Procure no JP

segunda-feira, 9 de março de 2009

Sertãozinho surpreende Atlético em Sorocaba

Olá,

Num sábado com várias opções de jogos valendo pelos campeonatos de acesso promovidos pela FPF, à tarde peguei a Rodovia Castello Branco e rumei até a importante cidade de Sorocaba para ver de perto o jogo C.A. Sorocaba x Sertãozinho F.C., realizado no belo Estádio Walter Ribeiro, valendo pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2.

Esse jogo envolveu duas equipes que vivenciam momentos bem distintos em 2.009. De um lado, o Atlético Sorocaba que vem embalado por ter vencido a Copa Paulista de Futebol de 2.008, conquista essa que lhe valeu o direito de disputar a Copa do Brasil desse ano, cuja estreia ocorreu na última quarta-feira com a vitória de 1 a 0 sobre o Juventude de Caxias do Sul.

Por outro lado, o Sertãozinho que vem de rebaixamento da Série A1 e joga suas fichas nessa temporada visando recuperar seu lugar na elite do futebol paulista. Dessa maneira, ficava a expectativa de como as equipes iriam se comportar, pois uma queria manter a boa fase e a outra tinha como objetivo maior caminhar na busca do terreno perdido.

Fiz uma viagem bem tranquila, chegando ao estádio com tempo suficiente para conversar com vários amigos e ainda acertar todos os detalhes para fazer as fotos oficiais da partida que estão abaixo e, mais uma vez, sendo exclusivas.


C.A. Sorocaba - Sorocaba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Sertãozinho F.C. - Sertãozinho/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Alysson Fernandes Matias, os assistentes Dante Mesquita Junior e Peterson Leão Rodrigues e o quarto árbitro Alessandro Darcie junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Com a bola em movimento, o que se viu nos primeiros minutos, foi um Atlético vindo com força ao campo de ataque, tanto que, logo aos 4 minutos, o atacante sorocabano Luan exigiu ótima defesa do goleiro Luiz Henrique que desviou a bola para escanteio. A cobrança desse escanteio gerou nova jogada perigosa dos donos da casa, uma vez que o meia Diniz dominou a bola e a rolou para trás em direção ao seu companheiro Alemão que chutou com perigo, porém a bola saiu pela linha de fundo.


Jogada de ataque do Atlético no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

O domínio do "Galo Sorocabano" continuou, sendo que aos 12 minutos chegou perto da abertura da contagem, dessa vez nos pés de Givanildo que arriscou um chute quase do meio de campo, fazendo com que a bola se chocasse contra o poste direito da meta do time visitante.

Apesar do domínio do Atlético, era possível perceber que o Sertãozinho só estava esperando o momento certo para encaixar um contra-ataque mortal, que acabou acontecendo aos 13 minutos, quando Marcão, livre de marcação, só escorou cruzamento que nasceu de uma jogada em velocidade realizada pelo flanco direito.

Após o gol inaugural, o Sertãozinho se encorpou e isso tornou o jogo mais movimentado, com as equipes se alternando na realização de jogadas ofensivas e, numa dessas, o Atlético Sorocaba chegou ao empate, aos 27 minutos, numa cobrança de pênalti executada por Éverton.


Goleiro num canto e bola no outro no gol de empate do Galo de Sorocaba. Foto: Orlando Lacanna.

Com a igualdade estabelecida no placar, os anfitriões voltaram a ter o domínio das ações, porém ficavam expostos aos contra-ataques dos visitantes, quase sempre realizados pela direita e, isso aconteceu aos 38 minutos, quando o avante Anderson Lobão escorou de cabeça outro cruzamento vindo da direita, recolocando o "Touro dos Canaviais" em vantagem no marcador por 2 a 1, contagem essa que foi mantida até o término da primeira etapa.


Cruzamento que originou o segundo gol do Sertãozinho. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo, aquela correria de sempre em busca de conseguir o precioso líquido para combater uma baita sede, por conta da alta temperatura que estava fazendo durante o jogo. As equipes retornaram para a segunda etapa e o que rolou nos primeiros quinze minutos, foi um maior domínio do Atlético, mas com pouca objetividade, tanto é verdade que, somente aos 18 minutos, os donos da casa chegaram com perigo ao ataque, numa jogada de Gilberto penetrando pelo lado direito e chutando cruzado, com a bola raspando o poste direito do goleiro do Sertãozinho que ficou só torcendo.


Mesmo cercado por cinco defensores, Gilberto penetrou pela direita, mas acabou errando o alvo. Foto: Orlando Lacanna.

Os visitantes responderam em dois momentos perigosos nascidos da mesma jogada aos 22 minutos. Se não fossem as boas defesas do goleiro Marcão, a contagem teria sido aumentada a favor da equipe visitante, que voltou a chegar perto do seu terceiro gol, aos 28 minutos, através de Rivaldo que mandou a bola contra o travessão. Nesse lance, os jogadores do Sertãozinho reclamaram que a bola teria ultrapassado a linha fatal ao tocar no solo, porém o assistente não correu para o meio de campo e o gol não foi confirmado. Da minha posição, foi impossível ver o quique da bola no solo, pois estava atrás da outra meta.


Uma das boas defesas do goleiro sorocabano Marcão no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Como o Atlético Sorocaba estava encontrando dificuldades para chegar ao empate, os seus atletas passaram a jogar com muita afobação, confundindo rapidez com pressa e, dessa maneira, passaram a errar muitos passes. Nessa toada, o Sertãozinho mostrava que estava mais perto do seu terceiro gol do que o Atlético conseguir o empate, mas como no futebol as surpresas acontecem, o jogador Escobar do Atlético, que entrou na partida durante o segundo tempo, conseguiu mandar a bola para o fundo da meta do Sertãozinho, aos 41 minutos, decretando a igualdade no marcador.


Bola no fundo da meta do Sertãozinho no empate atleticano. Foto: Orlando Lacanna.

O autor do gol de empate comemorou a marcação do seu gol tirando a camisa e, com isso, recebeu o seu segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso. O incrível é que esse mesmo atleta recebeu o primeiro amarelo antes mesmo de começar a jogar, pois entrou no gramado sem autorização do árbitro. Ao ser expulso foi devidamente "homenageado" pelo público de 327 pagantes com um corinho nada simpático.

Mesmo tendo sofrido o empate, o Sertãozinho não se acovardou e foi novamente buscar a vantagem que só não aconteceu aos 44 minutos, graças a outra ótima defesa do goleiro do Atlético. Nos acréscimos não teve jeito, pois em mais uma arrancada ofensiva, o time de Sertãozinho chegou ao seu terceiro gol marcado por Marcão, aproveitando uma soltura de bola do bom goleiro sorocabano que também se chama Marcão. Nesse lance, o meia Éverton do Atlético, foi expulso por reclamação, alegando que teria havido falta no goleiro.

Dada nova saída e em seguida o árbitro encerrou o jogo com o marcador mostrando Atlético Sorocaba 2 - 3 Sertãozinho que tirou o time da casa do G8, deixando-o na 9ª posição na classificação com 15 pontos e fazendo com que o Sertãozinho subisse apenas um degrau na tabela de classificação, chegando à 14ª posição com 12 pontos. Como tenho dito repetitivamente que ainda faltam várias rodadas, no momento nove, muita coisa ainda pode acontecer.

Jogo encerrado com imediato retorno para São Paulo, visando um merecido descanso, até porque, no domingo pela manhã a jornada prosseguiria com mais uma viagem ao nosso interior para ver de perto mais uma partida valendo pela Série A3. Aguardem

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário