Procure no JP

terça-feira, 29 de maio de 2012

Joseense aplica a maior goleada da sua história pelo Grupo 6 da Segundona

Opa, 

Fechando os jogos com cobertura JP no final de semana passado, no domingo fui para a cidade de Mogi das Cruzes curtir um jogo do Grupo 6 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. No gramado do Estádio Francisco Ribeiro Nogueira, o União de Mogi recebeu o Joseense, pela 4ª rodada da primeira fase. 

Minha ideia inicial era ir para a cidade da Grande São Paulo de trem, mas de última hora o vizinho Emerson resolveu fazer a estreia de sua nova viatura-JP amarela e, junto com o Mílton, fomos com seu possante chinês até lá. A viagem foi tranquila e chegamos no Nogueirão com tempo de sobra para o apito inicial. 


União FC - Mogi das Cruzes/SP. Foto: Fernando Martinez. 


CA Joseense - São José dos Campos/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Capitães dos times junto com Dermival Benedito Gomes, Marco Antonio Motta Junior e Fausto Augusto Moretti, o trio de arbitragem da partida. Foto: Fernando Martinez. 

Vindo de uma vitória na rodada anterior, o União queria fazer valer o fator mando de campo para chegar mais perto dos líderes da chave. Mas o Joseense, que vem fazendo uma grande performance, prometia estragar as intenções da equipe vermelha. Vale registrar que essa boa campanha do time de São José dos Campos é a primeira desde o ano de 2003. De 2004 pra cá, a equipe nunca conseguiu passar da primeira fase de nenhuma competição. 


Saída para o ataque do time do Joseense. Foto: Fernando Martinez. 


Zaga visitante cortando um cruzamento do União. Foto: Fernando Martinez. 

A partida então começou com a equipe local buscando com mais afinco o gol. A primeira meia hora foi com o União criando boas oportunidades, tanto por baixo quanto em bolas alçadas na área. O bom público lamentou bastante as chances desperdiçadas. O Joseense se segurou bem na defesa e logo na primeira investida ofensiva abriu o placar. 


Mais uma bola alçada na área da equipe de São José dos Campos na etapa inicial. Foto: Fernando Martinez. 

Mas o responsável pelo primeiro gol do time de São José dos Campos foi o goleiro do União Bruno Dias. Após escanteio fraco pela esquerda aos 29, ele subiu pra fazer a simples defesa, mas soltou a bola nos pés de Villa, que deixou a equipe visitante na frente. O time vermelho sentiu demais o gol, e dois minutos depois sofreu o segundo em belíssima cobrança de falta do camisa 10 e artilheiro da equipe Luís Guilherme. 


Cobrança de falta que originou o segundo gol do Joseense. Foto: Fernando Martinez. 

Sem piedade, a equipe amarela e preta ampliou ainda antes do intervalo em outro gol de Luís Guilherme. Outra vez o arqueiro local falhou, deixando a pelota passar por debaixo do seu corpo. O intervalo chegou com um inacreditável 0x3 no marcador. A torcida ainda buscava empurrar a equipe do União na saída do gramado esperando um eventual milagre no tempo final. 


Boa chance de gol para a equipe visitante no começo do tempo final. Foto: Fernando Martinez. 


Grande chance desperdiçada pelo camisa 7 do Joseense no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Só que além do milagre não aparecer, os 293 pagantes viram o resultado ruim se transformar numa inapelável goleada. Jogando nos contra-ataques, o lateral Álvaro recebeu bom passe entre os zagueiros do União e fez o quarto gol aos 16 minutos. Aos 27, entrou em campo o camisa 17 do Joseense John Lennon, o destaque dos minutos finais. 


Uma das poucas chegadas do União Mogi no campo ofensivo. Foto: Fernando Martinez. 


Comemoração do sexto gol do Joseense, marcado pelo rapaz de Liverp... não, de Lapão/BA, John Lennon. Foto: Fernando Martinez. 

O "heroi da classe operária" fez o quinto gol do onze visitante aos 34 numa grande jogada pela direita em mais uma falha do arqueiro Bruno Dias. E não dando uma chance a paz dos torcedores do União, John marcou o sexto nos acréscimos. Final de jogo: União Mogi 0-6 Joseense. Essa paulada em casa deixou a torcida local indignada, e o alvo das maiores críticas foi o goleiro. Antes de sair para o vestiário ele bateu boca com alguns indivíduos mais exaltados. 

Já para o Joseense, a vitória deixou o time na liderança do Grupo 6 com 10 pontos conquistados em 12 possíveis. Esse resultado também teve um gostinho especial, pois igualou a maior goleada da história do clube, um 6x0 imposto em casa contra o Serra Negra em 26 de maio de 2001, na disputa da extinta Série B3 do Campeonato Paulista. De qualquer forma, foi a maior vitória do clube atuando longe da sua cidade. 

Voltamos para São Paulo e quase consigo um alvará para curtir um joguinho à tarde, mas não deu certo. Terminei o final de semana com cinco pelejas vistas in loco e com 1989 jogos ao total da minha carreira. Faltam 11 para chegar no 2000. Essa marca histórica deve acontecer no final de semana do feriado de Corpus Christi. Vamos ver aonde será... 

Até a próxima! 

Fernando

Um comentário:

  1. Oi
    Voces nunca pensaram em contratar uma assessoria de marketing objetivando permanecer mais tempo no grande mídia?
    A dificuldade de voces em permanecer na mídia (rede tv,click etc) é basicamente falta de marketing.
    Quem le os comentários dos jogos de voces,as vezes passa a imagem de que voces são jornalistas e estão trabalhando para algum grupo de imprensa. E as vezes passa a imagem de ser somente um hobby para voces que não gostam de passar o final de semana em casa.
    O correto seria ter uma linha única de comentários

    Abraços

    ResponderExcluir