Procure no JP

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Surpreendente vitória do Rondonópolis no primeiro jogo do JP em 2012

Fala, pessoal!

Tenho o prazer de inaugurar os trabalhos do ano de 2012 no JOGOS PERDIDOS com uma série de jogos que acompanhei valendo pela primeira rodada da 43ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois de muito tempo sem protagonizar viagens pelo interior paulista, comecei o ano assistindo seis partidas em quatro cidades diferentes do nosso interior.

Como todos os fãs do JP sabem e acompanham desde 2005 por aqui isso não poderia ser diferente, já que a Copinha é um prato cheio para os amantes do verdadeiro futebol "perdido" do nosso Brasil. Temos oportunidades únicas de ver em campo algumas equipes que raramente dão as caras no estado de São Paulo. Na edição 2012 do certame, eu não vi em ação 12 delas, e as viagens são direcionadas para as cidades em que esses times se fazem presentes.

Graças a essa incessante caça por times novos, no dia de abertura da competição segui para uma rodada dupla em cidades que não visitava desde 2007: Araraquara e São Carlos. Na Morada do Sol, o jogo escolhido foi entre Ferroviária e o Rondonópolis EC, do Mato Grosso. A peleja foi disputada na belíssima Arena da Fonte Luminosa e foi válida pelo Grupo E da Copinha, que também conta com Palmeiras e Linhares/ES.

Juntos comigo para essa jornada estavam o seu Natal, com seu novo possante, e os amigos Renato Rocha e Sérgio Oliveira, companhias certas nos últimos tempos. A viagem da capital bandeirante até Araraquara foi tranquila, e até contou com um insólito encontro com o jogador Richarlyson, ídolo do nosso amigo taxista, numa das paradas da Rodovia Washington Luís. Chegamos na casa do time grená com um tempo razoável para que eu pudesse me credenciar para fazer as fotos oficiais.

Mas uma série de informações erradas e bastante desinformação quase me fizeram perder a chance de registrar a formação oficial das duas agremiações para essa peleja. Minha sorte foi que os discursos do prefeito e do secretário de esportes da cidade se alongaram além do tempo previsto, me propiciando minutos suficientes para que finalmente entrasse no campo a tempo. Elas seguem abaixo:


Ferroviária F S/A (sub-18) - Araraquara/SP. Foto: Fernando Martinez.


Rondonópolis EC (sub-18) - Rondonópolis/MT. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida e capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Por ser o primeiro jogo do grupo, não sabia o que esperar das duas equipes. Resolvi então acompanhar o ataque grená durante o primeiro tempo, mas a partida acabou se concentrando no campo ofensivo dos mato-grossenses. Jogando um melhor futebol, o Rondonópolis encurralou os locais, e aos 18 minutos o time visitante abriu o marcador com uma cobrança de falta perfeita de Valdívia.


Escanteio para a Ferroviária no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.


Cobrança de falta que originou o primeiro gol do Rondonópolis. Foto: Fernando Martinez.

A Ferrinha sentiu o gol e não demorou muito para que o REC marcasse o segundo. O gol veio aos 31 minutos, e foi marcado de cabeça pelo camisa 9 Tiago após bom cruzamento da direita. Parecia que os grenás não teriam força para reagir, mas aos 34 a equipe paulista teve um pênalti marcado a seu favor. A cobrança ficou a cargo de Michel, que bateu com calma e diminuiu.


Momento exato da falta cometida por Gean dentro da área. Pênalti! Foto: Fernando Martinez.


Michel bateu firme e marcou o primeiro da Ferroviária. Foto: Fernando Martinez.

Os torcedores da Ferroviária, sempre em bom número na Fonte Luminosa, se animaram com o gol e passaram a sonhar com o empate ainda antes do intervalo. Mas o terceiro gol do Rondonópolis, marcado aos 47 minutos, foi um banho de água fria em todos. O gol foi parecido com o segundo: cruzamento na área e gol de cabeça de Tiago.


Chance local pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Na saída de bola o onze araraquarense ainda conseguiu diminuir mais uma vez, agora com Negão escorando de cabeça uma bola alçada da esquerda. Ao final da etapa inicial, cinco gols e um jogo bastante movimentado. No começo do segundo tempo, a Ferroviária prometia ir pra cima do adversário para conquistar o empate. Só que o Rondonópolis não queria fazer parte desse objetivo e marcou o quarto gol aos 18 segundos, novamente com Tiago, agora chutando forte da entrada da área.


Detalhe do bom público presente na Fonte Luminosa, em lance do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Perdido por dois, perdido por dez, então os locais passaram o restante da partida tentando fazer o terceiro. Mas o ataque da Ferroviária não estava nos melhores dias, e os seus jogadores não conseguiam entrar na área mato-grossense. O tempo foi passando sem nenhuma alteração no marcador. Para piorar, o time preto e amarelo chegou perto de fazer o quinto em rápidos contra-ataques.


Mais um ataque local pela direita, na desesperada busca pelo terceiro gol. Foto: Fernando Martinez.

Aos 42 minutos, pertinho do apagar das luzes, saiu o esperado terceiro gol dos locais. O jogador Daniel viu o goleiro Neto adiantado e acertou um tirambaço da intermediária, sem chances para o arqueiro mato-grossense. Na base do bumba-meu-boi, todos os jogadores foram para a área visitante tentar o empate. Aos 49, um dos jogadores da Ferroviária teve a chance da igualdade numa bola que ficou perambulando pela pequena área, mas para desespero da torcida, ele chutou pelo alto.

Final de jogo: Ferroviária 3-4 Rondonópolis. A surpreendente vitória do time mato-grossense mostrou que a equipe pode garantir uma vaga na segunda fase da Copinha, já que com uma vitória com boa margem de gols em cima do Linhares, deixaria o time com bom saldo de gols. Para o time de Araraquara, resta apenas vencer suas duas próximas partidas caso ainda queira sonhar com a vaga entre os 32 melhores times do torneio.

Depois do apito final, não ficamos para acompanhar o jogo Palmeiras x Linhares, e sim saímos correndo da cidade para matar um outro time do Centro-Oeste, agora do Mato Grosso do Sul, jogando contra o atual campeão do certame.

Até lá!

Fernando

Um comentário:

  1. A Arena eh belissima ! A camisa da AFE tbm, embora sendo um time irmao do meu America-SP, acho legal quando times menores como o REC vencem uma partida na CopaSP

    ResponderExcluir