Procure no JP

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Paulista sub-17 perdido na quarta-feira

Olá!

Depois da partida pelo sub-15, continuamos curtindo o frio de Cotia para assistir o embate entre São Paulo e Pão de Açúcar, dessa vez pelo paulista sub-17. Agora com tempo hábil, fizemos as fotos oficiais da partida no gramado do Estádio Municipal Euclides de Almeida.


São Paulo F.C. (sub-17) - São Paulo / SP (mandando os jogos em Cotia / SP). Foto: Emerson Ortunho.


Pão de Açúcar E.C. (sub-17) - São Paulo / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Quarteto de arbitragem formado pelo árbitro Alex Leite Palmira, os assistentes Daniel Paulo Ziolli e Fausto Augusto Viana Moretti e quarto árbitro Andre Ricardo Carbone, junto com os capitães das equipes. Foto: Emerson Ortunho.

Antes da partida, eu esperava que o andamento do jogo fosse igual ao do Sub-15, com a equipe mandante dominando a partida. Mas diferentemente disso quem saiu para o jogo foi o Pão de Açúcar. Criando as melhores chances a equipe começou rapidamente a assustar o goleiro são-paulino.


Lance da partida entre São Paulo e Pão de Açúcar pelo sub-17. Foto: Emerson Ortunho.

Jogando com eficácia, o Pão de Açúcar abriu o placar ainda na primeiro tempo, com um belo gol de cabeça após um cruzamento da esquerda. E mesmo depois do gol o ritmo continou o memos, mas o placar não foi alterado e o jogo foi para o intervalo com o placar de 1 a 0.


Disputa de bola na partida entre São Paulo e Pão de Açúcar. Foto: Emerson Ortunho.

No começo da segunda etapa a equipe tricolor comandada pelo técnico Zé Sergio, tentou uma reação, mas que esbarrou na forte defesa do Pão de Açúcar. Com a seqüência da partida, o jogo foi se equilibrando, ficando aberta duas possibilidades, tanto a do empate do São Paulo como a do Pão-de-Açúcar ampliar.


Jogador do São Paulo arrisca de longe para tentar o empate. Foto: Emerson Ortunho.

Já quase no final da partida, o São Paulo quase chegou ao empate num grande bate e rebate na área do visitante, mas como não era dia da garotada tricolor do sub-17, o placar da primeira etapa foi mantido até o final da partida: São Paulo 0 x 1 Pão de Açúcar. Vitória merecida da equipe que se apresentou melhor em campo, tanto quando saiu para o ataque, como quando se postou na defesa.

E vale ressaltar que assistimos quase toda a segunda etapa de dentro do carro, devido ao forte frio que está fazendo em São Paulo.


Setor do VIP do estádio com ar condicionado (carro do seu Natal) e o setor das populares com um frio pra cada um. Fotos: Emerson Ortunho.

E foi isso pessoal, dois joguinhos perdidos e um estádio novo na minha Lista. Depois voltamos para a paulicéia desvairada, para encararmos o final de um dos dias mais frios do ano por aqui.

Abraços!

Emerson

Paulista sub-15 perdido na quarta-feira

Olá!

As quartas-feiras andam meio fracas de jogos ultimamente, mas a turma do JP sempre dá um jeitinho para acompanhar um joguinho. Assim, eu, o seu Natal e o grande JR (ex-Jandir), seguimos desfalcados do Fernando até Cotia para acompanhar duas partidas remarcadas entre São Paulo e Pão de Açúcar, pelos campeonatos paulistas sub-15 e sub-17. O jogo foi disputado no Estádio Municipal Euclides de Almeida, palco dos jogos da velha Central Brasileira de Cotia. Como pegamos um pouco de trânsito ao sair de Sampa, acabamos chegando na hora do apito inicial e por isso não fiz as fotos posadas das equipes.


Fachada do Estádio Municipal Euclides de Almeida em Cotia. Foto: Emerson Ortunho.

A partida começou num ritmo muito lento, sem conseguir animar muito o público presente. Inclusive, devido ao frio intenso que fazia na região, nós acompanhos o início do jogo de dentro do carro mesmo, já que o estádio de Cotia permite estacionar na lateral do campo. Voltando ao jogo, o São Paulo desde o início apresentou um melhor futebol, porém não conseguia levar muito perigo a meta do visitante. Mas, em um dos poucos bons momentos da partida, o Triclor acabou abrindo o placar e levando o primeiro tempo em 1 a 0 para o intervalo.


Lance da partida entre São Paulo e Pão de Açúcar pelo sub-15. Foto: Emerson Ortunho.


Disputa de bola no meio-de-campo. Foto: Emerson Ortunho.

Na segunda etapa, o Pão de Açúcar esboçou uma pequena reação, mas a equipe do São Paulo bem postada em campo, não deixou o adversário chegar com perigo e ainda ampliou o placar para 2 a 0 em um bom ataque de sua equipe.


Jogador do São Paulo cabeceia contra a meta do Pão de Açúcar. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: São Paulo 2 x 0 Pão de Açúcar. Vitória tranquila do São Paulo num jogo sem grandes emoções, mas em que a equipe são-paulina fez certinho a lição de casa. Antes de começar a partida do sub-17, demos uma voltinha para conhecer as dependências do estádio, mas isso fica para o próximo post.

Abraços!

Emerson

terça-feira, 29 de maio de 2007

Clássico sergipano no JP

Olá, amigos!

Continuando minha viagem pelo nordeste, estive na cidade de Itabaiana no último final de semana, para acompanhar uma partida válida pela última rodada da primeira fase da Copa Governador do Estado de Sergipe: nada mais, nada menos, que o clássico estadual, entre AO Itabaiana e AD Confiança, no Estádio Estadual Presidente Médici. Como curiosidade, o deslocamento entre a cidade e a capital dá-se de forma muito fácil. Da conhecida “rodoviária velha”, no centro de Aracaju, partem várias vans, e uma série de veículos particulares colocam-se a disposição do trajeto, por preços bastante acessíveis.

O ponto final, em Itabaiana, é na porta do estádio. Aliás, a impressão que temos é de que a cidade cresceu não em torno de uma igreja ou algo que o valha, mas sim em torno do estádio, tão centralizada sua localização, com uma grande praça na frente, onde acompanhei os preparativos para os festejos do próximo São João, carro chefe em todas as cidades nordestinas.


Fachada do genial Estádio Presidente Médici, em Itabaiana. Foto: Estevan Mazzuia.


Cadeiras numeradas do estádio. Foto: Estevan Mazzuia. [070511]

Depois de um agradável passeio pela cidade, com almoço muito bom, acompanhado da amiga Eloivia Waleska, tive uma simpática recepção, de forma que mais uma vez só temos a agradecer o carinho sempre nos dispensado pela Federação Sergipana de Futebol. Infelizmente, o gramado estava em péssimas condições mas, felizmente, o árbitro Rogério Lima da Rocha não viu impedimento para a realização do confronto. Vale destacar o belo público presente, mais do que esperado, uma vez que a primeira colocação da fase esteve em jogo. Seguem as fotos oficiais da partida:


AO Itabaiana - Itabaiana/SE. Foto: Estevan Mazzuia.


AD Confiança, com exclusividade para o JP - Aracaju/SE. Foto: Estevan Mazzuia.


Arbitragem e capitães, com destaque para o veterano Lima, de 41 anos, no time de Aracaju. Foto: Estevan Mazzuia.

A partida começou muito movimentada e, durante toda a primeira etapa, os anfitriões tiveram amplo domínio, embora a equipe visitante tenha criado pelo menos duas chances claras de gol. Aos 14 minutos, Raulino desceu bem pela direita e cruzou, mas a zaga do Confiança cortou para escanteio. Aos 20 minutos, o Confiança respondeu, deixando o goleiro Aloísio de cabelos em pé.


Bola disputada na lateral de campo no primeiro tempo de jogo. Foto: Estevan Mazzuia.

Por volta dos 30 minutos, o Itabaiana já não sustentava o mesmo ímpeto inicial, mas mantinha a bola em seu ataque. Aos 33 minutos, o Confiança teve boa chance de abrir o placar, através de Rogério, que se esticou todo para alcançar um lançamento forte, e bateu à esquerda de Aloísio. Três minutos depois, novo susto para Aloísio, após cobrança de falta por Lima.


Tentativa de ataque rápido do Itabaiana pela direita. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 40 minutos, após dois cruzamentos passando pela área, a bola sobrou para Seninha, que bateu fraco, mas pegou o goleiro Ivan mal colocado, e quase abriu o marcador, levando ao delírio a torcida tricolor. Quatro minutos depois, o lance mais polêmico da partida: Ermínio invadiu a área e bateu forte, mas a bola bateu no braço do zagueiro da equipe azul. O árbitro manda seguir, para revolta geral dos torcedores, que pediram pênalti.


De dentro do gol, escanteio perigoso para os donos da casa. Foto: Estevan Mazzuia.

No último minuto, o ditado maior do futebol se confirmou. Lima cruzou da direita, e a bola foi encontrar Rogério do lado oposto. Mansa, a bola cruzou a linha sem balançar as redes, dando a vantagem pelo placar mínimo para os visitantes, e encerrando a primeira etapa. No retorno ao segundo tempo, o Itabaiana voltou a pressionar mas, desta vez, encontrou um Confiança muito mais confiante, com o perdão do trocadilho, e seguro em sua defesa, administrando a vantagem.


Lance do jogo entre Itabaiana e Confiança, com o grande público presente observando. Foto: Estevan Mazzuia.


Jogador do Confiança aguarda calmamente para cobrar uma falta. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 14 minutos, o empate bate literalmente na trave, ou melhor, no travessão, após chute de Antônio Carlos. Mas aos 21, não teve jeito. Raulino, um dos destaques do jogo, cruzou da direita para encontrar Ermínio livre dentro das pequena área. O atacante só teve o trabalho de deslocar a bola de Ivan, para balançar as redes, e levar a torcida ao delírio.


Mais uma chance do Itabaiana, agora no final do jogo. Foto: Estevan Mazzuia.

As equipes tiveram mais uma boa chance cada uma. O Confiança, através de uma cabeçada de Curel, aos 31, e o Itabaiana, com Raulino, aos 42. Placar final, Itabaiana 1-1 Confiança, e os dois se classificaram nas duas primeiras posições, respectivamente, para as semifinais.

Abraços, e até a próxima!

Estevan

Líder do Grupo 2 só empata em Batatais

Olá,

Continuando a mostrar o Campeonato Paulista da Segunda Divisão e mantendo a idéia de ir, sempre que possível, em alguma cidade em que o JP nunca esteve, no domingo pela manhã segui rumo à aconchegante Batatais indo até o belo Estádio Dr. Oswaldo Scatena para acompanhar a partida do líder do Grupo 2, Batatais FC x CA Penapolense pela rodada inaugural do segundo turno da primeira fase do campeonato.


Fachada do Estádio Dr. Oswaldo Scatena em Batatais e novo escudinho do Batatais FC. Fotos: Orlando Lacanna.

Saí de São Paulo com o dia ensolarado, mas no meio do caminho começou cair uma chuva que não deu trégua um minuto, só parando quando o jogo já havia terminado. Se não fosse a presteza do Sr. Rubens do Restaurante Cascata, que percorreu diversos pontos da cidade em busca de um guarda-chuva para me emprestar, não teria sido possível conseguir as tradicionais fotos que estão abaixo. Meu muito obrigado e um abraço a ele.


Batatais FC - Batatais/SP. Foto: Orlando Lacanna.


CA Penapolense - Penápolis/ SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem comandado por Lucenilton S. Ferreira, os assistentes Flávio Alexandre Silveira e Caio Mesquita de Almeida, além do quarto árbitro Thiago Luis Scarascati e os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Bem, vamos finalmente ao jogo que era aguardado com muita expectativa, pois envolvia o líder do grupo (Batatais) contra uma equipe que vinha totalmente reformulada (Penapolense). A partida começou muito movimentada com o Penapolense tendo maior domínio das ações, nem parecendo que estava jogando fora de casa.


Jogada embolada no meio de campo. Foto: Orlando Lacanna.

O Batatais demonstrava dificuldades para ir ao campo de ataque e isso irritava a boa torcida presente. Apesar da disposição das duas equipes, não houve grandes momentos de perigo, embora o CAP tenha sido mais atrevido e isso preocupava o time da casa que jogava mais cautelosamente. Dessa forma a igualdade sem gols perdurou até o término dessa etapa.


Tentativa do CAP em sair para o ataque. Foto: Orlando Lacanna.


Raro momento de ataque do Batatais no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

No reinício da partida, logo de cara deu para perceber a mudança de postura tática das duas equipes, pois o "Fantasma da Mogiana" passou a ser mais agressivo, enquanto que a "Pantera da Noroeste" se postava mais defensivamente, só procurando sair em contra-ataque. Essa foi a tônica de quase todo o segundo tempo.


Oportunidade perdida pelo ataque do Batatais no segundo tempo. Foto Orlando Lacanna.

Mesmo com o domínio territorial, o Batatais demonstrava claras dificuldades de arquitetar jogadas ofensivas, jogando mais na base do individualismo e do entusiasmo dos seus atletas e, mesmo assim acabou criando algumas chances de gol que acabaram sendo desperdiçadas.


Outra chance desperdiçada pelo Batatais. Foto: Orlando Lacanna.

Final de partida com o placar previsível de Batatais 0 - 0 Penapolense que manteve o time da casa na liderança do seu grupo e ainda como um dos três invictos da competição (os outros dois são Pão de Açúcar e Tupã). Com relação ao Penapolense, ficou claro que a equipe melhorou muito e poderá brigar por uma das vagas à segunda fase, pois está apenas a três pontos da zona de classificação. Apesar do zero a zero foi um bom jogo com muita disputa e que acabou deixando aquela marca de jogo "mordido", típico de velhas disputas pelo interiorzão.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, saí do estádio todo molhado em direção a Ribeirão Preto para pegar um vôo de retorno a São Paulo para finalmente descansar um pouco e já traçar planos para a semana que se inicia. Foi isso, e o JP mostrou mais uma cidade e mais um estádio, até então inéditos. Em breve teremos mais novidades. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Vitória suada do PSB em casa

Fala pessoal!

No domingo de manhã tinha a chance de fazer uma rodada dupla pelo nosso interior. Mas a famosa falta de viaturas-JP disponíveis e uma preguiça monstro não me deixaram fazer tal programação. Então me satisfiz mesmo com mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão em São Bernardo do Campo. Segui sozinho de metrô e ônibus até o Estádio Primeiro de Maio para curtir um jogo da primeira rodada do segundo turno da primeira fase do campeonato. O jogo em questão foi entre o PSB São Bernardo e o Barcelona de Ibiúna. Mais uma vez, temos as fotos oficiais:


PSB São Bernardo FE - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Barcelona ECL - São Paulo/SP (mas mandando seus jogos em Ibiúna). Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Roberto Carlos de Andrade, os auxiliares Jairo Martins de Franca e Tércio Nogueira e o quarto árbitro André Augusto Pinheiro com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

De dentro do campo pude ver no primeiro tempo um jogo com bastante raça mas tecnicamente bem fraco. O time do PSB, buscando seus primeiros pontos no campeonato (já que perdeu 6 deles no TJD) se mostrava desesperado demais para chegar ao gol e deixava o ataque do Barcelona entrar na área com mais frequência.


O goleiro Jefferson do PSB sai com tudo para evitar o gol do Barcelona. Foto: Fernando Martinez.

Aos 15 minutos dessa primeira etapa um lance capital do jogo: o Barça teve um gol anulado pelo árbitro que ninguém no estádio entendeu. Do meu ângulo fica complicado dar qualquer tipo de opinião, mas que o lance me pareceu normal, isso pareceu. Sentindo a falta desse gol, o onze paulistano deu espaços ao time vermelho. Mas sem qualidades excepcionais, o time não chegou em nenhum lance agudo de perigo. O jogo foi para o intervalo sem abertura de contagem.


Ataque do Barcelona tenta melhor sorte no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo fui para as arquibancadas e encontrei o seu Natal, o Mílton e o Fernando Corrêa por lá, velho conhecido do JP. Também por lá o observador da arbitragem e ex-árbitro Vladimir Vassolér fazendo suas anotações. Um abraços para todos eles! E das arquibancadas frias do Primeiro de Maio, vimos um jogo mais disputado do que no primeiro tempo. O equilíbrio foi o fator principal nesse segundo tempo.


Lance de ataque do Barcelona na segunda etapa da partida. Foto: Fernando Martinez.

Quando o jogo parecia seguir para um xoxo 0 a 0, o PSB abriu o placar. Em lance rápido, um jogador do time do ABC foi derrubado dentro da área. Bola na marca da cal e na cobrança o camisa 10 Marcinho cobrou com estilo... tudo bem que a bola ainda bateu na trave antes de entrar, mas o que valeu foi o balançar das redes. Com o Barcelona indo doido atrás do empate, os espaços na defesa do time paulistano eram grandes. Num contra-ataque preciso, o jogador Gilliard entrou na área aos 40 minutos, e com estilo marcou o segundo para os donos da casa.


Cobrança de pênalti para o PSB aos 30' do segundo tempo: bola de um lado, goleiro do outro. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: PSB São Bernardo 2-0 Barcelona. Boa vitória do onze palestrino que luta desesperadamente numa difícil mas não impossível classificação. O Barcelona mostra aquele futebol irregular que vem sendo sua tõnica nessa segundona. Depois do jogo fui curtir o friozinho genial do resto do domingo em casa, vendo filmes e morgando. Mas já pensando na rodada da semana que vem... quem sabe não teremos um joguinho especial?

Até lá

Fernando

Empate em Águas de Lindóia em partida da Segundona

Olá pessoal,

No último domingo pela manhã estive no Estádio Municipal Leonardo Barbieri, em Águas de Lindóia, para acompanhar o confronto entre Brasilis e Campo Limpo Paulista (chamado de Salto FC por motivos já explanados por aqui), válido pela 8ª rodada da 1ª fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Devidamente autorizado pelo árbitro Wander Escardine, que já conhecia o JP, tirei as fotos das equipes.


Brasilis FC Ltda. - Águas de Lindóia/SP. Foto: Victor Minhoto.


SC Campo Limpo Paulista - Campo Limpo Paulista/SP, mas mandando em Salto/SP. Foto: Victor Minhoto.


Árbitro Wander Escardine, auxiliares Celso Barbosa de Oliveira e Gustavo Henrique Dantas de Miranda e 4º árbitro Robson Fioretti. Foto: Victor Minhoto.

Como o confronto valia posições importantes na classificação do grupo 4, já era de se esperar que as equipes começassem o jogo com muita disposição, e foi o que ocorreu. Entretanto, apesar da vontade dos times e da constante disputa pela bola, as chances de gol eram poucas. O que se via era muita briga e pouco perigo as metas, sendo que a equipe mandante podia ser considerada levente superior aos visitantes.

A forte chuva que começou nos primeiros momentos do jogo contribuia para a pouca objetividade dos ataques, mas em um deles, Reis, o camisa 10 do Brasilis, avançou pela direita e cruzou a bola rasteira que inexplicavelmente cruzou toda a pequena área na frente do goleiro e encontrou o camisa 11 Anderson sozinho para abrir o marcador aos 42 minutos. Como o 1º tempo não teve acréscimos nada mais aconteceu.


Visão geral da partida realizada em Águas de Lindóia sob tempo ruim, o que certamente afugentou o público. Foto: Victor Minhoto.

Como já era esperado o Campo Limpo Paulista voltou para a 2ª etapa disposto a empatar a partida, tanto que desde os primeiros minutos passou a dominar as ações, sendo que após algumas chances, aos 10 minutos, em um escanteio pela direita o camisa 5 Antônio Carlos tocou a bola para o fundo das redes decretando a igualdade no marcador.


Após escanteio, o capitão Antônio Carlos marca o gol de empate dos visitantes. Foto: Victor Minhoto.

Esse gol fez a equipe verde acordar e partir em busca da vitória, mas como o Campo Limpo também era ousado sempre buscava os contra-ataques, o que deixou o jogo aberto e muito interessante. Com o transcorrer do segundo tempo o Brasilis foi apertando a marcação e pressionando cada vez mais, deixando os visitantes acuados em seu campo defensivo.


Brasilis aperta a marcação durante o 2º tempo. Foto: Victor Minhoto.

Esse foi o momento do goleiro Diego, do Campo Limpo, mostrar toda sua qualidade. O arqueiro dos visitantes praticou pelo menos quatro grandes defesas em chances reais de gol para o Brasilis, o que impediu a vitória da equipe mandante. Sem dúvida nenhuma Diego foi o responsável pelo empate e o melhor atleta em campo.


Mais uma grande defesa de Diego, impedindo a vitória do Brasilis. Foto: Victor Minhoto.

Assim a partida acabou mesmo em Brasilis 1x1 Campo Limpo Paulista, o que deixa as equipes em situação semelhante àquela anterior a esta rodada, ou seja, o Brasilis está em quinto lugar e continua um ponto e uma posição atrás do Campo Limpo.

Até a próxima,

Victor

segunda-feira, 28 de maio de 2007

Rádio JP: Programa #4

Olá pessoal!

E mais uma vez a Rádio JP tem o prazer de apresentar o Programa Jogos Perdidos. Novamente com a importante cooperação do nosso produtor Serginho. Um abraço a ele! Eu, o Fernando, e o David batemos mais papo sobre as divisões de acesso pelo Brasil. E dessa vez ainda tivemos um convidado especial, o grande Chewbacca, que veio falar de futebol e dos 30 anos saga Star Wars.


O grande convidado do JP e a equipe presente no estúdio. Foto: Disparo automático.

Novamente lembramos como fazer para ouvir o programa: para quem tem banda larga é só clicar no microfone e sair ouvindo, agora para quem tem internet discada, o melhor é clicar com o botão direito do "mause" e depois clicar "salvar destino como", ou seja, primeiro você baixa o programa inteiro no seu computador e depois ouve. Você pode ainda depois de baixar, ouvir o programa no seu Mp3 Player, ou Ipod. Então vamos lá!


PARTE 1 PARTE 2

CLIQUE NOS MICROFONES PARA OUVIR!

E no embalo aproveitamos para anunciar o nosso programa semanal na Clic TV. Amanhã, às 11:00 horas da manhã, você vai no site da emissora e assiste ao vivo a equipe do JP analisando a rodada do fim-de-semana!

Então, mais uma vez agradecemos a todos pela audiência e pelo comentários.

Abraços!

Emerson