Procure no JP

segunda-feira, 15 de março de 2010

União Barbarense vence fora de casa e continua buscando o G8 da Série A2

Olá,

Dando sequência à cobertura "in loco" das competições de acesso promovidas pela FPF, no último final de semana, o JOGOS PERDIDOS se fez presente em quatro partidas, sendo que a mim coube a missão de ver de perto dois jogos em cidades diferentes do interior paulista. A minha jornada começou no sábado, quando viajei até a cidade de Sorocaba, indo mais precisamente ao Estádio Walter Ribeiro, para conferir a partida C.A. Sorocaba x União Agrícola Barbarense F.C., válida pela décima sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2.

Por conta da realização da IndyCar em São Paulo, saí da Capital com muito tempo de antecedência em relação ao horário da partida, temendo possíveis congestionamentos em trechos da Marginal do Tietê, mas para minha surpresa e felicidade, o trânsito fluiu legal e acabei chegando ao meu destino com tempo de sobra. Lá chegando, aquele costumeiro papo com os amigos ligados à FPF, aos clubes e também com representantes da imprensa das duas cidades envolvidas na partida.

Depois dos vários bate-papos, fui acertar com os capitães das equipes o esquema para fazer as fotos oficiais e fiquei aguardando, junto à lateral do gramado, a entrada dos times e dos árbitros, que posaram com exclusividade para as lentes do JP. As fotos estão apresentadas abaixo:


C.A. Sorocaba - Sorocaba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


União Agrícola Barbarense F.C. - Santa Bárbara D'Oeste/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Edson Reis Pavani Junior, os assistentes Osny Antonio Silveira e Marcelo Zamian de Barros e o quarto árbitro Marcelo Fabiano Mingoranci junto com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Como a competição está se aproximando do final da primeira fase (faltavam apenas 4 jogos), a conquista da vitória era questão de vida ou morte para as duas equipes seguirem com chances de classificação à segunda fase, uma vez que ambas, antes da rodada começar, estavam classificadas fora do G8. O time da casa na 12ª colocação com 18 pontos e os visitantes com 21 pontos na 11ª posição. Portanto, quem perdesse, estaria mais perto de dar adeus ao sonho de continuar lutando pelo acesso à elite do futebol paulista.

Nos primeiros quinze minutos, a maioria das jogadas se concentravam entre as duas intermediárias, com um ou outro lance mais incisivo por parte dos dois times. A jogada mais importante desse período aconteceu na marca do 12 minutos e foi do União, numa escapada pela direita de Danilinho que acabou chutando torto.


Um dos vários momentos da partida concentrado no meio-de-campo. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o jogo foi ganhando em movimentação e, com isso, algumas oportunidades mais claras de gol começaram a aparecer, como aconteceu aos 18 minutos, quando o atacante Emilio, do União, desperdiçou uma chance inacreditável, ao invadir a área pelo meio em posição legal, com a defesa adversária parando e pedindo impedimento, mas para seu azar, o tiro foi para fora e a chance morreu ali, com o atacante barbarense colocando as mãos na cabeça, lamentando muito o gol perdido.

A resposta do Atlético foi imediata, aos 19 minutos, num golaço anotado por Márcio Goiano, que acertou um torpedo no ângulo esquerdo da meta defendida por Gabriel, aproveitando rebote após duas defesas do goleiro alvinegro, abrindo a contagem a favor do "Galo" de Sorocaba.


Bola estufando a rede do União no primeiro gol do jogo. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo em vantagem no marcador, o Atlético continuou jogando ofensivamente, criando pelo menos mais três bons momentos, como aconteceu aos 22, 31 e 32 minutos, em jogadas com as participações de Fabiano Campos, Luciano e Lombardi. A partir do trigésimo quinto minuto, o União Barbarense passou a dominar ações, porém não chegou a criar grandes momentos para chegar ao empate e, dessa maneira, a primeira etapa foi concluída com a vantagem mínima a favor dos anfitriões.


Jogada aérea do ataque do União Barbarense na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Ataque do Atlético pela direita no finalzinho do primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo fiquei curtinho uma sombrinha, sentado num banco localizado debaixo de uma árvore, num daqueles cenários que só são encontrados em estádios do interior. Os quinze minutos passaram muito depressa e, lá fui eu novamente, enfrentar o astro rei por toda segunda etapa, que prometia muitas emoções.

A bola voltou a rolar e, logo no primeiro minuto, o União chegou ao empate, num gol anotado por Álisson, que aproveitou um bate-rebate, após cobrança de um escanteio pela direita. Aliás, o time barbarense voltou arrepiando, pois com apenas um minuto de jogo, já tinha conseguido dois escanteios seguidos, sendo que na segunda cobrança, nasceu o gol de igualdade no placar.


Escanteio cobrado pela direita que originou o gol de empate do União. Foto: Orlando Lacanna.

O Atlético sentiu o gol, mas, mesmo assim, quase recuperou a vantagem no placar, aos 6 minutos, quando Luan perdeu uma ótima chance, ao concluir sem muita força, uma bola recebida de presente no interior da área, permitindo que o goleiro Gabriel praticasse a defesa e reparasse o erro da sua zaga.


Numa imagem mais aberta, a ótima chance perdida por Luan do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.

A igualdade no placar não interessava a nenhuma das equipes e, por conta disso, as jogadas de ataque foram se sucedendo, com predominância do "Leão da Treze", que chegou o gol da virada, aos 19 minutos, marcado de cabeça pelo baixinho Izaias, que entrou no segundo tempo e botou fogo no jogo. A vantagem alvinegra durou menos de dez minutos, pois, aos 28 minutos, o time sorocabano chegou à igualdade, num gol marcado pelo contestado avante Luciano, desviando de leve, uma bola espirrada na pequena área.


Luciano tocando de leve e marcando o segundo gol do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.

Após ter visto o seu time chegar ao empate, a torcida local passou a incentivar ainda mais o Atlético, mas para tristeza dos sorocabanos, quem chegou ao terceiro gol, foi o União, na marca dos 32 minutos, marcado de cabeça por Emílio, ao aproveitar um cruzamento, na medida, executado por Izaias pelo lado esquerdo. Esse gol provocou um desajuste no time da casa, que teve os atletas Baggio e Adriano Peixe, expulsos aos 34 e 38 minutos respectivamente, praticamente eliminado qualquer chance de recuperação.

Nos últimos cinco minutos, o União procurou gastar o tempo, porém ainda teve tempo de quase ampliar a contagem, aos 43 minutos, numa jogada em que Vitor poderia ter feito o gol, se não tivesse tentado dar mais um drible. Mais alguns minutos e o jogo foi encerrado com o marcador estampando Atlético Sorocaba 2 - 3 União Barbarense , que fez o time da casa cair uma posição na tábua de classificação, passando para a 13ª colocação com os mesmos 18 pontos.

Mesmo com a vitória, o time de Santa Bárbara D'Oeste permaneceu na mesma posição (11ª) que estava antes do início da rodada, agora com 24 pontos, ficando apenas a um ponto do oitavo colocado, embora concorrendo com outros dois times. As três últimas rodadas serão decisivas para definição dos classificados à segunda fase.

Final de partida e mais um retorno para São Paulo com o compromisso de, no domingo pela manhã, voltar a colocar o pé na estrada para mais uma partida no interior paulista. É só aguardar o próximo post que essa história será contada.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário