Procure no JP

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Palmeiras sai na frente do Furacão na Copa do Brasil

Fala, pessoal!

Seguindo com a minha ida em jogos não-perdidos aqui no JP, na quarta-feira fui mais uma vez ao Estádio Paulo Machado de Carvalho agora para um jogo da Copa do Brasil. Palmeiras, fazendo a sua estreia, e Atlético/PR, fazendo sua sétima partida pelo certame, entraram em campo para a disputa da partida de ida das oitavas-de-final. Desde 2004 não via uma partida do ex-Palestra na Copa.


Na base da carona, segue o Palmeiras posado antes do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Essa é a quarta vez que paulistas e paranaenses se enfrentam na história da competição criada em 1989. Nas três oportunidades anteriores - em 1992, 2010 e 2012 - o alviverde se classificou sem ter perdido nenhum jogo para o Furacão (três vitórias e três empates).


Furacão e sua bela camisa no gramado do Pacaembu. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem e capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Com as mudanças feitas pela CBF para a edição 2013 do certame, após 13 anos um campeão finalmente pôde entrar em campo para defender seu título (o último havia sido o Juventude na edição de 2000), caso exatamente do time palestrino. Apenas 9 vezes isso aconteceu antes e em nenhuma delas a equipe vencedora do ano anterior foi bi-campeã. A melhor colocação de uma agremiação nessa situação foi do Grêmio, vencedor de 1994 e vice em 1995.


A belíssima lua de agosto dando as caras em Palmeiras x Atlético/PR. Foto: Fernando Martinez.

Para esse primeiro duelo, mais de 20 mil pessoas foram ao estádio apoiar o time da casa, entre elas os amigos alvinegros Matheus Trunk e Ricardo Espina. Porém muitos dos torcedores ficaram ser ver o gol de Vílson, marcado aos três minutos em cabeçada precisa após cobrança de escanteio.


Lance do gol de Vílson, abrindo o marcador no Paulo Machado de Carvalho. Foto: Fernando Martinez.


Comemoração dos atletas e da torcida alviverde. Foto: Fernando Martinez.

E esse foi um dos poucos motivos para o torcedor paulista comemorar com afinco, pois o Atlético se lançou para o ataque e perdeu ótimas oportunidades para deixar tudo igual. O ataque palmeirense chegou menos, mas também desperdiçou lances claros. O 1x0 estampado no marcador eletrônico da velha cancha foi pouco ao final do primeiro tempo.


Chance de gol para o Furacão. Foto: Fernando Martinez.

Para animar um pouco a noite, fomos ao Salão Nobre para desfrutar das benesses oferecidas para convidados e imprensa. O lugar estava cheio e o pessoal que lotava as dependências se estapeava por um pedaço amassado de sanduíche de metro, entre elas o lendário Marquito (ele mesmo) e o jornalista, interrogação, Roberto Avallone. cenário digno de filme do Fellini.


Ataque palestrino no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

Alguns hematomas e vários arranhões depois, conseguimos um pedaço do disputado alimento e voltamos então para as numeradas. A peleja ficou menos animada no tempo final, e o Atlético foi dono do jogo durante a primeira meia hora. Delatorre, ex-jogador do Desportivo Brasil, com certeza não estava numa noite feliz após desperdiçar dois gols feitos.


Boa cobrança de falta para o Palmeiras. Foto: Fernando Martinez.

Nos minutos finais o onze local até que tentou fazer o segundo, mas a zaga do Furacão trabalhou direitinho e impediu que o revés fosse pior. No final, o placar de Palmeiras 1-0 Atlético/PR foi muito magro, e um 3x3 ou 4x3 não seria nenhum exagero. Mesmo com o triunfo, muitos torcedores que estavam nas numeradas homenagearam o técnico Gílson Kleina, o acusando de retranqueiro, e alguns atletas. O jogo de volta promete...

Como o jogo foi marcado para um horário decente saí do estádio disposto a fazer um novo esquema para voltar pra casa, agora de ônibus. O coletivo demorou um pouco mais do que o previsto, mas desembarquei do lado do meu novo QG no bairro do Bom Retiro na boa e sem correria. Passa a ser uma boa alternativa.

Até a próxima!

Fernando

Um comentário:

  1. sr. Fernando parabéns pelos jogos que vocês estão mostrando da copa do brasil, brasleiro, brasileirinho e 2 divisão 2013. gostaria de pedir se da para vocês mostrarem antes de terminar esta 3 fase o time que eu o torço us seja o tupa de tupa eu sei que e de cidade longe mas ele vem jogar dia 7 de setembro sábado aqui em são Paulo ou seja elesa vem jogar com o Cotia em taboao da serra uma ótima oportunidade para vocês mostrarem o meu tupa 2013.e dia 15 de setembro ultima rodada eles vem jogar em Indaiatuba contra o primavera ou seja primavera e tupa. tem 2 jogos que daria para vocês mostrarem do tupa cotia e tupa dia 7 de setembro 2013 e primavera e tupa dia 15 de setrembrop 2013. fico no aguardo de uma resposta de vocês ate amanha ou sábado se da para vocês fazerem o jogo do tupa. porque ele pode se classificar como também pode ficar fora da ultima fase ai não da para vocês mostrarem o tupa em 2013. um abraço str. Fernando.

    ResponderExcluir