Procure no JP

terça-feira, 27 de agosto de 2013

São Paulo reverte a vantagem do Flu e vai para a final da Copa do Brasil Sub-17

Opa,

Após três jogos vistos durante o sábado, resolvi enfrentar o cansaço e a leseira e fui completar a minha décima rodada quádrupla em todos os tempos, a segunda em 2013. E nada como sentir aquele cheirinho de um bom e velho jogo perdidaço, apesar da transmissão pela TV. Afinal, é inegável que um São Paulo x Fluminense na Arena Barueri às 21h45 válido pela segunda semi da Copa do Brasil Sub-17 era sim MUITO perdido.

Antes de conferir a decisão da vaga para a final, eu e os amigos Paulo e Colucci fomos fazer mais uma edição do sensacional Dia do Gordo num shopping na cidade de Osasco. Como estamos ficando craques nessa comemoração, demos uma de Usain Bolt e batemos novo recorde de velocidade. Comprometimento é isso...

Satisfeitos com a boquinha federal, ultrapassamos a fronteira entre Osasco e Barueri e chegamos rapidinho na bela arena local. Um transeunte mais desavisado com certeza não imaginaria que ali estava prestes a começar uma peleja bastante importante devido à completa ausência de torcedores.

Sem sermos importunados, não demorou para que fôssemos direto ao gramado, claro, para fazer as imagens oficiais.


São Paulo FC (Sub-17) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Fluminense FC (Sub-17) - Rio de Janeiro/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem completo com o árbitro Márcio Henrique de Gois (CBF/SP), as assistentes Maria Eliza Barbosa (ESP/SP) e Patrícia Carla de Oliveira (CBF/SP) e a quarta árbitra Regildênia de Holanda Moura (FIFA/SP) junto aos capitães tricolores. Foto: Fernando Martinez.

Nessa primeira edição da Copa do Brasil Sub-17, o São Paulo chegou à semi-final após eliminar Criciúma, Sport e Coritiba, somando quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota. O Flu despachou América/MG, Vitória e Atlético/PR, saindo vitorioso de campo por quatro vezes e derrotado apenas uma. No jogo de ida da semi-final, o time carioca fez 3x1 e poderia perder até por um gol de diferença que ainda assim estaria na final.


Início de ofensiva são-paulina. Foto: Fernando Martinez.

Só que pelo futebol apresentado pelo time paulista durante a maior parte do tempo inicial, ninguém imaginaria que a classificação paulista pudesse acontecer. A equipe "da casa" jogou mal e foi presa fácil para os zagueiros do Fluminense. Melhor em campo, a equipe do Rio ainda chegou perto de marcar por duas vezes. Tudo para desespero dos já citados amigos presentes e do Mílton, que se livrou das amarras trabalhistas para acompanhar o jogo.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Fernando Martinez.


Marcação firme do Flu foi o cenário do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

A cada minuto que passava o sonho da reversão do marcador desfavorável parecia um sonho longínquo. Só que aos 40 finalmente o pessoal que estava torcendo para o tricolor pôde comemorar o gol após a primeira chance real da equipe da casa. Joanderson chutou cruzado da esquerda, o goleiro espalmou e no rebote Ewandro chutou livre de marcação.


Jogadores correndo atrás da bola na Arena Barueri. Foto: Fernando Martinez.

Com o 1x0, o sonho já não era tão impossível assim. No tempo final, o São Paulo voltou bastante animado, mais disposto e com uma vontade maior para buscar o segundo gol. Nesse cenário, Ewandro proporcionou o lance da noite e um dos momentos mais antológicos que vi num estádio.


Zaga paulista encarando atacante carioca. Foto: Fernando Martinez.


Tentativa de cruzamento dentro da área do São Paulo. Foto: Fernando Martinez.

Aos 24 minutos o camisa 9 pegou a bola no setor defensivo, driblou dois zagueiros no meio-campo e, ao ver o arqueiro do Flu adiantado, deu um chutaço sensacional por cobertura. A bola seguiu por alguns segundos - que duraram anos para muitos - no ar até entrar mansamente no canto esquerdo de Marcos. Golaço de primeiríssima linha que merece entrar em qualquer seleção de gols mais bonitos de 2013.


No desespero, o Fluminense se lançou ao ataque nos últimos minutos, mas a zaga local estava muito bem postada. Foto: Fernando Martinez.

O time visitante sentiu demais esse gol e demorou muito para recolocar a cabeça no lugar. Somente nos minutos finais a equipe das Laranjeiras resolveu tentar diminuir e marcar o gol da classificação. Só que depois da pintura de Ewandro, ninguém mais teria como tirar a classificação do São Paulo.


Último ataque carioca no jogo. Foto: Fernando Martinez.

Ao apito final, o placar eletrônico marcava São Paulo 2-0 Fluminense, resultado que colocou o time do Morumbi na final da primeira Copa do Brasil Sub-17. O Flamengo eliminou a Ponte e é a outra equipe na decisão. Teremos duelo Rio-São Paulo na final do simpático torneio.


Atleta são-paulino comemorando a vitória. Foto: Fernando Martinez.


Jogadores saudando os torcedores presentes na Arena Barueri... São Paulo na final da Copa do Brasil sub17. Foto: Fernando Martinez.

E após 17 horas, 360 minutos de futebol e cerca de 150 quilômetros percorridos, finalmente voltei para casa para uma boa noite de sono. No domingo cedo não tive condições físicas para levantar da cama e acompanhei somente um jogaço decisivo da Série D do Brasileiro na parte da tarde.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário