Procure no JP

sábado, 21 de janeiro de 2012

Coxa na semi da Copinha depois de oito anos

Fala, pessoal!

Na tarde da última sexta-feira estive no Estádio Nicolau Alayon para cobrir o duelo das quartas de final entre Coritiba e Vitória, que foi também a despedida da 43ª Copa São Paulo de Futebol Júnior na casa nacionalina. Tudo bem que foi uma despedida um tanto quanto sem sentido, já que poderíamos ter uma semi-final realizada ali sem problemas. Mas com a cidade de São Carlos bem prestigiada nos dias atuais, só restaram lamentações para a capital bandeirante.

Mesmo sendo um dia útil, cheguei sem problemas na Barra Funda. O problema mesmo foi que um verdadeiro dilúvio estava prestes a desabar na região. Mesmo com todo mundo rezando para que a tempestade chegasse pelo menos depois do apito inicial, ela veio forte cerca de 20 minutos antes do jogo. Não teria a menor condição de fazer as fotos posadas debaixo de tanta água, mas de forma milagrosa a chuva parou logo após a execução do Hino Nacional. Ufa!


Coritiba FC (sub-18) - Curitiba/PR. Foto: Fernando Martinez.


Vitória FC (sub-18) - Salvador/BA. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da peleja, com a presença do amigo Daniel Luís Marques, e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Depois de vencer os três primeiros jogos da fase inicial no Grupo V, o Coritiba venceu Mirassol e Internacional/RS (nos pênaltis) para garantir sua vaga nas quartas de final da Copinha. Já o Vitória se classificou na segunda posição do Grupo J com dois resultados positivos e uma derrota. Na segunda fase eliminou o Botafogo/RJ nos pênaltis e nas oitavas massacrou o Rondonópolis. Pelas campanhas, tudo levava a crer que o Coxa era favorito.


Chegada do Vitória pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Árbitro distribuindo cartão amarelo para o camisa 10 baiano. Foto: Fernando Martinez.

Durante o tempo inicial a sequência de lances mostrou realmente que o Coritiba tem um melhor time. Mesmo assim, encontrou dificuldades contra o motivado time baiano. O campo estava encharcado, e nenhum jogador tentou surpreender o arqueiro adversário com chutes de longe. Com isso, o jogo ficou bastante concentrado na intermediária e os primeiros 45 minutos se foram com o placar em branco.


Outra chegada do Leão pela esquerda durante o primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo fui me abastecer com uma sempre bem vinda Coca-Cola na lanchonete local e conversei bastante com os amigos presentes lá: Seu Natal, Sérgio, Rodrigo Colluci, Álvaro e o Shrek. Todos torcendo para que o sempre incômodo 0x0 fosse embora no tempo final.


Bola alçada na área paranaense no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Chance perigosa do Vitória. Foto: Fernando Martinez.

Com mais vontade, o Coxa começou o segundo tempo mais incisivo e bem focado na busca do gol. Ele acabou vindo num lance extremamente infeliz da zaga baiana aos 8 minutos. Depois de uma bola fraca cruzada pela direita, dois zagueiros do Vitória furaram na pequena área de forma bisonha, e ela sobrou livre para Gustavo chutar e colocar o Coritiba em vantagem no marcador.


Atletas apostando corrida no setor defensivo do Coxa. Foto: Fernando Martinez.

A partir daí o jogo melhorou muito. O Leão se mandou para o ataque pata tentar o empate, enquanto o Coxa ficou com o contra-ataque à sua disposição, levando enorme perigo à meta baiana. Embora o Vitória tenha entrado várias vezes na área adversária, as chances de gol não foram tão agudas.


Mais uma tentativa rubro-negra pela direita. Foto: Fernando Martinez.

A peleja seguia num perigoso 1x0 para o onze curitibano quando, aos 39 minutos, Dener se livrou de um zagueiro pela direita e chutou cruzado para marcar o segundo. Essa foi a pá de cal nas pretensões do Vitória na partida e a sacramentação da classificação do Coritiba.


Falta marcada para o onze baiano. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Coritiba 2-0 Vitória. Essa vitória colocou o Coxa entre os quatro melhores da Copa São Paulo depois de oito anos (a equipe perdeu a semi-final de 2004 nos pênaltis para o Corinthians). O adversário da semi será o Fluminense no domingo cedo na prestigiadíssima cidade de São Carlos. O vencedor pega o Corinthians na decisão da próxima quarta-feira. O time do Parque São Jorge simplesmente aniquilou o Atlético/PR por 6x0 na semi desse sábado.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário