Procure no JP

terça-feira, 15 de maio de 2012

Itapevi vira contra o Cotia e vence a primeira na Segundona 2012

Opa, 

Depois de estarmos ausentes na primeira rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão 2012, nesse último final de semana finalmente eu fiz as honras da casa e compareci em três partidas do campeonato mais legal do ano no estado de São Paulo. A rodada começou com uma genial sessão noturna na cidade de Itapevi, num jogo esperado ansiosamente por muitos. 

Afinal de contas, não é toda hora que temos a chance de ver in loco um time jogar o primeiro jogo numa competição profissional para seus torcedores. Tudo bem, o Itapevi FC nada mais é do que os antigos Cubatense e Montana Itapevi (os dois apareceram aqui no blog em posts que estão nos nossos arquivos) recauchutados, mas é legal ver uma peleja assim da mesma forma. O adversário dessa estreia foi o Cotia (antigo Campo Limpo) e o palco do duelo foi o "revitalizado" Estádio Municipal André Nunes Júnior

Não é nada complicado chegar em Itapevi, embora leve bastante tempo (da minha casa por exemplo são duas horas de viagem). O melhor caminho é pegar o trem da CPTM na Barra Funda que leva à estação local, ponto final da Linha 8 - Diamante. Depois mais 10 minutos de caminhada e você já está na porta do estádio. Porém para evitar o período de maior movimento na linha, eu e o amigo Sérgio pegamos o trem antes do horário de pico e chegamos na cidade com tempo suficiente ainda para fazermos uma boquinha numa padaria que fica ao lado do campo. 

Já tinha visitado o local algumas vezes antes da "reforma", e pude ver que de novo mesmo ali só a pintura e a instalação de algumas arquibancadas tubulares. De resto, tudo igual como era anteriormente. Sem percalços logo estava no esburacado gramado do André Nunes Júnior para fazer as exclusivas imagens dos times e do trio de arbitragem: 


Itapevi FC - Itapevi/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Cotia FC - Cotia/SP. Foto: Fernando Martinez. 


O árbitro Camilo Morais Zarpelão, os assistentes Cláudio Roberto da Costa e Klelson da Costa Pires e os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Esse ano temos 41 times participando do certame (eram 42, mas o Olé Brasil desistiu), todos divididos em sete chaves. Itapevi e Cotia fazem parte do Grupo 4 dessa Segundona junto com Primavera, Desportivo Brasil, Sumaré e Elosport. Para a segunda fase se classificam os três primeiros de cada grupo além dos três melhores terceiros colocados. Na primeira rodada, o Itapevi perdeu para o Primavera enquanto o Cotia recebeu o time da Traffic e empatou em casa. 

Times em campo alinhados para o início da peleja, policiamento à postos e ambulância estacionada ao lado do gramado. Mas o jogo não começou pois faltava uma peça importante: o desfibrilador. Só depois de mais de meia hora o aparelho apareceu e a peleja pode começar. Nessa hora, os amigos Rodrigo Colucci e Renato já estavam também entre os mais de 600 pagantes presentes no estádio, um bom público levando em conta que era sexta à noite. 


Pelota alçada dentro da área do Cotia e boa saída do goleiro visitante. Foto: Fernando Martinez. 

Desde os primeiros movimentos, o Cotia se mostrou melhor e preocupou bastante a zaga local. Logo aos 4 minutos, após bola espirrada para o ataque, Éverton cortou o zagueiro e tocou para fazer o gol. O goleiro local defendeu, mas no rebote o mesmo Éverton chutou para abrir o marcador para a equipe azul. Nem a vantagem parcial sossegou o onze visitante, que perdeu a chance do segundo mais de uma vez. 


Zaga cotiana tirando a bola de perto da área. Foto: Fernando Martinez. 

Só depois dos 15 minutos o Itapevi passou a chegar no setor defensivo do Cotia. Aos 19 a equipe local teve uma falta assinalada na lateral direita. A bola foi alçada dentro da área e Robson apareceu entre os zagueiros para tocar firme e empatar o jogo. Fiquei com a impressão que o gol foi assinalado pelo camisa 9 Lucas, mas o árbitro deu mesmo para o camisa 11. 


Lance do primeiro gol dos donos da casa na partida. Foto: Fernando Martinez. 

Só que a torcida nem teve tempo para comemorar direito, já que na saída de bola foi marcado um pênalti para o Cotia. A cobrança foi de Mairon, colocando novamente o time visitante na frente do placar. O restante do primeiro tempo teve um Cotia melhor e um Itapevi suando a camisa para levar o jogo ao intervalo perdendo por 2x1 apenas. 


Pênalti que originou o segundo gol do Cotia, que passava de novo na frente do marcador aos 21 do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez. 


Falta perigosa para o Itapevi ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Saí do gramado para curtir o segundo tempo junto aos amigos nas arquibancadas do estádio. Segundo tempo que foi bem melhor do que o primeiro e que teve o Itapevi, mesmo sendo inferior tecnicamente ao Cotia, mostrando muita raça para mudar o placar. A equipe se superou, levando a torcida à loucura. Aos 12 minutos o time então deixou tudo igual com o gol de pênalti de Rômulo. 


Jogadores dentro da área do Itapevi no começo do tempo final. Foto: Fernando Martinez. 

O onze cotiano não conseguia repetir o bom futebol mostrado no primeiro tempo, embora tenha tido algumas chances isoladas em jogadas pelas laterais. A noite era mesmo do Itapevi FC, que conseguiu a maior chance da virada aos 30 minutos em outra penalidade máxima. Rômulo foi novamente para a batida, e encheu o pé para fazer o terceiro dos donos da casa, provocando muita festa nas arquibancadas. 


Falta para o Cotia no segundo tempo. Detalhe para a barreira fantasticamente esburacada do Itapevi, com dois atletas muito longe um do outro. Foto: Fernando Martinez. 

Os minutos finais foram com a equipe local se segurando bravamente na defesa e com o Cotia buscando sem sucesso o terceiro gol. Para a alegria da boa torcida, o final ficou com o placar de Itapevi 3-2 Cotia. A vitória deixou a equipe vermelha com três pontos na quarta colocação do Grupo 4, enquanto o Cotia tem apenas um e é o quinto. O líder da chave é o Primavera com quatro pontos. 


Placar final da peleja em Itapevi e a primeira vitória profissional da equipe com essa denominação. Foto: Fernando Martinez. 

Após o final da peleja ainda ficamos um tempo no estádio e antes de pegarmos o trem com destino à capital paulista, ainda tivemos tempo de fazer uma boquinha com uma deliciosa pizza pertinho de lá. Ganhou fácil o Selo JP de qualidade. Com a barriga cheia finalmente tomamos nosso rumo. Mesmo chegando tarde em casa, a noite de sono foi curta, pois o sábado reservava uma ótima rodada dupla. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário