Procure no JP

sábado, 6 de março de 2010

Sport Barueri se recupera com grande vitória em cima da Itapirense

Fala povo!

Depois da vitória do PAEC na Rua Javari na quarta-feira à tarde, tivemos a chance de fazer a sessão noturna em mais um jogo do Campeonato Paulista da Série A3. Seguimos mais uma vez até a bela Arena Barueri para o jogo entre o Sport Barueri e a SE Itapirense, equipe sempre lembrada com carinho pelo JP por ter sido contemplada com o "Troféu Retorno" em 2006, pela volta ao profissionalismo naquele ano.

Para esse jogo, além da presença da dupla seu Natal/David, tivemos a presença do Emerson saindo do seu retiro espiritual e nos honrando com a sua presença. Saímos da Javari e fomos buscar o mais ilustre torcedor do Jabaquara no seu respectivo lar. Após isso, uma parada básica para comer numa padoca classe A que fica na Vila Alpina mesmo e dali enfrentamos o trânsito surreal da capital de São Paulo rumo à cidade de Barueri.

E o trânsito sempre impossível dese explicar estava pior ainda. Levamos tempo demais para chegarmos na Marginal Tietê, e todos apostavam que chegaríamos na Arena Barueri atrasadíssimos, bem depois do apito inicial. Mas como num passe de mágica, o trânsito melhorou muito após a ponte da Vila Guilherme, e com o pé na tábua chegamos ainda faltando meia hora para o jogo começar. Graças a isso, as fotos foram possíveis. Quase que as equipes não posaram, mas no final deu tudo certo:


Sport C Barueri - Barueri/SP. Foto: Fernando Martinez.


SE Itapirense - Itapira/SP. Foto: Fernando Martinez.


Os capitães de Sport Barueri e Itapirense posando para o JP junto com o árbitro Leomar Oliveira Neves, os auxiliares Marcelo Moreno Santos e Victor Silverio Martini e o quarto árbitro Eduardo Cesar Maximiano. Foto: Fernando Martinez.

O jogo marcou a estréia do técnico Gerson Sodré pelos lados do Sport Barueri, equipe também conhecida por ser o antigo Campinas FC. O agora onze barueriense vinha de três jogos sem vitória, e pior ainda, sem marcar nenhum gol. A mudança de técnico foi a alternativa encontrada para que o time pudesse voltar a assustar os adversários. Já a Itapirense também precisava melhorar muito sua posição, e mesmo estando invicta nas últimas três rodadas, a equipe ainda está perto demais da zona de rebaixamento. No banco de reservas, a presença do técnico e ex-atacante Paulinho McLaren é a esperança contra o rebaixamento.

Acabei então acompanhando o ataque do time do interior durante a etapa inicial da partida, já que do "lado direito" do gramado temos uma área reservada para a imprensa com confortáveis bancos. E diferente da partida do time de Barueri contra o XV de Jaú na rodada anterior, o jogo dessa vez foi ótimo, com muitas alternativas dentro de campo. Logo aos 5 minutos o time local fez a festa da torcida presente com o gol de Élton aproveitando bate-rebate dentro da área da Itapirense.


Ataque da Itapirense pela direita no começo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

O gol fez com que o time de Itapira se lançasse ao ataque buscando o empate. A Vermelhinha jogava muito bem, chegando com perigo pelas laterais do campo mas pecando no último toque. A equipe chegou bem perto do gol que deixaria tudo igual no marcador, mas não conseguiu furar o bloqueio defensivo do Sport. E como castigo, o time interiorano sofreu o segundo gol antes do intervalo chegar. O capitão Flávio cobrou uma falta com extrema perfeição e deixou o Sport Barueri levar o jogo com a vantagem de 2x0 para o descanso obrigatório.


Belíssimo chute do onze de Itapira que passou muito perto do gol do Sport Barueri. Foto: Fernando Martinez.


Falta cobrada pelo capitão Flávio, no segundo gol do Barueri na partida. Foto: Fernando Martinez.

Nesse intervalo fui tomar o lanche que é servido para o pessoal da imprensa no quinto andar da Arena Barueri. Entre um copo de refrigerante e uma bolachinha, descobri que ali existe uma passagem para outro local que fica na parte mais alta da Arena. Existe um espaço, também para a imprensa, que fica acima dos refletores do local (!), num ângulo de visão simplesmente espetacular. Não tinha visto até hoje detalhes de um jogo de futebol em lugar tão alto, mas ao mesmo tempo perto do campo. A sensação ali é demais, ainda mais pois estava ventando muito, e assim parecia que iria ser levado pela ventania...


Zaga do time da casa tirando bola de dentro da área. Foto: Fernando Martinez.


Mais uma vez os jogadores de Sport Barueri e Itapirense num momento "sombras mágicas" dentro da grande área em ataque do time do interior no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas ventanias à parte, acabei voltando para o gramado da Arena Barueri para acompanhar o segundo tempo, e a partida conseguiu ser ainda melhor do que na primeira etapa. A Itapirense conseguiu fazer seu primeiro gol aos 15 minutos através do jogador Cazoni, que aproveitou bem um cruzamento na área. Isso assustou um pouco a torcida presente, mas aos 24 minutos tudo ficou alegre de novo quando o atacante Magrão recebeu bom lançamento em profundidade e tocou na saída do goleiro Evandro.


Na foto, o jogador Magrão recebendo passe em profundidade e tocando na saída do goleiro...


... para marcar o terceiro gol do Sport Barueri e sair comemorando também seu primeiro gol na competição. Fotos: Fernando Martinez.

O jogo estava muito bom e aos 30 mais um gol na peleja, agora com a Itapirense fazendo o segundo em cobrança de pênalti convertida com estilo por Neto Mineiro. O pessoal do time local reclamou bastante da marcação da penalidade, mas não teve jeito. O jogo seguiu com a Vermelhinha pressionando bastante até os minutos finais, tentando levar pelo menos um ponto para a cidade de Itapira. Mas o gol não saía, e para coroar a boa atuação do time da casa, o Sport chegou ao quarto gol no último lance da peleja aos 48 minutos. O time aproveitou de forma brilhante um certeiro contra-ataque e o jogador Reinaldo chutou para fechar o marcador.

Final de jogo: Sport Barueri 4-2 Itapirense. Grande vitória para o onze barueriense, que agora fica com 13 pontos, parando na 9ª colocação após nove jogos na primeira fase. A Itapirense cintinua com 9 pontos na 15ª colocação, muito perigosamente perto da zona de rebaixamento. Mas faltando dez jogos para cada time muita coisa pode mudar, e torcemos bastante para que a Itapirense saia dessa situação logo.

Após o jogo então voltamos para o Possante 558 do seu Natal rumo à capital paulista. Muitas bobagens como sempre e revelações bombásticas do David foram o prato principal da viagem. Se ele fosse alguma celebridade, com certeza as suas confissões surreais iriam parar na capa de algum portal-master de fofocas. Tudo bem que nem sei se precisava saber de tudo que foi dito, mas está valendo. Acabei ficando então no Metrô Armênia, que era perto do meu antigo QG, mas que agora é bom longe do meu lar. Mas quarenta minutos depois já estava no meu sofá vendo mais um bom jogo do querido Boston Celtics pela NBA.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário