Procure no JP

quarta-feira, 24 de março de 2010

Empate entre Juventus e Penapolense pela Série A3

Fala pessoal!

No último final-de-semana, as condições precárias em que me encontrava acabaram me fazendo acompanhar somente uma partida... mas que partida! Segui mais uma vez para o bairro da Mooca para mais uma cobertura grená no Campeonato Paulista da Série A3. Pela primeira vez na história em jogos oficiais, Juventus e Penapolense se enfrentariam e eu não tinha como ficar de fora dessa. O palco da peleja mais uma vez foi o Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari.

Graças a uma noite muito mal dormida, o horário dessa vez não foi problema, e cerca de 50 minutos antes do jogo começar já estava nas dependências do templo juventino. Graças a isso as fotos oficiais e exclusivas foram feitas sem maiores problemas, e agora seguem aqui no JP:


CA Juventus - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Penapolense - Penápolis/SP. Foto: Fernando Martinez.


Os goleiros de Juventus e Penapolense posando para as lentes do JOGOS PERDIDOS junto com o árbitro Carlos Roberto dos Santos Jr, os auxiliares Leandro Matos Feitosa e Marcos Sehnem e o quarto árbitro Ramon Rodrigues. Foto: Fernando Martinez.

O time paulistano nunca havia enfrentado o onze de Penápolis em jogos válidos por Campeonatos Paulistas na sua história, então para esse momento único tivemos a presença de figuras carimbadas sempre presentes por lá. Além do David, fazendo a presença JP no jogo, o Mílton e os amigos Maurício "Nassau" e Syller estiveram lá. O "Blaze Bailey da Móoca" Sérgio Manjuillo e seu fiel escudeiro Jorge "Múcio" também enfrentaram o sol forte para ver mais um jogo do Juventus nessa Série A3 2010.

E a partida prometia bastante, já que o Penapolense luta por um lugar ao sol no G-8 do campeonato, enquanto o time da capital paulista precisava vencer para se recuperar do empate em casa na rodada anterior contra o XV de Jaú. E posso dizer que vi um dos melhores jogos do ano, mesmo com o forte calor da manhã de domingo. O Juventus começou a partida tentando impor um melhor futebol, mas esbarrava no bom esquema defensivo do time visitante.


Chegada do Juventus pela direita do ataque. Notem o escudo invertido na camisa do jogador Ricardinho. Bizarro... Foto: Fernando Martinez.

Só que aos poucos o Penapolense foi também levando bastante perigo em contra-ataques, e mesmo tendo menos tempo de posse de bola, as suas oportunidades foram mais perigosas. De qualquer forma, o bom público presente na Javari viu uma série de chances perdidas pelas duas agremiações, e caso os atacantes estivessem num dia um pouco mais inspirado, facilmente a partida poderia ter sido palco de muitos gols, tamanho o número de chances criadas.


Zaga do Penapolense afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.


Chance de ouro perdida pelo Moleque Travesso no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas quando achávamos que o jogo seguiria para o intervalo sem a abertura do placar, o Juventus aprontou das suas e marcou seu gol. Depois de cruzamento perfeito da esquerda, o jogador Alessandro se antecipou à zaga do CAP e cabeceou no canto direito do goleiro Ricardo. O pessoal do time de Penápolis reclamou bastante da presença de outra bola dentro do campo de jogo no gol, mas como a bola foi jogada para o gramado por um atleta do Penapolense, não há motivo para reclamação.


Bobeada do goleiro Ricardo que o Juventus não conseguiu aproveitar. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo fiquei ainda dentro de campo apreciando o ambiente e falando muita bobagem com o pessoal amigo que fazia a cobertura da peleja. E como o sol parecia querer sumir um pouco, resolvi acompanhar novamente dentro de campo o ataque grená no segundo tempo. Mas os 45 minutos finais foram completamente dominados pelo time do Penapolense. Logo aos 6 minutos o CAP chegou a igualdade do marcador em blitz da equipe dentro da área juventina. O goleiro Gustavo ainda chegou a fazer um milagre, mas no rebote o jogador Reinaldo deixou tudo igual.


Exato momento da cabeçada do jogador Alessandro, no primeiro gol juventino na partida. Foto: Fernando Martinez.

E a equipe do interior paulista continuou pressionando o Juventus em busca da virada no placar. Mas o time perdeu chances demais, para sorte do Moleque Travesso. E a equipe da casa deixou bastante a desejar nesse tempo final, demonstrando um certo nervosismo e somente por duas vezes conseguiu assustar o goleiro Ricardo.


O camisa 11 Ricardinho sofrendo forte marcação do CAP durante a segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final ficou tudo igual mesmo: Juventus 1-1 Penapolense. O empate deixou o time grená na 3ª colocação da Série A3 com 24 pontos. O Penapolense agora soma 21 e consegua uma vaguinha no G-8 justamente na oitava posição. Mas temos apenas 9 pontos separando o vice-líder do torneio do 15ºlugar. Com cinco jogos para cada time (seis para Palmeiras B e Lemense) a tábua de classificação pode ser bastante alterada.

Bom, após o jogo voltei para com um mal-estar tremendo e descobri depois que tive insolação... uma beleza! Passei o resto do domingo e parte da segunda-feira deitado para recuperar as forças, pois quarta-feira tem mais rodada por aqui.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário