Procure no JP

terça-feira, 29 de maio de 2007

Clássico sergipano no JP

Olá, amigos!

Continuando minha viagem pelo nordeste, estive na cidade de Itabaiana no último final de semana, para acompanhar uma partida válida pela última rodada da primeira fase da Copa Governador do Estado de Sergipe: nada mais, nada menos, que o clássico estadual, entre AO Itabaiana e AD Confiança, no Estádio Estadual Presidente Médici. Como curiosidade, o deslocamento entre a cidade e a capital dá-se de forma muito fácil. Da conhecida “rodoviária velha”, no centro de Aracaju, partem várias vans, e uma série de veículos particulares colocam-se a disposição do trajeto, por preços bastante acessíveis.

O ponto final, em Itabaiana, é na porta do estádio. Aliás, a impressão que temos é de que a cidade cresceu não em torno de uma igreja ou algo que o valha, mas sim em torno do estádio, tão centralizada sua localização, com uma grande praça na frente, onde acompanhei os preparativos para os festejos do próximo São João, carro chefe em todas as cidades nordestinas.


Fachada do genial Estádio Presidente Médici, em Itabaiana. Foto: Estevan Mazzuia.


Cadeiras numeradas do estádio. Foto: Estevan Mazzuia. [070511]

Depois de um agradável passeio pela cidade, com almoço muito bom, acompanhado da amiga Eloivia Waleska, tive uma simpática recepção, de forma que mais uma vez só temos a agradecer o carinho sempre nos dispensado pela Federação Sergipana de Futebol. Infelizmente, o gramado estava em péssimas condições mas, felizmente, o árbitro Rogério Lima da Rocha não viu impedimento para a realização do confronto. Vale destacar o belo público presente, mais do que esperado, uma vez que a primeira colocação da fase esteve em jogo. Seguem as fotos oficiais da partida:


AO Itabaiana - Itabaiana/SE. Foto: Estevan Mazzuia.


AD Confiança, com exclusividade para o JP - Aracaju/SE. Foto: Estevan Mazzuia.


Arbitragem e capitães, com destaque para o veterano Lima, de 41 anos, no time de Aracaju. Foto: Estevan Mazzuia.

A partida começou muito movimentada e, durante toda a primeira etapa, os anfitriões tiveram amplo domínio, embora a equipe visitante tenha criado pelo menos duas chances claras de gol. Aos 14 minutos, Raulino desceu bem pela direita e cruzou, mas a zaga do Confiança cortou para escanteio. Aos 20 minutos, o Confiança respondeu, deixando o goleiro Aloísio de cabelos em pé.


Bola disputada na lateral de campo no primeiro tempo de jogo. Foto: Estevan Mazzuia.

Por volta dos 30 minutos, o Itabaiana já não sustentava o mesmo ímpeto inicial, mas mantinha a bola em seu ataque. Aos 33 minutos, o Confiança teve boa chance de abrir o placar, através de Rogério, que se esticou todo para alcançar um lançamento forte, e bateu à esquerda de Aloísio. Três minutos depois, novo susto para Aloísio, após cobrança de falta por Lima.


Tentativa de ataque rápido do Itabaiana pela direita. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 40 minutos, após dois cruzamentos passando pela área, a bola sobrou para Seninha, que bateu fraco, mas pegou o goleiro Ivan mal colocado, e quase abriu o marcador, levando ao delírio a torcida tricolor. Quatro minutos depois, o lance mais polêmico da partida: Ermínio invadiu a área e bateu forte, mas a bola bateu no braço do zagueiro da equipe azul. O árbitro manda seguir, para revolta geral dos torcedores, que pediram pênalti.


De dentro do gol, escanteio perigoso para os donos da casa. Foto: Estevan Mazzuia.

No último minuto, o ditado maior do futebol se confirmou. Lima cruzou da direita, e a bola foi encontrar Rogério do lado oposto. Mansa, a bola cruzou a linha sem balançar as redes, dando a vantagem pelo placar mínimo para os visitantes, e encerrando a primeira etapa. No retorno ao segundo tempo, o Itabaiana voltou a pressionar mas, desta vez, encontrou um Confiança muito mais confiante, com o perdão do trocadilho, e seguro em sua defesa, administrando a vantagem.


Lance do jogo entre Itabaiana e Confiança, com o grande público presente observando. Foto: Estevan Mazzuia.


Jogador do Confiança aguarda calmamente para cobrar uma falta. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 14 minutos, o empate bate literalmente na trave, ou melhor, no travessão, após chute de Antônio Carlos. Mas aos 21, não teve jeito. Raulino, um dos destaques do jogo, cruzou da direita para encontrar Ermínio livre dentro das pequena área. O atacante só teve o trabalho de deslocar a bola de Ivan, para balançar as redes, e levar a torcida ao delírio.


Mais uma chance do Itabaiana, agora no final do jogo. Foto: Estevan Mazzuia.

As equipes tiveram mais uma boa chance cada uma. O Confiança, através de uma cabeçada de Curel, aos 31, e o Itabaiana, com Raulino, aos 42. Placar final, Itabaiana 1-1 Confiança, e os dois se classificaram nas duas primeiras posições, respectivamente, para as semifinais.

Abraços, e até a próxima!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário