Procure no JP

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Empate sem graça entre Palmeiras e Juventus pelo sub-20

Opa,

Semana com muita chuva em São Paulo, mas mesmo assim o JP ficou de alerta esperando que as nuvens negras dessem uma trégua para que eu pudesse acompanhar mais um jogo do Campeonato Paulista sub-20 da 1ª divisão, versão 2009. Depois de quase um ano de ausência, voltei ao CT do Palmeiras para ver um clássico paulistano entre Palmeiras e Juventus, em jogo válido pela 12ª rodada da competição.

A programação inicial do dia era ir para Caieiras, também em jogo do sub-20. Mas a chuva que caiu até meio-dia e meia me desanimou demais. Pegar metrô, trem e mais 15 minutos de caminhada debaixo d'água não é uma das coisas que mais curto na vida. Acabei então decidindo em cima da hora ir mesmo para o CT palmeirense, aonde o líder e o vice-líder do Grupo 04 iriam duelar. Junto comigo o Mílton topou encarar a possibilidade de se molhar bastante para curtir o jogo.

Cheguei no metrô Barra Funda e vi que não daria tempo de seguir de ônibus para o CT, então peguei o primeiro táxi com destino ao local, justamente com um simpático motorista que manjava tanto de futebol que não sabia a diferença entre Juventus e Nacional. Mas pelo menos ele foi rápido, e mesmo com certa dificuldade para entrar no gramado, fui autorizado para as exclusivas fotos dos times e do trio:


SE Palmeiras (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


CA Juventus (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem da partida e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Após as fotos voltei para as mini-arquibancadas do CT verde para acompanhar a peleja. Com uma vitória, o Juventus daria um grande passo para poder terminar a primeira fase na liderança da sua chave. Mas o Palmeiras queria a todo custo devolver a derrota por 3x0 que sofreu no jogo de ida, quando jogou na Rua Javari. E com o jogo começado o sempre-presente Jurandyr também resolveu das as caras por lá.


Ataque do Juventus pela esquerda do seu ataque no começo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Mas o jogo foi bem abaixo da média durante seus 90 minutos. O Juventus teve a única chance de marcar seu gol no primeiro tempo quando um dos atacantes sobrou livre na cara do goleiro mas chutou na trave. Já o Palmeiras atacou sem objetivo e não conseguiu nada. Os primeiros 45 minutos foram duros demais de se assistir.


Disputa de bola no meio-de-campo. Foto: Fernando Martinez.

O que valeu mesmo nesse tempo inicial foi conversar sobre os campeonatos que estão rolando aqui em São Paulo e no Brasil, relembrar histórias do tempo do guaraná-com-rolha e dar muita risada. O lado bom de assistir um jogo ruim é justamente esse, poder curtir um momento terapêutico com pessoas que entendem direitinho o que você está falando. E a conversa foi tão boa que nem vimos direito o árbitro apitar o final da primeira etapa.


Chute grená de longe, sem perigo ao goleiro palmeirense. Foto: Fernando Martinez.

Já para o segundo tempo continuamos com a interminável conversa, mesmo com o jogo tendo melhorado um pouco. E o Palmeiras começou a segunda etapa mais determinado a marcar o primeiro gol do dia, mas deu azar. O time teve duas chances claríssimas de gol, e as duas foram brilhantemente defendidas pelo goleiro do Moleque Travesso, uma numa cabeçada e a outra num chutaço de fora da área.


Cabeçada do Moleque Travesso num dos poucos ataques do time na segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.

O Juventus também chegou perto do gol uma vez, com a zaga alviverde aparecendo para cortar na hora exata do chute do jogador grená. Mas infelizmente o dia não era mesmo para gol nenhum. Final de jogo: Palmeiras 0-0 Juventus. O time verde continua líder, com o mesmo número de pontos do Moleque, mas na frente em virtude de ter maior saldo de gols. O time grená tem um jogo para realizar, e caso vença (joga na Javari contra o terceiro lugar Guaratinguetá) confirma pelo menos o segundo lugar na chave.

Após o jogo ainda voltei para o centro de São Paulo com o Mílton, para fazer minha turnê nas bancas de jornais da região e ir na Galeria do Rock, aonde a conversa agradável mudaria de tema, mas não deixaria de ser interessante. Ah, e o jogo que eu iria em Caieiras teve seis gols... realmente, às vezes a sorte não anda do nosso lado.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário