Procure no JP

terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Paulista Série A3: São José 2-2 Independente

Olá,

Com o início do Campeonato Paulista da Série A3, voltei a por o pé na estrada para acompanhar dois jogos da primeira rodada da primeira fase. Como aquecimento, vi no sábado o jogo São Bernardo 3-0 São Vicente, cujo post foi feito pelo Fernando. No domingo, debaixo de muita chuva, segui até o Vale do Paraíba, mais precisamente até a cidade de São José dos Campos, aonde acompanhei o jogo São José 2-2 Independente, no Estádio Martins Pereira.

Esse jogo reuniu duas equipes de tradição do futebol de São Paulo. O São José, também conhecido como Águia do Vale, está tentando retornar à elite do futebol paulista, visando voltar aos velhos tempos quando conseguiu o vice-campeonato paulista em 1989, em decisão contra o São Paulo. O Independente, conhecido como Galo da Vila Esteves, nunca participou da divisão principal de SP, mas sempre marca presença nos campeonatos de acesso desde 1972, sem interrupção.


Cruzamento do time de Limeira, dentro da área do time do São José. Foto: Orlando Lacanna.

Quanto ao jogo em si deu para notar que as equipes ainda estão em formação, carecendo de melhor entrosamento. No primeiro tempo praticamente não aconteceu nada de relevante a não ser a expulsão do jogador Bruno do São José, aos 39 minutos além de uma oportunidade perdida pelo time da casa na cara do gol. O jogo foi muito truncado com diversas entradas mais fortes de ambos os lados sendo que no geral, nessa etapa, o Independente mostrou que poderia obter um bom resultado, pois jogou melhor.


Ataque do São José e bela defesa do goleiro do Independente. Foto: Orlando Lacanna.

No segundo tempo, conforme se previa, o time de Limeira continuou melhor. Logo aos 5 minutos abriu o marcador através de Reinaldo Leme, que escorou de cabeça cruzamento que veio da direita. Logo depois, aos 12 minutos o atacante Silva aumentou o placar marcando o segundo gol limeirense de forma quase idêntica ao primeiro, ou seja, escorou de cabeça cruzamento que também veio da direita.

A partir daí, ficou a impressão que o jogo poderia estar liquidado, pois o Independente tinha dois gols de vantagem, jogava melhor e ainda atuava com um jogador a mais. Mas como no futebol o provável nem sempre acontece, o São José na base da raça e com o apoio da sua torcida, foi para o tudo ou nada. Aos 22 minutos Vandinho diminuiu a diferença e aos 47 minutos, de forma dramática, conseguiu o empate através de Everton depois de cobrança de escanteio pela esquerda.


Lance do primeiro gol do São José, iniciando a reação no Martins Pereira. Foto: Orlando Lacanna.

Como curiosidade desse lance, o goleiro Edinho do São José abandonou sua meta e foi ajudar seus companheiros no ataque e o gol acabou acontecendo. Esse gol levou a pequena torcida local à loucura e a uma festa incrível. Como destaques individuais cito Renatinho pelo time da casa e Alex, que lembra fisicamente Rincon, ex-Corinthians, pelo time visitante.


Festa em São José... o time da casa empatava a partida no finalzinho do jogo. Foto: Orlando Lacanna.

Final de jogo com empate de 2-2 com sabor de vitória ao São José e que provou mais uma vez que time nenhum pode achar que já ganhou antes do apito final do árbitro. Gostei do jogo e pelo que vi no sábado e domingo, o campeonato da Série A3 promete muita emoção.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário