Procure no JP

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

Paulista Série A1: Juventus 1-1 Marília

Opa!

Continuando com os jogos desse último final de semana, no domingo a nossa intenção era ver uma rodada dupla. De manhã, eu e o Emerson iríamos até a cidade de Osasco, mas a chuva nos impediu de tal feito. Portanto, acabei só indo em um jogo no domingão, mas que jogo...

A pedida foi o jogo entre Juventus e Marília na Rua Javari. Ter que escolher entre o Juventus e qualquer outro jogo é tarefa quase decidida: quase sempre acabamos indo no lendário estádio juventino. Cada momento lá é histórico e não temos como ficar de fora. Da nossa equipe estiveram lá (além da minha pessoa): Jurandyr, Mílton e David, com a participação do Seu Natal e do grande Maurício Nassau.

Todo mundo esperava uma grande partida do onze grená, graças à grande vitória sobre o time do Morumbi no meio da semana, mas o que vimos foi um Juventus fraco e sem inspiração. Durante todo o primeiro tempo ele teve maior posse de bola e domínio territorial, mas não chutava em gol, e quando o fazia não levava perigo algum ao gol do MAC. Com isso, não teria como o jogo ter outro placar no intervalo senão o 0-0 mesmo. Mas todos também esperavam que a partida pudesse melhorar no segundo tempo..


Jogadores do Juventus e do Marília observando a bola, completamente fora de órbita, num dos horrorosos chutes ao gol do time grená no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.




Escanteio para o Juventus na primeira etapa, sem muito perigo para o goleirão do MAC. Foto: Fernando Martinez.


Lendas-vivas na Javari... notem a cara de ânimo e alegria do Jurandyr, pensando na vida e completamente realizado profissionalmente. Ao lado um detalhe do cabelo do Sérgio Manjuillo. Com seu penteado a là Blaze Bailey e com 2 latas de óleo Lisa no cabelo. Fotos: Fernando Martinez.

No segundo tempo, o Juventus conseguiu voltar ainda mais sonolento e sem inspiração. O Marília, que até então não tinha feito nada de útil, começou a se animar e levar perigo nos seus contra-ataques. O Juventus sismava em trocar bolas no meio-campo e não chegar perto da área do Marília, e isso foi irritando bastante os torcedores na Javari. Pouco a pouco o Marília foi chegando, chegando, chegando até conseguir marcar seu gol.

Tudo bem que esse gol do Marília teve a clara interferência do árbitro, pois a falta que ele marcou foi meio estranha. Como o Marília não tinha nada com isso, o jogador Juninho cobrou e marcou um golaço aos 24 minutos. Marília 1-0.


Mesmo de longe, fica o registro do golaço do Marília, numa cobrança de falta do jogador Juninho. Foto: Fernando Martinez.

Nem tomando o gol o Juventus acordou. O ataque estava sem acertar nada e com o juiz invertendo faltas a coisa complicava mais ainda. Muitos ataques foram tentados, mas nenhum com sucesso e nem pelo menos com alguma defesa do goleiro do MAC, já que os chutes iam pra fora.


Numa bola lançada com muita força, Rafael Silva ainda tenta evitar que a bola saísse pela linha de fundo. Em vão. Foto: Fernando Martinez.


Com isso o jogo foi se aproximando do final, e a vitória do Marília parecia inevitável. Mas num daqueles momentos que já tinham acontecido no jogo contra o São Bento e numa situação de sorte, que times que estão com um bom astral têm, o Juventus arrancou um escanteio na marra aos 49 do segundo tempo. Na cobrança a bola espirrou dentro da área, bateu nas costas de um zagueiro e sobrou para o Sérgio Lobo empatar a partida de forma dramática.


Lance do gol de empate juventino. Mais uma vez nos acréscimos e no sofrimento. Ufa! Tá difícil ver jogo na Javari. Foto: Fernando Martinez.

Mais uma vez a festa foi completa, comigo pendurado no alambrado, o Jurandyr pulando igual criança e o Nassau abraçando todo mundo nas sociais. Fantástico! Final de jogo Juventus 1-1 Marília, e mais um ponto para a sacola do Juventus. Mas esperamos que nos próximos jogos em casa ele não passe tanto sofrimento assim...

E por ora é só. No meio da semana tem alguma coisinha do Paulistão e no sábado e domingo, começa a A2 e mais jogos cabulosos pintam aqui no JP. E sexta-feira temos a volta de uma das colunas mais pedidas por vocês. Fiquem ligados!

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário