Procure no JP

terça-feira, 23 de março de 2010

Noroeste vence e carimba passaporte para a segunda fase da Série A2

Olá,

Em mais um final de semana dedicado à cobertura "in loco", das competições de acesso em andamento, promovidas pela FPF, no sábado pela manhã, voltei o colocar o pé na estrada, transitando inicialmente pela Rodovia Castello Branco, para em seguida, seguir pela Rodovia Mal. Cândido Rondon até uma importante cidade do interior paulista, que não tem aparecido com frequência aqui no JP. Depois de rodar 345 km e passar por 8 pedágios, cheguei à bela cidade de Bauru, com o objetivo de conferir, no Estádio Dr. Alfredo de Castilho, a partida E.C. Noroeste x São Bernardo F.C.L., válida pela antepenúltima (17ª) rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2.

Fiz uma viagem bem tranquila, chegando à cidade com tempo de sobra para fazer um passeio pelo calçadão do Centro de Bauru, para em seguida ir almoçar. Após um belo almoço, me dirigi ao estádio, sendo que no caminho, presenciei um cenário que deixa triste quem curtiu e tem saudade das viagens de trem, pois passei próximo a um local aonde estão estacionados vários vagões e locomotivas, praticamente destruídos pelo tempo e vandalismo. Ainda tenho esperança de que as ferrovias possam ser reativadas para o transporte de passageiros, em larga escala.

Ao chegar no estádio, fiz o meu credenciamento e, em seguida, me posicionei junto à linha lateral do gramado, para aguardar a entrada das duas equipes e dos árbitros, com o objetivo de fazer as fotos oficiais da partida, as quais apresento abaixo, sendo mais uma vez, conseguidas de forma exclusiva.


E.C. Noroeste - Bauru/SP. Foto: Orlando Lacanna.


São Bernardo F.C.L. - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Marcelo Krochmalnik, os assistentes Eduardo de Jesus Conceição e José Márcio Mariano e o quarto árbitro Thiago Caetano dos Santos junto com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Esse confronto colocou frente à frente duas equipes que integravam o G8 antes do início da rodada e que buscavam consolidar suas posições, visando a próxima fase da competição. Os donos da casa entraram em campo com 29 pontos, situados na 4ª posição, enquanto os visitantes, vinham logo em seguida, na 6ª colocação com 27 pontos.

Vale lembrar que o Noroeste, a exemplo do Corinthians, também está comemorando o seu centenário em 2.010, pois foi fundado na mesma data do Timão, ou seja, 01/09/1910 e, portanto, o Norusca é irmão gêmeo do alvinegro do Parque São Jorge. Para marcar data tão importante, nada melhor do que retornar à elite do futebol paulista.

Agora falando da partida, o jogo começou meio devagar, com os dois times se estudando e agindo com muita cautela. O primeiro lance mais agudo, aconteceu aos 9 minutos, quando o avante Rafael Aidar penetrou pela esquerda e chutou cruzado, obrigando o goleiro Marcelo Bonan a desviar para escanteio.


Jogada de ataque do Noroeste, pelo alto, no início da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Até por volta do trigésimo minuto, o domínio territorial foi do time de Bauru, porém sem muitas jogadas ofensivas, uma vez que insistia nos cruzamentos pelo alto, os quais eram neutralizados pela defesa do time do ABC, com destaque para o zagueiro Rafael Silva, que não perdia uma jogada. O Norusca apenas incomodou aos 23 e 28 minutos, em jogadas que tiveram as participações de Marcinho e Doda, cuja primeira finalização foi para fora e a segunda, morreu nas mãos do goleiro visitante. O primeiro real ataque do São Bernardo, somente ocorreu aos 29 minutos, através do atacante Ney Mineiro, que obrigou o goleiro André Luís a fazer a primeira defesa mais trabalhosa.


Goleiro do Noroeste se preparando para fazer a defesa. Foto: Orlando Lacanna.

A primeira etapa já se aproximava do final, quando na marca dos 38 minutos, o São Bernardo voltou a incomodar a defesas noroestina, num arremate do experiente meia Luciano Bebê, que passou muito perto, assustando a torcida alvirrubra. A resposta do time de Bauru veio aos 42 minutos, numa cobrança de falta executada por Marcinho que exigiu ótima defesa de Marcelo Bonan.


Ataque do Noroeste pela ponta direita no finalzinho da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Um pouco antes do encerramento da primeira etapa, o São Bernardo teve o seu atleta Claudiney Rincon expulso, por ter recebido o segundo cartão amarelo, deixando sua equipe com um homem a menos para disputar toda a segunda etapa. Mais alguns segundos de bola rolando e o primeiro tempo foi encerrado com o placar não sendo movimentado por ninguém.

Durante o intervalo fiquei me protegendo do sol forte, sentado num dos bancos de reservas, que além de ter uma cobertura providencial, dispõe de bancos confortáveis, iguais aos que encontramos em ônibus de viagem, os quais foram fornecidos por um dos patrocinadores do Noroeste, que é justamente a empresa de ônibus que liga Bauru a São Paulo.

Com um homem a menos, o São Bernardo voltou para o segundo tempo, com uma postura ainda mais defensiva e, com isso, o Noroeste foi com tudo para o campo de ataque, forçando as jogadas pelas pontas, em especial pelo lado direito, visando conseguir a vitória que garantiria a sua passagem à segunda fase do campeonato. A sequência de ataques do Noroste foi intensa, tanto que, aos 14 minutos, Rafael Aidar invadiu a área, tirou o zagueiro da jogada e bateu cruzado, porém o goleiro do "Tigre" do ABC estava atento e acabou com o perigo.


Disputa de bola pelo alto no início do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Como diz o velho ditado: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", o Noroeste chegou ao seu gol, aos 22 minutos, em outra jogada pela direita, iniciada com mais uma escapada em velocidade de Rafael Aidar e cruzando com precisão na cabeça de Cleverson, que mandou a bola no canto direito da meta defendida por Marcelo Bonan, que nada pode fazer.


Bola no fundo da meta do São Bernardo no gol de Cleverson. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo em vantagem no marcador, o Noroeste não tirou o pé do acelerador e continuou mandando na partida, tendo criado mais algumas chances para aumentar a diferença, como aconteceu aos 30, 34 e 40 minutos, em lances de ataque com as participações de Cleverson por duas vezes e Adilson Souza, que não foram felizes nas conclusões.


Mais um ataque do Noroeste pela direita na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de jogo com o marcador estampando Noroeste 1 - 0 São Bernardo que garantiu a passagem do time de Bauru para a segunda fase, estando no momento classificado na 4ª posição com 32 pontos e aguardando a realização das duas últimas rodadas, para conhecer os seus adversários diretos na disputa pelas vagas à Série A1 em 2.011.

Quanto ao São Bernardo, a derrota não o tirou do G8, deixando-o na 7ª colocação com os mesmos 27 pontos. Ainda vai disputar seis pontos em duas partidas, sendo que a primeira será realizada em 24/3 em Osvaldo Cruz, contra o time do mesmo nome e, a última, no próximo domingo (28/3), contra o Linense no ABC. Dá para chegar entre os oito melhores e também disputar um lugar na elite.

Partida encerrada e retorno ao o hotel, para jantar, dormir e aguardar a manhã do domingo, visando seguir viagem para outra importante cidade do nosso interior e acompanhar mais uma partida emocionante, valendo por outra competição de acesso, mas essa história fica para mais tarde. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário