Procure no JP

terça-feira, 30 de abril de 2013

Água Santa estreia no profissionalismo com vitória em cima do Bernô

Opa,

Com o início do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a agenda futebolística voltou a ficar lotada. Com isso, tinha várias opções para o domingo cedo. No fim das contas, acabei escolhendo ir até o ABC paulista presenciar o confronto entre o EC São Bernardo, o verdadeiro e único Bernô, e o EC Água Santa, jogando sua primeira partida oficial no profissionalismo.

O ano de 2013 é um verdadeiro marco para Diadema no âmbito esportivo, já que pela primeira vez um time chega ao profissionalismo defendendo oficialmente as cores da cidade numa competição da FPF (alguns citam a AA Mercedez Benz como detentora desse "título", mas há controvérsias). Aliás, não só um time, e sim dois, pois além do Água Santa, o CA Diadema também participará da segundona.

Fundado em 1981, o "Netuno" fez bonito papel nas disputas amadoras da cidade nos anos 2000, vencendo o torneio mais importante da cidade por quatro vezes. O JP chegou a cobrir duas partidas da equipe nesse período. A primeira num jogo do então ressucitado Desafio ao Galo em 2005 contra o Força e outra numa semi-final do Amador do Estado em 2009 contra o ADC Stefani de Jaboticabal.

E para essa peleja no Baetão, a expectativa de boa presença da torcida diademense se confirmou. Todos os ingressos destinados ao pessoal do Água Santa foram vendidos e a famosa arquibancada torta do estádio foi tomada pelo pessoal da equipe visitante. Para o Bernô, um público pequeno, mas, como sempre, fiel.


EC São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


EC Água Santa - Diadema/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times com o árbitro Wagner Francisco da Silva, os assistentes Carlos Alberto Funari e William Rogério Turola. Foto: Fernando Martinez.

E o grande público viu um bom jogo de futebol, principalmente no segundo tempo. No primeiro, apesar das duas equipes se mostrarem bem postadas na grama sintética do Baetão, a peleja ficou equilibrada no meio-campo e ríspida demais em alguns momentos.


Disputa de bola na quente estreia de EC São Bernardo e Água Santa na segundona. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe da enorme presença de torcida diademense no Baetão. Foto: Fernando Martinez.

O Bernô tinha jogadores mais fortes e habilidosos, mas o Água Santa tinha o time mais entrosado. O resultado disso foram poucas chances de gol, a maioria por parte do time visitante, e um placar sem gols ao final dos primeiros 45 minutos.


Início de ataque visitante. Foto: Fernando Martinez.


Num momento "show de mágica", o árbitro do jogo faz um bom truque de levitação com a bola. Foto: Fernando Martinez.

O calor era forte, mas nem isso impediu que as duas agremiações voltassem para o tempo final mais dispostas a tirar o zero do marcador. Para a alegria local, quem fez primeiro foi o alvinegro. O camisa 11 Daniel fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Washington, ex-Mauaense, apareceu sem marcação e empurrou para as redes.


Marcação firme de jogador do Bernô. Foto: Fernando Martinez.


Daniel avançando pela esquerda no começo da jogada do gol do Bernô. Foto: Fernando Martinez.

Só que o Água Santa não esmoreceu, e empurrado pela massa, virou o placar. O heroi diademense foi o camisa 14 Lucas Limão, que marcou os dois primeiros gols da história profissional da tradicional equipe do ABC. O empate aconteceu aos 19 minutos, num pênalti bastante contestado pelo time local.


Numa fração de segundo depois desse instantâneo, o árbitro marcou pênalti para o time de Diadema. Foto: Fernando Martinez.


Tentativa desesperada do Bernô buscando o empate. Foto: Fernando Martinez.

A virada, obtida após uma bobeada geral da zaga do Bernô, aconteceu aos 28, e com esse gol a festa dos torcedores do Água Santa não terminou mais. Ao final dos 90 minutos, o marcador do Baetão apontava EC São Bernardo 1-2 Água Santa. A rodada foi perfeita para as duas equipes de Diadema, pois foram duas vitórias contra equipes bastante tradicionais em torneios da FPF (no sábado, o CA Diadema goleou o Grêmio Mauaense).

Para o Bernô, que conta mais uma vez com o ótimo técnico Júlio Passarelli, a luz amarela já foi ligada. Nessa primeira fase tão curta (um dos vários problemas do certame), perder pontos em casa pode ser fatal. Logo, o time de São Bernardo do Campo precisa vencer fora de casa o quanto antes se quiser lutar por uma vaga na próxima fase.

Voltei para casa ligado no radinho de pilha para saber os resultados da Série A2 e conhecer os novos promovidos para a primeira divisão estadual. Sem mais futebol para o dia, fiquei só na boa já esperando o feriado de primeiro de maio chegar, pois tinha jogo legal válido pela Copa do Brasil na pauta.

Até lá!

Fernando

6 comentários:

  1. SÁBADO TEREMOS O CLÁSSICO LOCAL ENTRE ÁGUA SANTA x DIADEMA...IMPERDÍVEL PESSOAL.
    DE MARCÃO

    ResponderExcluir
  2. Fico triste, de ver um site tão importante como o JogosPerdidos que sempre fez grandes matérias do nosso futebol tupiniquim usar a expressão "verdadeiro e único Bernô" ao EC São Bernardo, soando ao mesmo tempo como um desrespeito ao São Bernardo FC.
    Pois o Tigre do ABC, também é Bernô... se o apelido é da cidade e foi o POVO quem apelidou assim o time, o time mais importante da cidade também pode ter este apelido.

    Mas quero deixar claro que sei que vcs não tem nada contra o Tigre, pois vcs acompanham este clube desde sua fundação. Só acho que a expressão usada foi infeliz... não agrada os fanáticos do Tigre que tbm cantam "Bernôô" o jogo inteiro.

    No mais, boa sorte ao futebol da região e espero que o Água Santa faça um bom campeonato, representando o espírito varzeano nos campeonatos profissionais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro, Renato, em nenhum momento o São Bernardo FC foi desrespeitado no JP. Simplesmente consideramos que o apelido "Bernô" cabe exclusivamente ao time fundado em 1928. Quando o SBFC foi fundado em 2004 o alvinegro jogava normalmente as categorias de base na época e a nosso ver utilizar o apelido de um para se referir ao outro é um erro histórico. Que o Tigre de ABC tenha sucesso, mas reiteramos que Bernô, na nossa humilde opinião, só existe um. Abração!

      Excluir
  3. Então o Palestra se chama Bernô tb? O Mercedes Benz tb tinha que se chamar, certo? Pra mim, ESSE é o verdadeiro, o outro é apenas um time que foi montado por políticos que dá ingresso pra torcedor. O amarelo é APENAS o Tigre do ABC. Bernô é o preto e branco. O RESTO é copia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não meu caro, você não entendeu o que eu disse... disse que o apelido Bernô é usado aqui em SBC pra tudo o que se refere a São Bernardo. Os 2 times de futebol são chamados assim, já vi gente chamando o time de vôlei assim, o time de futsal também.. E se a origem surgiu do tal do Esporte isso não significa que só ele pode usar. Palestra é Palestra e Mercedes é Mercedes... São Bernardo é Bernô, ponto.

      Time montado por políticos que dá ingresso pra torcedor, rsrs que piada né?

      Excluir
  4. A bola levitando foi show !!! show de bola !!! show de levitação !!!

    ELTON DE ANDRADE / SERTÃOZINHO/SP

    ResponderExcluir