Procure no JP

terça-feira, 18 de setembro de 2012

"Amistoso" de luxo entre Palmeiras e São Bento pela Copa Paulista

Fala, pessoal! 

A coisa tá feia pelos lados de São Paulo. Com recorde de temperaturas dia após dia nesse inverno que está com mais cara de inferno, no domingo cedo escorri pela cama e segui debaixo de fortíssimo sol para um joguinho da última rodada da fase inicial da Copa Paulista 2012. A pedida foi ir até o Estádio Conde Rodolfo Crespi para curtir o duelo clássico entre Palmeiras e São Bento

Saí de casa em cima da pinta, e imaginei que não chegaria a tempo de fazer as fotos posadas. Logo, decidi ir para a peleja de bermuda mesmo para tentar não sentir tanto calor. Só que não contava com a inesperada rapidez da CPTM, e cheguei na Javari bem antes do começo do jogo, em tempo recorde de 33 minutos (o tempo mínimo anterior tinha sido de 42). Mesmo sem os times em campo, não consegui as imagens justamente por não estar de calça, naquela determinação que já conhecemos de longa data. 


Times perfilados para o Hino Nacional Brasileiro. Foto: Fernando Martinez. 

Sem as fotos posadas, fui garantir meu lugar nas arquibancadas da casa juventina e lá encontrei a dupla Mílton/Nílton, esse último em mais uma jornada sem fim desde Suzano até a capital paulista. E mesmo com a peleja sendo praticamente um amistoso de luxo, em virtude do Palmeiras já estar garantido na segunda fase e o São Bento eliminado, foi um bom jogo de futebol. 


Bola no alto do ataque palmeirense. Foto: Fernando Martinez. 


Chance de gol para o time paulistano. Foto: Fernando Martinez. 

Apesar de desclassificado, o São Bento começou melhor, e logo aos 10 minutos abriu o placar com um gol de Tiago Tremonti. O Palmeiras não conseguia se armar e só teve motivos para comemoração aos 21, quando o atacante sorocabano Gabriel foi expulso após dar um tapa num atleta palmeirense. 


Confusão dentro da área do São Bento sob o forte sol de inverno em São Paulo. Foto: Fernando Martinez. 

Mas nem com um jogador a mais em campo o esquema mudou, e o intervalo chegou com a vitória parcial do São Bento. Na segunda etapa porém, o alviverde melhorou e empatou a contenda aos 4 minutos com o gol de Francisco Clavero. A partida então ficou aberta e com muitas emoções. 


Aviso sensacional no vestiário juventino. Mas essa conversa com a pelota não deu muito resultado, já que o time foi eliminado da Copa Paulista. Foto: Fernando Martinez. 


Jogador sorocabano tocando de cabeça. Foto: Fernando Martinez. 

O time sorocabano teve a chance de fazer o segundo em chute à queima-roupa que Giovanni defendeu, novamente do perigoso camisa 7 Tiago Tremonti. O Palmeiras também levou bastante perigo à meta defendida pelo arqueiro Henal, infelizmente para sua torcida sem conseguir concluir uma eventual virada. 


Boa chance de gol para o Palmeiras no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 


A melhor chance de gol para o time visitante no tempo final, mas o goleiro Giovanni fez bela defesa. Foto: Fernando Martinez. 

No final, a peleja ficou em Palmeiras 1-1 São Bento. A equipe paulistana terminou essa fase na segunda posição do Grupo 4 e se classificou para a nova etapa junto com o líder Sorocaba e Audax e Grêmio Osasco (que se registre também a lamentável pipocada juventina). Na próxima fase o alviverde estará no Grupo 7 junto com XV de Piracicaba, América e Velo Clube. Uma chave simplesmente genial. 

Bom, depois do apito final resolvemos esticar a jornada e fomos bater uma xepa esperta na Esfiha Juventus. Degustando a deliciosa iguaria ficamos um bom tempo ali conversando sobre a vida, os planetas e também sobre os pássaros, assuntos sempre em voga nas rodadas do JP. Sempre é bom ter os amigos perto para fazer nossa terapia semanal. 

Até a próxima! 

Fernando

Um comentário:

  1. Por um minuto achei q era algum post de 2010 quando a arquibancada da javari era cinza e grená. Meu Deus, todo ano eles pitam de uma forma diferente o estádio, alias, varias vezes ao ano, haja tinta nao?

    ResponderExcluir