Procure no JP

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Noroeste se despede da Copinha com goleada

Opa,

Domingo continuei passando calor para trazer a cobertura da Copa São Paulo 2009 aqui para o JP. Mesmo sabendo que ia fritar mais um pouco, peguei um ônibus lotado até a cidade de São José dos Campos para colocar mais um time na Lista. Cheguei num bom horário no Estádio Martins Pereira e já fui me credenciar para a genial partida entre Noroeste e Araguaína de Tocantins.

O sol estava à mil, e já previa que iria passar mal naquilo tudo. Mas tudo por uma boa causa, afinal de contas, dificilmente teria outra chance para matar o time. Antes das fotos até fui entrevistado pelo pessoal da Rádio Planeta de Araguaína, que foi em peso até São José para fazer a cobertura. Por isso reitero: a Copinha tem espaço SIM para times de todos os estados. Afinal, quando esses jogadores teriam chance de vir jogar em São Paulo?

Depois de tudo isso, foi a vez de fazer as fotos oficiais dos times, de novo de forma EXCLUSIVA aqui no JP:


EC Noroeste (sub-20) - Bauru/SP. Foto: Fernando Martinez.


Araguaína FR (sub-20) - Araguaína/TO. Foto: Fernando Martinez.

Falando do jogo, ele não valia nada para o Norusca, pois o time já estava eliminado e serviria apenas para que o time da cidade de Bauru terminasse de forma digna a competição. Para o Araguaína só a vitória interessava, e com um bom saldo de gols, o time até poderia pensar na classificação por índice técnico. Dentro de campo, vi um primeiro tempo em que só os tocantinenses jogaram.


Goleiro do Norusca sai da meta para evitar o gol do time tocantinense. Foto: Fernando Martinez.

O time do Araguaína dominou completamente os primeiros 45 minutos mas não conseguiu chegar ao gol. A defesa do Noroeste batia cabeça e deixava os atacantes do time do Norte do Brasil fazerem a festa. Mas faltou pontaria à equipe, que perdeu três chances claríssimas para ficar na frente do placar. O Noroeste estava perdido em campo.


Ataque pela direita do time do Araguaína. Foto: Fernando Martinez.

Mas a maior vitória da primeira etapa foi do que vos escreve. Pois ficar debaixo daquele sol, com o abafado que estava, e de calça jeans e camiseta, é tarefa para poucos. Ganhei fácil o troféu "heróis da resistência", mas ao final do primeiro tempo eu desisti e fui para as arquibancadas. Por sinal, o primeiro tempo terminou sem abertura do placar.

No intervalo fui curtir uma sombrinha e beber muita água. Cheguei a cogitar a hipótese de ir embora ao final do primeiro jogo do dia, mas o dever fez com que ficasse por lá mesmo. Das arquibancadas com sombra vi o começo da segunda etapa da partida. O Noroeste voltou sendo outro time. Agora foi a equipe de Bauru que dominou a partida.


Chute forte que obrigou boa defesa do goleiro bauruense. Foto: Fernando Martinez.


Mais um ataque do time do Tocantins no primeiro tempo. Os gols perdidos fariam falta no final do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Logo aos 11 minutos, o time baurunse abriu o placar. O camisa 10 do Norusca, Ramos, faz de pênalti o primeiro gol do time. Sem deixar o Araguaína respirar, o time fez o segundo aos 20. Depois de cruzamento da esquerda, a bola foi na cabeça de Tiago. Ele só teve o trabalho de tirar no goleiro, colocando a bola no canto esquerdo. Aos 27, bola cruzada na área, o goleiro deixou escapar e Ramos aproveitou indecisão da zaga para fazer o terceiro dos paulistas.


Primeiro gol do Noroeste, em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do terceiro gol do Norusca, matando qualquer chance de reação do Araguaína. Foto: Fernando Martinez.

Depois de perder um monte de outros gols, o Noroeste fechou o placar quase nos acréscimos. Aos 43 minutos, Tiago recebeu dentro da área e teve calma para colocar no canto esquerdo do goleiro, que ainda tocou na bola mas não teve como evitar o quarto do Noroeste. O Araguaína foi irreconhecível durante todo o tempo final, e nem teve como reagir.


Gol perdido por atacante do Noroeste. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Noroeste 4-0 Araguaína. Esse foi típico resultado que deixa os dois times morrerem abraçados, mas pelo menos por parte do Noroeste, foi uma despedida em que a equipe mostrou que poderia ter tido melhor sorte. Ao Araguaína fica a certeza do papel cumprido e que o time possa voltar para mais Copinhas.

Depois desse jogo foi a vez do jogo de fundo, em que o time da casa disputaria uma vaga contra um dos favoritos da Copinha. Mas isso fica para depois.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário