos o glorioso União Suzano Atlético Clube finalmente vem fazendo uma campanha digna e a gente não poderia perder a chance acompanhar isso in loco. Pela primeira rodada do returno do Grupo 12, o USAC recebeu o Olímpia em busca da liderança da chave.

Confesso que nunca imaginei ver in loco a equipe suzanense numa maré tão boa. Nascido da fusão entre o Paulista e o Suzano FC em 1989, a equipe fez campanhas ótimas nas quatro primeiras temporadas. O time era tão competitivo que chegou a alcançar a inacreditável marca de 30 partidas invictas (!) em 1991/1992. Só que depois de um 1993 ruim, tudo mudou.

Após a fundação do ECUS, seu maior rival, em outubro daquele ano, toda a força inicial do USAC se esvaiu. A equipe nunca mais fez uma campanha decente e acumulou fracassos históricos no futebol do estado. Não cheguei a encontrar nas minhas pesquisas uma série tão negativa quanto os 45 jogos sem vitória (!) de 2000 até 2006. Dentro dessa sequência, foram 34 derrotas consecutivas (!), recorde imbatível em São Paulo.

Graças a uma parceria que, por enquanto, está sendo muito bem feita, as chances de acesso do time nesse já histórico 2013 são reais, ainda mais se levarmos em conta que, diferente de anos anteriores, não há nenhum "bicho papão" se destacando na Segundona. Apesar de tudo isso, a peleja do sábado não seria das mais simples, já que o Olímpia é outro que pode ser incluído facilmente na lista de candidatos a uma vaga na A3 em 2014.

Campeão da Divisão Especial em 1990 - que levou o time à série principal do estado de 1991 até 1993 - e da Série A3 de 2007, o time azul bateu na trave do acesso em 2011 e 2012 e na temporada atual busca a sonhada volta para o terceiro nível do paulistão.


União Suzano AC - Suzano/SP. Foto: Fernando Martinez.


Olímpia FC - Olímpia/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem liderado pelo árbitro Mauricio Antonio Fioretti e também contando com os assistentes Anderson José Coelho e Renato de Oliveira Cardoso. Na imagem, também os dois capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

E embora o primeiro tempo não tenho sido ruim, ele deixou um pouco a desejar. As duas equipes fizeram uma partida truncada demais e concentrada apenas no meio de campo. Parecia que os atletas tinham sido orientados a não entrarem dentro da área adversária.


Zaga do Olímpia mandando a bola pra longe. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do União Suzano na etapa inicial. Foto: Fernando Martinez.

Durante os 45 minutos da etapa inicial a única chance clara de gol foi do Olímpia. Um dos jogadores do Galo invadiu a área sozinho e livre de marcação. Só que ele errou na conclusão e chutou à esquerda do gol defendido pelo arqueiro local. Ao final do primeiro tempo, o marcador indicava 0x0.


Melhor chance do primeiro tempo em lance do time visitante que tirou tinta da trave. Foto: Fernando Martinez.


Os 45 minutos iniciais não foram de muita inspiração em Suzano. Foto: Fernando Martinez.

Aproveitei o intervalo para colocar em ação aquela famosa resenha esportiva com os amigos Ricardo e Paulo "Shrek" e também com os "donos" de Suzano, Nílton e Raul. Enquanto ouvíamos relatos de partidas de futebol de botão simplesmente surreais e que fariam o mito Sady Baby corar de vergonha, o segundo tempo começou.


"Ops, tropecei...". Boa oportunidade de ataque perdida pelo Galo. Foto: Fernando Martinez.


Bola alçada na área local. Foto: Fernando Martinez.

Logo nos primeiros movimentos vimos que o jogo era outro e muito melhor do que tínhamos visto antes. Fatal nos ataques, aos 2 minutos Jaílson abriu o marcador para os donos da casa. Aos 16, ele mesmo marcou o segundo após falha geral da zaga olimpiense. Com 2x0 no placar, parecia que a vitória estava bem encaminhada.


Marcação firme do Galo. Foto: Fernando Martinez.


Bola no fundo das redes no segundo gol do USAC. Foto: Fernando Martinez.

Mas o time visitante não esmoreceu e se lançou ao ataque no melhor estilo kamikaze de ser. O OFC infernizou a zaga suzanense com rápidas investidas, uma atrás da outra. A insistência deu resultado aos 25 minutos com o sofrido gol de Chico, também conhecido pelo nome de Francisco Hyun Sol Kim. Nos minutos seguintes por muito pouco o Olímpia não empatou a pugna. A melhor oportunidade para isso aconteceu num chute de longe que bateu na trave após desvio da zaga.


Agora a vez da rede do time local balançar com o gol do Galo. Foto: Fernando Martinez.


Chico, autor do gol do Olímpia, ataca pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

A cada virada do ponteiro o jogo ficava mais dramático com o União Suzano se defendendo como podia do forte ataque do Galo. Mas aos 45 minutos, num dos únicos contra-ataques armados com sucesso, Fábio Bauru marcou o terceiro e selou a emocionante vitória do time da Grande São Paulo. O gol foi comemorado demais dentro e fora de campo. Um fecho de ouro para um dos melhores tempos que acompanhei ao vivo nesse ano.


Fábio Bauru corre para comemorar o terceiro gol do União, fechando a vitória contra o Olímpia. Foto: Fernando Martinez.

No fim, o placar de União Suzano 3-1 Olímpia deixou o Javali das Palmeiras com oito pontos, dividindo a liderança do Grupo 12 com o XV de Jaú, que venceu facilmente o decepcionante SEV. Com o triunfo, o USAC soma agora 11 jogos sem perder - a última derrota foi em 12 de maio - e vem forte em busca do acesso. Na minha humilde opinião, os três favoritos da chave irão para a terceira fase.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário