Procure no JP

sexta-feira, 26 de março de 2010

Virada do PAEC sobre o América pela Série A2

Fala pessoal!

Dia de semana, branco na folhinha, e mais uma rodada dupla genial aqui no JOGOS PERDIDOS. Dois jogos pelas divisões de acesso de São Paulo, que já estão se aproximando do final da primeira fase. O primeiro embate do dia foi entre Pão de Açúcar e América de São José do Rio Preto, válido pela 18ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2 no Estádio Conde Rodolfo Crespi, o templo juventino da Rua Javari que aparece "pouco" aqui no blog.

Acordei cedo, mas uma soneca esperta na hora do almoço quase me fez perder o horário de chegar com antecedência para as fotos posadas. Corri bastante e mesmo em cima da pinta consegui as fotos oficiais e exclusivas da peleja:


Pão de Açúcar EC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


América FC - São José do Rio Preto/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Michel Douglas dos Santos, os auxiliares Luiz Quirino da Costa e Waldete Ramos Rodrigues e o quarto árbitro Fabricio Santos Fontana posam para as lentes do JP junto com os capitães de PAEC e América. Foto: Fernando Martinez.

Já classificado, o PAEC queria afastar a má impressão deixada pela sonora derrota sofrida contra o Guarani de Campinas por 4x0 na rodada anterior. Ainda na luta para terminar a primeira fase na primeira colocação, o time paulistano não teria vida fácil contra um América que jogava suas últimas fichas em busca de uma vaga na segunda fase. Uma derrota americana poderia muito provavelmente significar o término do sonho.

Junto comigo, o David e o seu Natal também estiveram na Javari. Além dos dois, mais 74 testemunhas para acompanhar o jogo da equipe da capital paulista... aproveito então e lanço uma questão: Como será o público se o time subir para a elite do estado? Bom, especulações à parte, o Pão de Açúcar não mostrou um bom futebol na primeira etapa e viu o América deitar e rolar no gramado juventino.

O onze de Rio Preto não se intimidou com o fato de jogar fora de casa e foi senhor absoluto da peleja. A equipe empurrou o PAEC para seu campo de defesa e criou muitas chances para abrir o marcador. E de tanto insistir, o Diabo passou na frente do placar aos 15 minutos num chutaço fora da área do jogador Wellington. A bola bateu no poste que segura a rede e saiu sem tocar nela, fazendo com que demorássemos para ver que foi gol mesmo. Somente tivemos certeza quando o próprio Wellington comemorou com os outros atletas do time.


Rara chegada do PAEC no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com a vantagem parcial a equipe vermelha não esmoreceu, e o restante da primeira etapa ainda foi todo seu, mas o time perdeu muitas chances para ampliar ainda mais o placar. Teve bola na trave e gol perdido cara-a-cara com o goleiro do PAEC, e graças a isso o jogo chegou ao seu intervalo com "apenas" 1x0 para os americanos. Nesse intervalo encontramos o Jurandyr zanzando por lá e fomos então para o gol "da creche" da Javari acompanhar o ataque paulistano no tempo final.


Zaga do América saindo do seu campo de defesa. Foto: Fernando Martinez.

O América porém voltou sem o ímpeto que marcou a etapa inicial e aos poucos o PAEC foi mostrando o costumeiro bom futebol da equipe. E numa jogada rápida pela direita, o time da casa conseguiu um pênalti a seu favor aos 15 minutos, após belíssima jogada do jogador Juca. Ele tocou para Thiago Santos chutar rente a trave, mas o árbitro viu um puxão do zagueiro em cima do atacante amarelo. Na cobrança, Sérgio Lobo deixou tudo igual na Javari.


Cobrança de pênalti que deixou tudo igual no marcador na Rua Javari. Foto: Fernando Martinez.


Falta perigosa para o onze paulistano no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

E para desespero do América, a equipe do Pão de Açúcar virou o jogo aos 25 minutos, em bola enfiada para o jogador Ricardinho, que bateu na saída do goleiro Fabiano. A defesa do time de São José do Rio Preto protestou demais com o árbitro e com o auxiliar número 2, pedindo um suposto impedimento. De acordo com o pessoal que estava na linha do lance, não pareceu que o atleta do PAEC estava impedido, mas mesmo assim o time americano ficou bastante irritado com a não-marcação.


Momento exato do segundo gol dos donos da casa, em lance bastante reclamado pelo pessoal do América. Foto: Fernando Martinez.


Ataque perigoso do Pão de Açúcar pela direita. Foto: Fernando Martinez.

A derrota deixaria o time visitante fora da sequência do campeonato, mas o Diabo não conseguiu assustar mais os donos da casa. Só que ainda tinha tempo para mais reclamação num lance em que o jogador Robinho teria sido derrubado dentro da área. O árbitro chegou a marcar a penalidade, mas o auxiliar número 1 não foi na dele e marcou apenas escanteio. Muita reclamação e cabeça quente de todo o time do América. E como desgraça pouca é bobagem, aos 47 minutos o Pão de Açúcar fechou o caixão do time vermelho com um gol de cabeça de Héverton.


Momento da cabeçada do jogador Héverton, no terceiro gol dos donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Pão de Açúcar 3-1 América. O gol sofrido deixou o time paulistano na segunda colocação da Série A2 com a mesma pontuação do Linense, mas perdendo no saldo de gols. Como a equipe disputa o último jogo contra o rebaixado Flamengo, e o time de Lins pega um São Bernardo FC que ainda disputa vaga na próxima fase, existe uma boa chance do time da rede de super-mercados terminar a primeira fase como líder. Já para o América fica a tristeza da eliminação e de que em 2011 mais uma vez o Diabo estará na luta para uma vaguinha na elite estadual.

Após esse jogo fui para o centro de São Paulo conversar com um querido amigo da Galeria do Rock. Conversas esotéricas e espirituais estavam na pauta do dia, e alguns bons esclarecimentos foram vistos. E depois de curtir um bom sanduba de mortadela na esquina da Ipiranga com a São João, zarpei para o bairro da Barra Funda...

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário