Procure no JP

segunda-feira, 10 de julho de 2006

Paulista sub-20 1ªdivisão: Juventus 2-2 São Paulo

Olá!

Como já postei aqui, saímos de Santo André exatamente à uma da tarde e tínhamos menos de duas horas para sair de lá, almoçar, e ir correndo até o CT do Pão de Açúcar, para acompanharmos a segunda partida do dia. Depois de pararmos em quatro (!) lugares para comer, finalmente arranjamos uma boquinha numa boa lanchonete da Avenida Dr.Arnaldo, e dali seguimos até o Metrô Vila Madalena para incluir o magnânimo David na jornada da tarde.

O jogo em questão era mais uma partida adiantada do Campeonato Paulista sub-20 da 1ªdivisão, entre Juventus e São Paulo. Fica o registro que os dois jogos foram antecipados já que tanto o Santos quanto o São Paulo participarão da Taça BH de Juniores, que começa nessa semana. Agora, como o jogo aconteceu no CT do Pão de Açúcar, já fomos achando que não teríamos fotos dos times posados (procedimento que já descrevemos aqui também). Mas graças a um prestativo segurança do local, fomos autorizados a adentrar o gramado e tiar as fotos das equipes. Um obrigado a ele, e aqui estão as fotos:


CA Juventus (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


São Paulo FC (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Em pose inspirada na Copa do Mundo (a mais acertada de todas), o quarto árbitro Hélio Lucchetti Neto, o capitão do São Paulo, o auxiliar 1 Daniel Luis Marques, o árbitro Márcio Roberto Soares, o capitão do Juventus e o auxiliar 2 William Jorge Dias, posam para o JOGOS PERDIDOS. Foto: Fernando Martinez.

Depois das fotos, fomos buscar nosso espaço na lotada arquibancada do CT. Isso mesmo, o público tomou conta do lugar, em plena sexta à tarde. Sempre tem alguém nesses jogos, é fantástico! Bom, agora sobre o jogo, vimos o Juventus começar o jogo a mil, tomando conta do campo e não deixando o São Paulo jogar. Essa pressão resultou, logo aos oito minutos, no primeiro gol do Moleque Travesso e da partida. Mas como o Juventus é sempre Juventus, ao invés de continuar com a pressão, o time sossegou e deixou o Tricolor gostar da partida.


Ataque do São Paulo no primeiro tempo da partida. Foto: Emerson Ortunho.

Com isso o São Paulo foi gostando do jogo e não demorou muito para empatar a partida. Depois de jogada bem tramada do seu ataque, o tie chegou à igualdade. Meio perdido, o Juventus não demonstrou tanta reação, e acabou levando o jogo no lucro para o intervalo, no empate mesmo. No intervalo conseguimos expulsar umas quatro pessoas dos seus lugares graças às nossas conversas sobre os grupos da Terceirona Carioca, Série C, Segundona Mineira e Copa FPF. Enquanto todos queriam falar só sobre São Paulo e Libertadores, a gente tinha assuntos bem mais interessantes em pauta.


Ataque do time do Morumbi no primeiro tempo. Ao fundo uma paisagem um tanto quanto futurista, no belo CT do Pão de Açúcar. Foto: Emerson Ortunho.

No segundo tempo, o Juventus continuou mal, e o São Paulo veio disposto a virar bastante rápido o marcador. Com chances perdidas, o time do Morumbi até demorou, mas conseguiu a tão sonhada virada. O gol foi de cabeça, fácil, depois de uma cobrança de escanteio. Parecia que ficaria assim mesmo, já que os grenás não apresentavam muita precisão em seus ataques. Numa pressão efêmera, deixava o contra-ataque aberto, e nessas o São Paulo perdeu pelo menos três chances de marcar o terceiro e liquidar o jogo.

Mas como o futebol é fascinante, o Juventus acabou conseguindo o milagre. Depois de uma cobrança de escanteio aos 46 minutos, e depois de uma grande confusão na área, a bola sobrou na entrada da área para um jogador juventino. Como o goleiro do São Paulo estava perdido no meio da bagunça da grande área, ele só conseguiu acompanhar o preciso chute ir parar no fundo das redes.


Final de jogo, e desespero juventino em busca do empate. Foto: Fernando Martinez.

Foi assim, com muito desespero e um grande jogo, tivemos Juventus 2-2 São Paulo. A nota positiva fica para o uniforme dos grenás, feito pela Nike. Assim como no ano passado, o time joga o sub-20 com essa camisa. Mas a pergunta é: se o uniforme é tão fantástico (para mim o melhor e mais bonito que já vi no Juventus até hoje), porquê não utilizá-lo no principal?

Depois disso, rumamos para o Vila Madalena, aonde o grande JR deixou eu e o David no metrô e fomos passear um pouco por alguns sebos geniais na Rua Augusta. Realmente, as férias são demais! E nessa semana, com o final da Copa, começa realmente o segundo semestre aqui no JOGOS PERDIDOS. Muita coisa boa e inédita vem por aí.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário