Procure no JP

terça-feira, 25 de julho de 2006

Brasileiro Série C: Juventus 4-1 Estrela do Norte/ES

Opa,

Depois da rodada tripla no sábado, o domingo foi sob medida para ficar em São Paulo mesmo, curtindo (para mim) a volta de uma tradição. Desde o ano 2000 não tinha o prazer de acompanhar uma partida por uma competição nacional no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a famosa Rua Javari. Lá curti o jogo entre Juventus e Estrela do Norte/ES, pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C.

Oficialmente, e sem contar a Copa João Havelange 2000 (ainda não havia separação de divisões específicas), foi a minha volta à Javari em Séries C desde o jogo entre os grenás e o Juventude/MT, vencido pelos donos da casa por 2 a 0, no dia 6 de outubro de 1999. Saudade maior impossível. E é necessário o registro que o Juventus não perde na Javari por competições nacionais desde 1996. Dez anos de invencibilidade não é pouca coisa.

Chegando no estádio, aquelas figurinhas carimbadas do local já sugiram: Sérgio Manjuillo, Fernando Galuppo, Maurício "Nassau" , Édson Natali, etc, etc, etc... do JOGOS PERDIDOS, Jurandyr, David e Mílton marcaram seus lugares.

Bom, agora sobre o jogo, o Juventus precisava urgentemente de uma vitória, para ainda continuar com o difícil sonho da classificação vivo. Com apenas um ponto na tabela e dois gols negativos de saldo, o time tinha que mostrar serviço. Mas no começo foi difícil o Juventus chegar ao gol do Estrela, que não dava espaços ao time grená.


Lance perigoso do ataque juventino ainda com a partida sem a abertura do placar. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos 17 minutos a sorte juventina mudou: depois de um cruzamento até meio despretencioso da esquerda, a bola cruzou toda a área e foi encontrar o atacante Sérgio Lobo quase do lado da trave. Ele então marcou o gol do Juventus de cabeça, deixando a feliz torcida juventina mais aliviada. E não demorou muito para o segundo gol, que aconteceu aos 30 minutos. depois de cruzamento da direita, o atacante Almir furou a primeira, mas na segunda chance só deslocou o goleiro capixaba e colocou no canto direito dele. Juventus 2 a 0.


O atacante Almir recebendo a bola. Ele ainda iria virar para marcar o segundo gol juventino. Foto: Fernando Martinez.

O intervalo foi legal para revermos todos os doidos da Javari. Quem nunca foi lá não sabe o que perde... acredito que seja um dos estádios mais charmosos de todo o Brasil. Mais de 130 jogos vistos e mais de 10 anos lá me credenciam em conhecer um pouco o local né?


No alambrado, eu fazendo cara de bons amigos ainda com o jogo em 0 a 0 no primeiro tempo. E também registro minha homenagem ao genial Olaria. Foto: Guilherme (torcedor do Juve e que fez as vezes de gandula nesse jogo).

No segundo tempo, o Estrela do Norte voltou melhor e dominou a partida até os 20 minutos. O Juventus parece que mandou uma feijuca no vestiário e só viu os capixabas jogarem. Aos 13 minutos, o jogador Nem marcou de cabeça o gol alvinegro e depois disso por mais duas vezes o Estrela teve chances claras de empatar a partida. Parecia tudo perdido...


O Juventus, tentando o ataque no começo do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Juventus resistiu bravamente á pressão do Estrela e aos poucos foi re-equilibrando o jogo. E no sofrimento, quando o jogo seguia para o final, o Juventus marcou seu terceiro gol. Numa cobrança de escanteio, o goleiro falhou, e o atacante Sérgio Lobo marcou de cabeça seu segundo gol no jogo e o terceiro tento dos grenás.


O goleiro do Estrela do Norte pula mas não acha nada. Na foto, o atacante Sérgio Lobo só está esperando a bola para marcar o terceiro gol dos Atomic Grapes. Foto: Fernando Martinez.

Para fechar a tampa do caixão, ainda teve tempo para o quarto gol, aos 41 minutos. Depois de bela roubada de bola no meio-campo, o jogador Tomaz foi chegando sozinho e fuzilou de fora da área. Juventus 4 a 1 e goleada sacramentada!


Detalhe do quarto gol juventino no final do jogo, deixando a torcida grená feliz da vida na Javari. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 4-1 Estrela do Norte. Mesmo com a vitória do Americano sobre o Ipatinga, o Juventus está vivo na Série C, mas não pode nem pensar em perder pontos nos seus dois próximos jogos (Estrela fora e Ipatinga na Javari) se quiser sonhar com a vaga. Ao Estrela resta ganhar suas três partidas e torcer contra os outros.

No mais, depois ainda curti de boa o final do domingo, já pensando o que verei no próximo.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário