Procure no JP

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

No sufoco, a Inter de Limeira vence o Vitória/PE pela Copinha

Opa,

Após a goleada santista, foi a vez do time da casa entrar no gramado do Estádio Major José Levi Sobrinho para a segunda apresentação na Copa São Paulo de Futebol Júnior. A Internacional local tinha como adversário o Vitória de Pernambuco, time que já tinha visto in loco em 2011, também pela Copinha.

O empecilho para fazer as fotos posadas dessa vez era o enorme temporal que estava prestes a cair na cidade. Na base da sorte, fiz as imagens segundos antes do dilúvio chegar.


AA Internacional (sub-18) - Limeira/SP. Foto: Fernando Martinez.


Vitória de Santo Antão AAD (sub-18) - Vitória de Santo Antão/PE. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Depois da vitória santista, a Inter precisava vencer para igualar a pontuação do alvinegro da Vila Belmiro. Mesmo empurrado pela torcida, o Leão da Paulista não fez bom jogo na primeira metade do tempo inicial. O time teimava em cruzar a bola na área, mas os zagueiros pernambucanos neutralizavam o perigo de forma tranquila.


Bola cruzada pela Inter no começo do jogo contra o Vitória/PE. Foto: Fernando Martinez.

Já o Vitória também não fez muito, mesmo tentando surpreender o goleiro local em chutes de longe. Enquanto o jogo rolava, um verdadeiro dilúvio caía em Limeira, refrescando a boa torcida presente e já nos preocupando em relação a viagem de volta para São Paulo.


Outra falta, mas que acabou batendo na barreira pernambucana. Foto: Fernando Martinez.

Aos 28 minutos aconteceu a primeira chance real de gol para o onze limeirense, numa bola na trave após grande cobrança de falta. A torcida ainda soltou o famoso "uhhh" algumas vezes nas sempre presentes bolas alçadas, mas nada digo de registro. O primeiro tempo se encerrou com o murcho 0x0 e ainda com muita chuva.

O intervalo foi legal, pois continuei a atualizar os posts do final-de-semana com uma trilha sonora que contou, entre outras pérolas, com a música Girls Just Wanna Have Fun, da Cyndi Lauper. Acho que nem em 1983, ano do lançamento desse disco, eu poderia escutar isso num estádio de futebol. Obrigado, Internacional!


Detalhe de mais uma falta na intermediária para o time local. Foto: Fernando Martinez.

A segunda etapa começou e aos 4 minutos a Inter quase marcou o primeiro em chute fraco pelo alto, mas que obrigou o goleiro pernambucano a fazer defesa complicada, bem em cima da linha do gol. Aos 6, o arqueiro visitante apareceu bem novamente mandando pra escanteio grande chute da intermediária.


Outro cruzamento do time limeirense. Foto: Fernando Martinez.

O Vitória chegou pela primeira vez aos 10 minutos, em chute de longe que o goleiro local bateu roupa, mas nenhum que atacante soube aproveitar. Conforme o tempo foi passando, a torcida foi se irritando cada vez mais com a quantidade enorme de conclusões erradas da equipe local. Os atacantes da Inter propiciaram lances bisonhos, e erros foram vistos em profusão.

Aos 23 veio a maior chance do jogo, em bola cruzada para a pequena área, mas que um dos atacantes do Leão chutou na trave, mesmo sem goleiro. A toada do jogo foi seguindo assim até os minutos finais, levando a torcida ao desespero. Pior, eu já avistava mais um horroroso 0x0 no horizonte.


Boa jogada pela direita no final do jogo. Desespero à vista. Foto: Fernando Martinez.

Com muita vontade, mas sem nenhuma objetividade, o onze limeirense buscava o gol de todas as formas. Escutei de alguns jornalistas que a única forma do zero sair do marcador viria dos pés do camisa 10 do time. E não deu outra, pois esse jogador segurou uma bola pela direita, entrou na área e sofreu pênalti. O lance foi aos 47 minutos, e a torcida foi ao delírio.


Cobrança de pênalti que decretou a vitória da Inter em cima do Vitória/PE. Foto: Fernando Martinez.

A cobrança foi feita pelo atleta Marcos, que chutou forte e sem chances para o arqueiro pernambucano, fazendo a enorme festa do pessoal que ainda estava nas dependências do Major José Levi Sobrinho. Final de jogo: Inter de Limeira 1-0 Vitória/PE. Esse suado triunfo deixou a equipe do interior paulista com os mesmos seis pontos do Santos e com três gols positivos de saldo. Na rodada final, a equipe depende de um empate para conquistar seu lugar na próxima fase da Copinha.

Como tínhamos bastante tempo até o horário do ônibus para São Paulo sair, ficamos um bom tempo fazendo uma boquinha numa barraca de sandubas na porta do Limeirão. O lanche de calabresa ganhou uma nota 6, algo só um pouco acima do razoável na escala JP de se alimentar em estádios. Fora que os preços estão mais caros do que os vistos em São Paulo.

Satisfeitos, mas com um rombo no bolso, subimos de volta para a avenida que fica pertinho do Limeirão, e sem problemas pegamos nosso ônibus às 21:40 com destino à capital do estado. Chegamos tarde mais uma vez, cansados e dispostos a fazer da segunda-feira um dia somente de descanso. Mas na terça e na quarta tinha mais Copinha na pauta do JP.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário