Procure no JP

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Corinthians x Linense: Um duelo cheio de história no Pacaembu

Fala, pessoal!

No último domingo me fiz presente num jogo do Campeonato Paulista depois de mais de dois de ausência (o último tinha sido em janeiro de 2010). A presença no jogo Corinthians x Linense era obrigatória, já que esse duelo, mesmo não sendo um "jogo perdido" propriamente dito, voltava a ser disputado no Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, após um longo hiato de 55 anos.

Cheguei nas redondezas do estádio paulistano faltando poucos minutos para o começo da partida, e como muitas vezes costumo fazer em jogos "grandes" por lá, fui adquirir meu ingresso na torcida visitante. Mas diferente de jogos anteriores, dessa vez encontrei uma grande fila, já que o tradicionalíssimo time da cidade de Lins sempre leva um grande número de torcedores nos seus jogos.


Times perfilados para o Hino Nacional Brasileiro. Foto: David Libeskind.

Encontrei o amigo Álvaro por ali, e com cerca de 10 minutos de partida finalmente conseguimos o ingresso e fomos garantir nosso espaço do meio da torcida do Elefante da Noroeste. O David e o Mílton já estavam ali, animadíssimos com o ineditismo do confronto.

A clima festivo ali era grande, já que para muitos era a primeira vez que tinham a chance de ver um jogo no Pacaembu. Gostaria muito que os boçais da grande mídia e que ficam com falácias e discursos vazios pedindo o fim dos estaduais, sempre com o "fortíssimo" argumento "o que um time pequeno tem para adicionar no futebol atual?", pudessem estar ali, vendo a relação de amor de todo o pessoal da cidade interiorana com o seu time.


Bandeirão com o escudo do querido time de Lins e sua grande torcida presente no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez.

Claro que muitos pontos na confecção do campeonato poderiam ser melhorados, desde o número de participantes até a mudança da fórmula da competição, mas a certeza é uma só: O paulistão não pode acabar em hipótese alguma. Mas para os elitistas da grande mídia, que não tem a menor noção do que significa o futebol do interior do estado, a extinção dos estaduais é a única opção. Complicado demais.


Ataque corintiano pela esquerda durante o primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Independente dessas bobagens que somos obrigados a ouvir, muitos ali não sabiam que essa foi a volta do Linense ao Pacaembu após quase 55 anos de ausência. A última vez que a equipe tinha disputado uma partida oficial no estádio tinha sido no longínquo 20 de julho de 1957, quando perdeu de 7x0 para o São Paulo, na sua fase pré-Morumbi. Já o último jogo contra o Corinthians por lá foi válido pelo campeonato de 1956, com uma derrota do Elefante da Noroeste por 4x3 em 12 de setembro daquele ano.


Chance alvinegra pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Voltando mais um pouco no tempo, o então Estádio Municipal do Pacaembu (o nome atual só foi adotado em 1961) foi o palco da maior glória futebolística do Clube Atlético Linense, o título da segundona paulista de 1952. Depois de ter sido vice-campeão desse campeonato em 1948 e 1951, o time chegou à final contra a Ferroviária de Araraquara, levando o título e conquistando a vaga na principal divisão do estado após uma vitória por 3x0 no dia 31 de maio de 1953.

Depois de tantas efemérides, só nos resta voltar aos dias atuais. Na A1 desse ano, o Linense luta por uma das duas vagas na Série D com outros oito times (Paulista, Mogi Mirim, Ituano, Comercial, Botafogo, Mirassol, Catanduvense e XV Piracicaba). Como essa é a única forma de disputar a sonhada competição nacional, a disputa é bastante acirrada. Nos dois jogos anteriores, o Elefante da Noroeste tinha conquistado 4 pontos.


Bola alçada dentro da área do Linense. Foto: Fernando Martinez.

Só que jogar contra o atual campeão brasileiro dentro da sua casa não é nada fácil. Mesmo assim, o Linense mostrou um bom futebol e deu poucos espaços ao Corinthians. O Timão teve duas chances nos primeiros minutos da etapa inicial, e nada mais. Aos 37 minutos, o zagueiro Fabão marcou um gol, que foi anulado pela arbitragem. Depois do árbitro ter sido massacrado por todos os jornalistas presentes (ou não) no Pacaembu, uma foto publicada nessa terça-feira mostrou que ele estava com a razão.

No segundo tempo o jogo continuou com um ritmo moroso, e com o onze visitante mostrando boa resistência defensiva. Depois de perder uma grande chance pela esquerda do seu ataque, o Linense sofreu o gol da derrota aos 34 minutos. O jogador Alex cruzou bola na área, e o camisa 11 Emerson Sheik acertou um tirambaço meio sem ângulo pela direita e decretou a vitória alvinegra.


Grande chance para o Elefante da Noroeste no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Corinthians 1-0 Linense. A vitória levou o Mosqueteiro à vice-liderança na tábua de classificação, com 9 pontos e atrás do São Paulo apenas no saldo de gols. Já o Linense ocupa a 9ª posição com seus 4 pontos conquistados. Se o campeonato acabasse hoje, Paulista (no 3º lugar) e Mogi Mirim (na 5ª posição) estariam classificados para a Série D.

Até a próxima, pessoal!

Fernando

2 comentários:

  1. É verdade Fernando , concordo com tudo que você disse ! Sempre que começa o paulistão vem logo esse discurso que o nível técnico é muito baixo , que tem muito time que não agrega nada , acham que o melhor a fazer é acabar com o estadual ; mas se esquecem da força do futebol do interior , das torcidas , dos "derbys" regionais e clássicos. É uma pena que a grande mídia despreze tanto o campeonato paulista , principalmente tratando-se da A-2 , A-2 e a B . É lamentável !

    Abração !!!! (Régis)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Fernando pela sensacional matéria, acompanho vocês de longa data e muito obrigado pela atenção que sempre dispensam ao meu glorioso Linense....
    Avante Linense, avante!!!!
    Forte abraço!!
    Renato Proença

    ResponderExcluir