Procure no JP

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Guaçuano surpreende e vence o Tigre do Vale no Martins Pereira

Fala, pessoal!

O Campeonato Paulista da Série A3 está com a sua primeira fase chegando ao fim e no último final de semana acompanhei duas importantes pelejas válidas pela 18ª e penúltima rodada. No sábado, a pedida foi pegar a estrada sozinho com destino à São José dos Campos, para acompanhar a peleja entre Joseense e Guaçuano no Estádio Martins Pereira.

Encarei essa onda pois essa era a chance de ver um joguinho do Mandi na primeira fase, completando 19 times vistos in loco na A3 em 2013. Juntando com a A2, foi a 39ª equipe que vi no ano, e agora só falta uma para "completar a coleção". Imagino que o JP seja o único site que tenha mostrado tantas equipes assim com correspondentes diretamente nos estádios.


CA Joseense - São José dos Campos/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Guaçuano - Mogi-Guaçu/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Uelington Rosa Pereira e os assistentes Fabricio Porfirio de Moura e João Paulo Spim Redondo junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Melhor equipe das quatro que subiram da segundona no ano passado, o time do Vale do Paraíba buscava vencer o Guaçuano em busca de praticamente se garantir na próxima fase. Para o time de Mogi-Guaçu, que esteve na zona de rebaixamento em 13 das 17 rodadas disputadas, uma derrota poderia decretar a temível queda para o "limbo" futebolístico do estado.


A marcação firme dos zagueiros do Mandi foi implacável durante todo o jogo. Foto: Fernando Martinez.

De todas as equipes que vi, achei o Tigre do Vale uma das mais arrumadas. Mas nesse jogo de sábado o time não se acertou em nenhum momento dentro de campo. Além disso, o Guaçuano jogou com uma vontade fantástica e os atletas esbanjaram raça para fugir da incômoda situação no certame.


Ataque local pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Uma das raras chegadas do Joseense dentro da área do Guaçuano. Foto: Fernando Martinez.

O time local atacava de forma desordenada e durante o primeiro tempo aconteceu apenas uma boa chance de gol. Já para o Mandi foram várias chegadas perigosas, todas envolvendo tranquilamente a zaga do Joseense. A equipe poderia ter aberto o placar logo nos primeiros minutos, mas o gol só saiu aos 39, com uma cabeçada de Faísca após ele se aproveitar de grande vacilo dos zagueiros.


Bola no fundo das redes do time local com o gol de Faísca. Foto: Fernando Martinez.

Na volta para o segundo tempo o Tigre até que voltou um pouco melhor, mas ainda via o Guaçuano dominar as ações. meio que sem querer, o onze local chegou ao empate aos 13 minutos com o gol de Douglas. Após cruzamento da direita, o arqueiro Fábio Huck soltou a pelota nos pés do atacante, que não perdoou.


Bola levantada na área do time visitante. Foto: Fernando Martinez.

Imaginei que o time visitante poderia sentir o golpe, mas foi justamente o contrário. Sem querer perder tempo, o pessoal da equipe alviverde se lançou ao ataque em busca do segundo gol, encurralando a zaga local. Aos 26, um dos defensores fez falta clara na entrada da área. A cobrança ficou por conta de Carlinhos. Ao invés de chutar colocado, ele encheu o pé e pôs a bola no ângulo esquerdo de Éverton.


Detalhe da belíssima cobrança de falta que fez o Guaçuano ficar de novo na frente do placar em São José dos Campos. Foto: Fernando Martinez.

A maioria dos 151 torcedores que pagaram ingresso ficou revoltada com o fraco futebol e passou a apupar os atletas locais. A pressão efêmera do Joseense não foi suficiente para que o jogo ficasse empatado novamente. Final de jogo: Joseense 1-2 Guaçuano. O triunfo fez com que o Mandi saísse da zona de rebaixamento após nove rodadas, ultrapassando São Vicente e Palmeiras B e fazendo a equipe depender apenas de si para fugir da segundona em 2014. O jogo final será em casa contra o Flamengo. Foi de arrepiar a comemoração de todo o pessoal do time após o apito final.



Dois momentos da emocionante comemoração dos atletas do Guaçuano: primeiro um jogador estirado no gramado após a grande partida feita parecendo não acreditar no placar final e depois o registro de um dos titulares andando de joelhos pelo gramado para agradecer o triunfo. Foto: Fernando Martinez.

Já para o Tigre a situação ficou mais complicada. A antes certa classificação ficou ameaçada, pois o time continua com 30 pontos, e agora pega nada menos do que a Inter de Limeira, que soma 29, fora de casa. Não será tarefa fácil garantir o espacinho entre os oito melhores times ao final da primeira fase.

Já no domingo cedo fui para Guarulhos acompanhar um duelo entre um dos melhores times do certame contra um clube tradicionalíssimo que não vai muito bem das pernas.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário