Procure no JP

terça-feira, 3 de março de 2009

Mini turnê JP pelo interior paulista (parte 3 de 3): Empate murcho em Batatais pela Série A3

Fala pessoal!

Depois do da manhã do domingo, segui para a rodoviária de Franca para me dirigir até meu segundo jogo do dia e terceiro da turnê. Para poder pegar o ônibus sem problema sempre me informo antes, mas dessa vez acabou não adiantando nada, pois as informações estavam incorretas e só consegui pegar o ônibus para a cidade de Batatais às duas da tarde. Cheguei lá em cima do horário para o jogo entre Batatais e Osvaldo Cruz, válido pelo Campeonato Paulista da Série A3 no Estádio Dr. Osvaldo Scatena.

Foi legal poder estar novamente na cidade de Batatais, pois uma das viagens mais legais que já fiz teve parada por lá, em julho de 2007, com a partida entre o time da casa e o Jaboticabal. E pude registrar também que o estádio está todo pintado e reformado, diferente do que vimos daquela vez.


Fachada toda reformada do Estádio Dr.Osvaldo Scatena, bem diferente do que vi em 2007. Foto: Fernando Martinez.

Bom, então eu desci do ônibus e peguei um táxi (que não tinha taxímetro) numa avenida da cidade. O tiozinho foi com seu possante a 20km por hora, e isso ajudou ainda mais a chegar no jogo sem tempo para as fotos posadas. Quando entrei no estádio, o jogo começou em seguida. Para melhorar, a minha máquina não funcionou direito e resolvi ver o jogo nas arquibancadas. Só lá a máquina fez o favor de ligar sem maiores problemas.

Tranquilo em relação as fotos para o post, vi um jogo aonde o time da casa e toda sua torcida esperava ansiosamente por uma vitória, pois a equipe faz uma campanha apenas mediana. Para o Osvaldo Cruz, um ponto era ótimo em relação à tábua de classificação, pois a aquipe vem fazendo uma bela campanha, estando nas posições de cima da tabela.


Zaga do Batatais tira a bola de perto da área. Foto: Fernando Martinez.

O jogo começou com um Batatais com maior posse de bola e um Osvaldo Cruz tentando se dar bem nos contra-ataques. Mas emoção que é bom mesmo aconteceu de forma pingada e falar do jogo fica bem complicado. O sol não ajudava muito e deixava o clima quente demais, e com certeza os jogadores sentiram o tempo abafado da região.


Disputa de bola no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.

E digno de registro duas chances de gol, uma para cada lado em todo o primeiro tempo e só. A torcida ainda culpou a arbitragem pelo resultado sem a abertura do placar e apupou bastante o quarteto na saída para o intervalo. Acho que consumi uns quatro litros de água nos minutos de descanso, pois o calor era realmente absurdo. Não sei como alguém em condições normais de sanidade gosta de curtir um tempo desses...


O Batatais tentou no primeiro tempo, mas a bola não entrou. Foto: Fernando Martinez.

Para o segundo tempo, o Batatais tentou abafar, mas não deu. O Osvaldo Cruz se segurou na defesa de forma precisa e não deixava o time da casa criar. E ainda por cima, com seus atacantes rápidos, levava a torcida local à loucura com os contra-ataques. Mas de bom mesmo, nada.


O time da casa continuou tentando no tempo final, mas ainda sem sorte. Foto: Fernando Martinez.


Jogador do Batatais tentando segurar a bola como podia. Foto: Fernando Martinez.

Só aos 30 minutos a emoção veio de uma vez. O Batatais teve duas chances agudas para abrir o marcador mas ambas foram desperdiçadas. Numa delas o zagueiro tirou em cima da linha e na outra quase todos no estádio viram o zagueiro do Osvaldo Cruz tirar uma bola com a mão de dentro da área, menos a arbitragem. Da minha posição fica difícil precisar, mas que me deu a impressão de pênalti, isso deu.


A chance mais aguda de gol da partida foi do Batatais, mas a bola teimou em não entrar. Foto: Fernando Martinez.

Até que o time local tentou, mas chutou tudo por cima e perdeu dois pontos importantes em casa. Final de partida: Batatais 0-0 Osvaldo Cruz. Meu primeiro resultado sem gols no ano numa partida bem fraca. E para questão de estatística, foi a quarta vez que vi o Azulão em campo e foi o quarto 0 a 0 do time. A partir dessa vez já saberei que quando o Osvaldo Cruz estiver em campo comigo, sei que não verei gols.


Dois flagrantes em Batatais: um guarda-chuva mais parecendo um guarda-sol devido ao insuportável calor e um tiozinho com seu mp9 pendurado no alambrado. Ele tem até TV e câmera digital nesse aparelho, modelo 2011. Fotos: Fernando Martinez.

Após o jogo voltei para a cidade de Franca tentar dormir e descansar depois de um dia tão desgastante como esse. Já na segunda-feira, fui visitar um antigo clube da cidade que será tema de post da nossa sumida série "Uma Volta ao Passado" em breve. Com as fotos garantidas fui pegar meu ônibus com destino à capital paulista. Três jogos e mais dois estádios novos na Lista depois, fico novamente com a sensação de dever cumprido.

Até a próxima

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário