Procure no JP

sexta-feira, 19 de março de 2010

Juventus empata com o XV de Jaú em jogo da Série A3

Fala povo!

Quarta-feira passada tivemos mais uma rodada do Campeonato Paulista da Série A3 e mais uma vez o JP se fez presente no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari, para um jogo que não rolava há 14 anos e que também era muito esperado por nós desde o rebaixamento grená no ano passado. Pela 13ªrodada da competição, Juventus e XV de Jaú se enfrentaram em busca de mais uma vitória. E dessa vez não deu chabu, e consegui fazer as fotos oficiais e exclusivas dos times e do quarteto de arbitragem:


CA Juventus - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC XV de Novembro - Jaú/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem formado pelo árbitro Marcelo Saltori, os auxiliares Everaldo Jorge da Silva e Patricia Carla de Oliveira e o quarto árbitro Edson Carpeggiani de Almeida posando para o JP junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Desde o longínquo ano de 1996, as duas equipes não disputavam uma parida oficial válida por Campeonatos Paulistas. Naquele ano, ainda com os dois times na Série A-1, foram dois jogos, o último deles num empate sem gols na Rua Javari no dia 6 de abril de 96. Desde então nunca mais Juventus e XV de Jaú estiveram disputando a mesma divisão. Vale registrar também que a última vitória do Moleque Travesso em cima do Galo da Comarca dentro dos seus domínios foi no dia 26 de março de 1989, quando venceu por 2x1.

Essa partida era importante para as pretensões dos dois times. O Juventus queria vencer para chegar ainda mais perto do Red Bull, líder isolado da A3 até aqui. Para o XV de Jaú, a vitória significaria a entrada no G-8 da competição. O time do interior paulista disputa uma vaga na Segunda Fase com muitas outras equipes, e qualquer ponto perdido pode ser fatal ao final dessa fase inicial do campeonato.

Para esse peleja, tivemos a presença do Victor e do David por lá, fazendo a comitiva do JP no jogo. Além deles, o Quarteto Fantástico da Javari (Sérgio Manjuillo, Alfredo, Jurandyr e Luís), o cineasta Paolo Gregori e seu filho Lorenzo, o "hooligan da Comendador Souza", e o amigo de longa data Maurício "Nassau" e o Rodrigo Colucci deram uma escapada dos seus afazeres domésticos para ver o embate. E como estava sombra e um tempo ótimo, dessa vez conseguimos acompanhar o ataque grená dos dois lados do campo.


Zaga do XV de Jaú desarmando atacante do Juventus. Foto: Fernando Martinez.


Bola cruzada na área e mais uma chance juventina perdida. Foto: Fernando Martinez.

Pena que dessa vez o Juventus não tenha feito um bom jogo. O time mostrou um futebol inferior ao que vinha mostrando nos últimos jogos em casa e não conseguiu se impor diante do adversário. O jogo ficou truncado demais e com o XV se preocupando demais em se defender. Graças a isso o Moleque Travesso só conseguia chutar de longe, mas todos os chutes eram sem precisão. A melhor chance foi aos 23 minutos, quando o jogador Fernandinho driblou dois zagueiros e foi derrubado dentro da área. Ao nosso ver, pênalti para os donos da casa que não foi marcado.


Falta para o Moleque Travesso na primeira etapa. Foto: Fernando Martinez.

Mas os primeiros 45 minutos foram sonolentos e o que queríamos mesmo era o apito final da arbitragem. No intervalo fui tentar descobrir se o sanduíche de mortadela seria novamente servido, mas infelizmente ele não estava no cardápio do dia. Tive que me contentar mesmo com os salgadinhos de isopor disponíveis. Mas compensa tudo pelo papo do intervalo na Javari, sempre recheado de informações interessantes.


Dia escuro na Javari e cruzamento grená sem direção. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo fomos então para o "gol das goiabeiras" ver se o Juventus conseguiria melhorar seu futebol em busca dos três pontos. O jogo até que melhorou um pouco, com os grenás procurando assustar o goleiro Rogério em jogadas rápidas pelas laterais. O time até criou, mas o arqueiro jauense apareceu bem. O XV também teve suas chances em contra-ataques, mas nada que assustasse o torcedor na Javari.


Jogadores dentro da área do XV se preparando para cobrança de escanteio dos donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Parecia ser um daqueles dias em que não sairia nenhum gol, mas aos 36 minutos finalmente a torcida pode soltar o grito da garganta. Num ataque rápido pela esquerda, o jogador Alê fez belíssima jogada e tocou para dentro da área. Na corrida, o jogador Ricardinho só teve o trabalho de escorar para colocar a bola dentro do gol do XV. Mas para infelicidade da maioria dos torcedores presentes, nem deu tempo do Juventus comemorar, já que o onze de Jaú empatou no lance seguinte, com o jogador Evilar aproveitando um grande bate-rebate dentro da área dos donos da casa.


O Juventus se lançou ao ataque nos minutos finais para tentar a vitória, mas o dia não era do Moleque Travesso. Foto: Fernando Martinez.

O Juve até tentou ainda fazer o segundo, mas o dia não era mesmo do Moleque Travesso. Final de jogo: Juventus 1-1 XV de Jaú. O resultado deixou o time da Móoca na segunda colocação da Série A3, com os mesmos 23 pontos de Palmeiras B e Comercial. O time de Jaú ficou na 10ª colocação com 19 pontos, apenas um atrás da Francana, oitava colocada nesse momento. Com seis jogos para cada time, tudo pode acontecer.

Após esse jogo, cansado demais, voltei para casa para ficar na moleza durante o resto da quarta-feira.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário