Procure no JP

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Inesperada vitória do Braga contra o Palmeiras em jogo de duas viradas no sub20

Fala, pessoal!

Após mais de um mês de ausência, provocado pela parada de "férias" do certame, voltei a acompanhar um joguinho do Campeonato Paulista sub20 da primeira divisão. Palmeiras e Bragantino jogaram no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a conhecida Rua Javari, pela 11ª rodada do Grupo 4.

Bizarro é que apesar de ser um time mais do que manjado, não via um joguinho da equipe de Bragança Paulista, isso em qualquer categoria, desde o final de 2007 (!). O último jogo oficial do Braga que teve a minha presença foi o histórico confronto contra o Barras/PI, aonde a equipe conquistou o acesso para a Série B do Brasileiro. Eram tempos sem Série D e com a Série C ainda servindo como palco para um desfile anual de times geniais.


SE Palmeiras (sub20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Bragantino (sub20) - Bragança Paulista/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da peleja e os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Ao contrário do que era esperado antes do campeonato começar, a campanha do alviverde é decepcionante e a equipe está longe de Flamengo, Taubaté e Red Bull, times que se alternam nas três primeiras posições do Grupo 4. A equipe paulistana vem penando em busca de uma vaga - os quatro primeiros se classificam para a segunda fase - e precisava vencer "em casa" para não desgarrar demais do G4.


Começo de jogo e ataque palmeirense pela direita. Foto: Fernando Martinez.

E o Palmeiras começou bem esse jogo, mostrando bastante vontade, tendo mais posse de bola e chegando com perigo dentro da área do Massa Bruta. Só que quem acabou abrindo o placar foi o time visitante. Aos 16 minutos, o camisa 2 Vítor avançou pelo setor defensivo local e resolveu arriscar da intermediária. Ele conseguiu acertar um chute sensacional e encobriu o goleiro. Um golaço!


Bela tarde de sol e grande jogo na Rua Javari. Foto: Fernando Martinez.


Nesse lance, o goleiro do Braga bateu roupa e por pouco o alviverde não abriu o placar. Foto: Fernando Martinez.

Após alguns minutos para se recuperar do susto, o onze palestrino voltou a jogar melhor e antes mesmo do intervalo chegar conseguiu a virada. Primeiro o jogador Mateus acertou um belo chute cruzado aos 41 minutos e depois Erik, camisa 9 do verde, subiu no terceiro andar e cabeceou firme pro gol, sem chances para o goleiro do Braga. Na saída para os vestiários o placar já estava em 2x1.


Mais uma chegada local pela lateral. Foto: Fernando Martinez.

Na volta para o segundo tempo porém tudo mudou. E o maior culpado pela mudança de panorama foi o lateral Gabriel Martins, que conseguiu a proeza de tomar dois cartões amarelos seguidos num intervalo de 20 segundos. Com um a menos, o Palmeiras procurou apenas em se defender e chamou o Braga para seu campo.


Bom ataque paulistano pelo alto no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

E até que o time local segurou bem a onda, mas aos 28 minutos não teve jeito, pois em lance de oportunismo Lacerda completou na pequena área uma bola tocada da linha de fundo. Como desgraça pouca é bobagem, aos 36 aconteceu a segunda virada da tarde com o gol do camisa 10 Prego. Apenas duas rodadas após sofrer um vexaminoso 11x1 contra o Red Bull, o Braga conseguiu uma belíssima reabilitação.


Lance que originou o segundo gol do Massa Bruta aos 28 do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Comemoração de Lacerda após a igualdade na Javari. Foto: Fernando Martinez.

O placar de Palmeiras 2-3 Bragantino deixou o time do interior com 15 pontos ganhos e com boas chances para conseguir um lugar na próxima fase. O Palmeiras, ainda com 12 pontos, precisa fazer uma reta final sem erros caso queira continuar vivo na luta pelo terceiro título do certame no século.

E o fim desse jogo não significou o fim da jornada futebolística, já que a agenda marcava um jogo bastante interessante pela Série C na Grande São Paulo.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário