Procure no JP

terça-feira, 8 de maio de 2007

Empate heróico do Capivariano em Salto

Olá,

Após um sábado recheadíssimo de futebol assistindo a três jogos in loco, no domingo bem cedinho caí da cama e botei o pé na estrada rumo à cidade de Salto para ir ao Estádio Municipal Amadeu Mosca para acompanhar outro jogo válido pela quinta rodada da primeira fase da Segundona que foi SC Campo Limpo Paulista x Capivariano FC. Em maio de 1992, estive presente junto com o Jurandyr, na inauguração desse estádio assistindo ao clássico da cidade AA Saltense x Guarani Saltense AC que terminou empatado.

Partida cercada de expectativa, pois as duas equipes não estavam bem colocadas na tabela de classificação e buscavam a primeira vitória na competição. Como já é tradição, inicio apresentando as equipes e o quarteto de arbitragem nas fotos EXCLUSIVAS abaixo:


SC Campo Limpo Paulista - Campo Limpo Paulista/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Capivariano FC - Capivari/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Luciano Silva, os auxiliares Leonardo Ferreira Alves e Nelson Souza Goes e o quarto árbitro Edson Alves da Silva junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Logo nos primeiros minutos de bola rolando, já era possível perceber a proposta de jogo do Capivariano que era jogar fechadinho na defesa e sair só na boa para tentar algo no ataque. Essa postura tática permitiu que o time da casa tivesse o comando da partida com várias ações ofensivas, mas pecava nas finalizações. Dessa forma o empate sem gols até o fim dessa etapa foi conseqüência natural do que rolou em campo, deixando os torcedores saltenses preocupados, pois o time visitante perdeu um atleta expulso aos 34 minutos e, mesmo assim o Campo Limpo Paulista não conseguiu furar o bloqueio do Capivariano.


Disputa de bola junto à lateral do campo, no primeiro tempo de jogo. Foto: Orlando Lacanna.


Ataque do Capivariano na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo tive o prazer de conhecer o Valdir Líbero, editor de esportes do Jornal Taperá que foi muito atencioso com o JP, informando a situação atual do Salto FC que irá suceder o Campo Limpo Paulista durante a competição. Faltam pequenos detalhes na documentação a ser entregue à FPF e a expectativa é que ainda nesse campeonato, seja feita a alteração oficial do nome do clube. Vamos aguardar.


Mais uma disputa de bola na lateral. Foto: Orlando Lacanna.

No segundo tempo todos esperavam que o Salto FC, quer dizer, o Campo Limpo Paulista entrasse com tudo em busca da vitória e de fato foi isso que aconteceu, levando o time da casa à abertura do marcador logo aos 12 minutos em cobrança perfeita de falta por intermédio de Ricardo Tosta. A partir daí, o domínio do time azul continuou, mas não conseguiu traduzir sua superioridade em novos gols.

Aos 33 minutos, o Capivariano teve outro atleta expulso, jogando o restante da partida com dois jogadores a menos e, mesmo assim sustentaram a desvantagem mínima até aos 43 minutos quando de forma surpreendente, conseguiu igualar o placar através de Tiago Pansani que aproveitou uma bobeira geral da defesa dos donos da casa.


Oportunidade perdida pelo Campo Limpo no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.


Defesa importante do goleiro visitante na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Término de partida com o placar Campo Limpo Paulista 1-1 Capivariano que mostrou mais uma vez que em futebol quando um time tem o jogo nas mãos não pode deixar de "matar" o adversário senão corre o risco de sofrer uma surpresa e acabar jogando fora uma vitória que parecia certa. Mesmo com a bobeada dos saltenses tenho que ressaltar a raça do Leão da Sorocabana que não desanimou em momento nenhum, lutando até o fim para evitar a derrota e conseguiu.

Após o fim do jogo, novamente botei o pé na estrada iniciando o retorno a São Paulo para finalmente descansar um pouco e saborear um belo almoço de domingo. Foi isso e até a próxima.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário