Procure no JP

terça-feira, 10 de maio de 2011

Jabaquara cai em casa diante do Mauaense pela Segundona

Olá,

Seguindo com a cobertura do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, no domingo bem cedinho, desci a Serra do Mar em companhia do meu amigo e colega Emerson do JP, em direção à cidade de Santos, com o objetivo de conferir o jogo Jabaquara A.C. x G.E. Mauaense, válido pela segunda rodada da primeira fase do campeonato, em seu Grupo 6. O palco do espetáculo foi o genial Estádio Espanha.

A viagem foi super agradável, por conta das belas paisagens e ainda pela oportunidade de colocar o papo em dia, já que fazia um bom tempo que eu não encontrava o amigo Emerson. Para minha surpresa e satisfação, ele declinou de fazer o post do jogo, transferindo essa honraria para mim. Então vamos lá.

Chegando ao estádio foi aquele choque de nostalgia, pois lembrei com muita clareza e saudade quando lá estive na inauguração em 1.979, portanto há 32 anos, assistindo a partida Jabaquara 6 -4 União de Tambaú. De volta ao presente, fui para o gramado aguardar a entrada das equipes e dos árbitros para fazer as fotos oficiais, as quais apresento abaixo:


Jabaquara A.C. - Santos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


G.E. Mauaense - Mauá/SP. Foto: Orlando Lacanna.


O árbitro Thiago de Oliveira Rosa, os assistentes Rafael Luiz da Silva e Rodrigo Soares Aragão e o quarto árbitro Eduardo Cesar Maximiano posam junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Antes de começar a falar da partida, vale ressaltar que o Jabuca havia estreado na competição com uma vitória em cima do Nacional da Capital, fora de casa, por 3 x 1. Por outro lado, o time de Mauá havia começado com um empate em 0 x 0, em casa, contra o Guarujá, sendo que essas duas partidas tiveram cobertura do JP. Por conta da estreia vitoriosa, a torcida rubro-amarela aguardava com ansiedade mais uma boa apresentação do "Leão da Caneleira".

Agora falando do jogo, logo nos primeiros minutos, os donos da casa foram pra cima da defesa do Mauaense, tendo criado pelo menos dois bons momentos para abrir o placar antes dos primeiros 15 minutos, como aconteceu aos 7 e 14 em lances que terminaram com as conclusões de Márcio Luiz e Edgard, sendo que a oportunidade desperdiçada pelo centroavante Edgard foi incrível, com a bola lambendo o poste esquerdo da meta adversária.


Primeira grande chance perdida pelo Jabaquara através de Edgard no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Pelos lados do Mauaense, também foram criadas duas boas jogadas ofensivas que levaram perigo à meta do Jabuca. A primeira aos 10 minutos, nos pés de Reisvaldo e a segunda aos 20 minutos, através de Fabinho. Em ambas jogadas as conclusões foram defeituosas.

Na marca dos 25 minutos, o Jabaquara esteve muito perto de abrir o placar, quando o avante Daniel tirou o goleiro da jogada e chutou cruzado, embora com pouco ângulo. A bola devagarinho ía para o fundo da rede, quando apareceu o camisa 5 Daniel Pereira e evitou o gol santista.


O camisa 5 Daniel Pereira impedindo o gol jabaquarense. Foto: Orlando Lacanna.

Os últimos 20 minutos foram disputados de maneira equilibrada, mas o Jabaquara conseguia manter a bola por mais tempo em seu poder, chegando com mais frequência perto da área dos visitantes, que por sua vez, também conseguiam preocupar a defesa santista, como aconteceu aos 42 minutos, num ataque em que o goleiro Hugo teve que se desdobrar para fazer ótima defesa com o pé direito. O primeiro tempo passou muito rápido e terminou sem que ninguém conseguisse balançar as redes.


Boa defesa do goleiro Nunes em mais um ataque do Jabaquara no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.


Um dos ataques do Mauaense durante a primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Durante o intervalo, deixei o gramado e fui visitar uma barraquinha de venda de produtos licenciados pelo Jabaquara, tais como, camisas, bonés, CD's, etc. Lá fui apresentado ao Presidente Sr.Bento Marques Prazeres, que confidenciou que é fã do JP. Deixo aqui meu a braço a ele e a outros jabaquarenses ilustres que tive o prazer de conhecer.

O jogo foi reiniciado e o Jabaquara demonstrou que estava com o firme propósito de resolver logo a parada, tendo criado e jogado fora, duas excelentes oportunidades, aos 12 e 14 minutos, ambas nos pés de Daniel, sendo que a segunda foi difícil de acreditar que o gol não saiu, pois o avante se precipitou e chutou por cima uma bola recebida no interior da pequena área e na cara do gol. Foi incrível perder essa chance.


Maior chance perdida pelo Jabaquara nos pés de Daniel na cara do gol. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar do maior domínio territorial do time santista, o Mauaense não estava morto na partida. Pelo contrário, pois quando descia para o ataque, levava perigo à meta defendida por Hugo. Nesse contexto, o time de Mauá quase chegou ao seu gol, aos 20 minutos, através de um arremate de Luiz Ricardo que passou muito perto. Aos 28 minutos, outro bom ataque do Mauaense, só que dessa vez o gol saiu, numa conclusão do avante Washington pelo lado esquerdo, aproveitando uma bola cruzada da direita que não foi interceptada nem pelo goleiro e nem pelos zagueiros do Jabuca.


Lance que resultou no primeiro gol do Mauaense. Foto: Orlando Lacanna.

Em desvantagem no marcador, o Jabaquara se lançou ao ataque e, aos 31 minutos, ocorreu o lance mais polêmico da partida, quando o avante Daniel invadiu a área livre de marcação pela meia esquerda, tentou sair do goleiro e foi ao chão. Todos esperavam a marcação do pênalti, que na minha opinião aconteceu, mas o árbitro que estava bem próximo à jogada entendeu diferente e nada marcou.


Inicio da jogada que resultou na polêmica do pênalti não marcado. Foto: Orlando Lacanna.

Na sequência da jogada acima, o Mauaense foi ao ataque e chegou ao seu segundo gol, anotado aos 32 minutos, através de Juninho, após boa trama pelo lado direito do ataque e ótima enfiada de bola de Fabinho. Com a vantagem de dois gols, o Mauaense deu uma segurada e passou administrar o tempo, só esperando a partida ser encerrada. Ainda aos 36 minutos, o Jabaquara perdeu outra boa chance nos pés de Edgard, que chutou cruzado e fora de direção. Não era uma boa manhã para os atacantes do Jabuca.


Luta intensa pela posse de bola junto à linha lateral. Foto: Orlando Lacanna.

Final de jogo com o resultado de Jabaquara 0 -2 Mauaense, que premiou a equipe que foi mais objetiva nas conclusões e puniu o time que criou, mas desperdiçou as oportunidades. Com a vitória, o time de Mauá acumulou 4 pontos se colocando na 4ª posição, enquanto o time de Santos permaneceu com os mesmos 3 pontos, agora na 6ª posição. Como a competição está no início, muita água ainda vai passar por baixo da ponte.

Tão logo a partida foi encerrada, eu e o Emerson voltamos rapidamente para São Paulo, pois cada um tinha o seu compromisso familiar por conta do Dias das Mães. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário