Procure no JP

segunda-feira, 31 de julho de 2006

Copa FPF: Portuguesa 0-0 Juventus

Opa,

Eita! Apesar da correria no serviço, que me impede de atualizar mais fácil o JP, vamos continuar com a avalanche de jogos do final de semana. No sábado, depois da rodada dupla na Javari de manhã, à tarde tinha que acompanhar um jogo perto de casa, já que teria um casamento à noite. A pedida mais sensata então era o clássico entre Portuguesa e Juventus, no Canindé, pela Copa FPF. Juntos comigo, numa tarde extremamente fria, o Jurandyr, Mílton, David e o Seu Natal perdidos por lá.

Dessa vez estava disposto a tentar entrar no campo e conseguir as fotos (exclusivas) dos times posados. Com uma prestatividade interessante, os fiscais da FPF me liberaram para as fotinhos. É, de vez em quando as coisas acontecem como queremos. Seguem as fotos, e como disse antes EXCLUSIVAS, das equipes:


A Portuguesa de Desportos - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Juventus - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Depois de sair do campo, fui buscar meu lugar na arquibancada para conferir o jogo. Olha, e a partida teve o frio como inspiração. De forma irritante o primeiro tempo foi bastante burocrático, sem muitas emoções assim.


Escanteio para o Juventus no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

A Portuguesa não dizia ao que tinha vindo e o Juventus, mesmo com uma melhor equipe, pouco fez para abrir o placar. A chance mais aguda de gol veio dos pés do atacante Renan (ele mesmo!) e que ele conseguiu a proeza de perder um gol, cara a cara e com o goleiro da Lusa caído no chão. Mais perdido impossível. E o jogo foi para o intervalo sem a abertura de contagem.

O segundo tempo foi um pouco melhor, mas com o Juventus praticamente jogando sozinho. A Portuguesa não se encontrava na partida e acredito que tenha chegado umas duas vezes apenas ao gol grená, mas em ambas as situações sem perigo.


Cara-a-cara, o Juventus perde mais um gol no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Nessa estapa, o Juventus abusou da paciência da torcida e perdeu quatro chances incríveis. Duas delas em que os atacantes perderam os gols na frente do goleiro, uma na trave e outra que a zaga da Lusa foi mais ágil. Ficava claro que só sairia um gol por milagre.


Visão geral do segundo tempo da partida entre Portuguesa e Juventus. Foto: Fernando Martinez.

E com essa irritante falta de habilidade dos Atomic Grapes, o jogo não poderia ter tido melhor sorte. Final de partida: Portuguesa 0-0 Juventus. Um jogo com nota baixíssima, com frio e garoa... mas mesmo assim não desanimamos. Detalhe que esse foi meu primeiro 0 a 0 desde o dia 2 de março, quando vi o jogo Paulista 0-0 Libertad. Quase cinco meses depois, mais um jogo sem gols. Pena que não seria o primeiro do fim de semana.


A galera do mal no Canindé: um Mílton animado, um Alfredo desbocado, um David comemorado, um Jurandyr sempre coitado e o seu Natal reavivado no JP depois de um mês ausente. Foto: Fernando Martinez.

Voltando pra casa fui curtir um bom casório, com comida, bebida e boa música. Mesmo chegando tardaço em casa, consegui forças para levantar cedíssimo, com 11 graus na moleira e fazer uma verdadeira viagem para mais um jogo. Isso fica para o próximo post.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário