Procure no JP

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

JP pela primeira vez na cidade de Capão Bonito

Olá,

Na última sexta-feira teve início a antepenúltima rodada da terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, com a realização de duas partidas, sendo que uma delas (Palestra São Bernardo x Atlético Araçatuba) teve cobertura do JP. Durante o final de semana a rodada foi complementada com mais quatro jogos de suma importância, cabendo a mim a grata satisfação de viajar até a simpática cidade de Capão Bonito, que possui 47.500 habitantes, para acompanhar o confronto entre o Elosport Capão Bonito x C.A Lemense que foi realizado no Estádio Dr. José Sidney da Cunha, valendo pelo Grupo 13 da competição.

Fiz uma viagem super tranquila, iniciando o trajeto pela Rodovia Castello Branco e passando por outras duas rodovias. Após percorrer 222 km em pistas duplicadas e bem conservadas, cheguei ao meu destino com tempo suficiente para tomar um bom café colonial numa padaria localizada na praça principal, bem próxima à Igreja Matriz.

Depois de reforçar o estômago, segui rumo ao estádio e lá fui alvo de uma recepção digna de registro, começando com várias pessoas ligadas ao clube e terminando com uma saudação do Prefeito da cidade. Vale ressaltar que todos conhecem e acompanham o JP. Foi muito gratificante ter ido até lá e faço questão de registrar meus agradecimentos pela hospitalidade.


Marco de entrada da cidade e fachada do estádio. Fotos: Orlando Lacanna.

No trajeto do portão principal até as cabines de imprensa, cruzei com um galo que mora no estádio e acompanha todos os jogos do time da casa, simbolizando a mascote do Elosport que é o "Galo do Sul". O bicho estava arisco e não queria papo com ninguém, porém posou para as lentes do JP. Logo em seguida aos cumprimentos, perguntei ao técnico e aos diretores do Elosport o motivo que levou o time a adotar a cor laranja no uniforme, uma vez que, suas cores originais são: branca, azul-marinho e verde. A resposta foi no mínimo curiosa, pois está ligada ao antigo Vice-Presidente do Corinthians, Antônio Roque Citadini, que é o proprietário do melhor hotel da cidade.

Como é um homem ligado ao futebol, passou a ajudar o Elosport, porém solicitou que o time não usasse nenhum uniforme que tivesse a cor verde, pois lembraria o Palmeiras e, por conta disso, passou a fornecer novos uniformes na cor laranja que é a cor oficial do seu empreendimento hoteleiro. Dessa forma, o time passou a usar camiseta laranja, a qual acabou caindo no gosto da torcida, sendo que, pelo menos 80% dos torcedores presentes usavam camisetas alaranjadas, além de postarem bandeiras da mesma cor combinada com o azul.


Galo simbolizando a mascote e bandeirão com a nova cor. Fotos: Orlando Lacanna.

Bem, depois de tudo isso, me dirigi ao gramado e fiquei aguardando a entrada das equipes e do quarteto de arbitragem para fazer as tradicionais fotos oficiais, as quais apresento abaixo:


Elosport Capão Bonito - Capão Bonito/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Lemense - Leme/SP. Foto: Orlando Lacanna.



O árbitro Flávio Rodrigues de Souza, os assistentes Celso Barbosa de Oliveira e Rafael Luiz da Silva e o quarto árbitro Márcio Henrique de Gois acompanhados pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Agora falando de bola rolando, o jogo começou num ritmo veloz, com o Elosport tomando a iniciativa de ir ao ataque, até porque somente a vitória manteria suas chances de alcançar a quarta fase da competição. Logo aos 11 minutos, o time laranja criou uma ótima oportunidade, através de uma cabeçada perigosa da avante Alex, desferida do interior da pequena área, mas para sua infelicidade, a bola ganhou altura e passou por cima do travessão, deixando o grito de gol entalado na garganta da torcida local.


Atacante do Elosport marcado por dois defensores do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.


Primeira grande chance desperdiçada pelo Elosport. Foto: Orlando Lacanna.

O domínio territorial do Elosport continuava e, aos 18 minutos, o atacante Alex chegou a marcar, porém para decepção do time e da torcida da casa, o gol não foi validado, por conta da marcação de impedimento por parte do assistente 2 que foi bem no lance.

Na sequência da primeira etapa, as ações ofensivas do Galo do Sul prevaleceram, mas os atacantes locais esbarravam no sólido sistema defensivo do Lemense que dificultava a conclusão das jogadas. O Lemense por sua vez, ao recuperar a posse de bola, procurava sair em velocidade visando pegar a defesa adversária desprevenida.


Um dos raros ataques do Lemense na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Na marca dos 42 minutos, novamente o arisco atacante Alex, levou perigo à meta defendida por Túlio, num giro rápido no interior da área que culminou com um chute rasteiro no canto direito com a bola passando rente ao poste. Como o Elosport não conseguiu traduzir a sua superioridade territorial em gols e o Lemense se limitou a bloquear o adversário e arriscar pouco no campo de ataque, o empate em branco perdurou até o fim do primeiro tempo.

Com o término da primeira etapa, deixei o gramado para tomar uma água e me instalar numa área próxima às cabines de imprensa para me proteger do sol, pois o segundo tempo iria começar em pleno meio-dia e o calor não estava para brincadeira.

A partida foi reiniciada com o domínio do Elosport permanecendo, porém as dificuldades de penetração aumentaram, sendo que dessa forma, o time da casa começou a errar vários passes e a demonstrar ansiedade na tentativa de concluir as jogadas. A primeira boa chance dos anfitriões aconteceu aos 15 minutos, nos pés de Da Silva, numa bomba da entrada da área que passou por cima do travessão.

O time visitante jogava bem postado no seu campo de defesa e passava a impressão de que estava mais inteiro fisicamente na partida, pois começou a se soltar mais para o campo de ataque e, numa dessas, aos 27 minutos, o seu artilheiro Henrique só não inaugurou o placar graças ao esforço do zagueiro Alemão que tirou a bola praticamente em cima da linha fatal, assustando a torcida local.

A resposta do Elosport veio aos 30 minutos, numa cabeçada de Adriano que obrigou o goleiro do Lemense a praticar excelente defesa, cujo rebote não foi aproveitado por Wallace que mandou um petardo por cima do gol. Depois dessa jogada, o bom goleiro Túlio voltou a fazer pelo menos mais duas ótimas defesas, segurando o ataque dos donos da casa.


Cabeçada perigosa do avante do Elosport desviada pelo goleiro Túlio. Foto: Orlando Lacanna.


Outra excelente defesa do goleiro do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.

A partida se encaminhava para o final, quando na marca dos 38 minutos, o Elosport desperdiçou aquela que seria a sua última grande oportunidade na partida, nos pés de Adriano que errou o alvo. Quando tudo indicava que o jogo terminaria sem movimentação no placar, eis que, aos 42 minutos, o Lemense chegou ao seu gol, numa jogada que teve início através de um rápido contra-ataque pela direita, culminando com a conclusão de cabeça do artilheiro Henrique.

Logo em seguida a partida permaneceu paralisada por alguns minutos, em razão de uma confusão envolvendo os suplentes do Lemense, que se aqueciam, com a torcida local postada atrás da meta. Com os ânimos serenados, a partida foi reiniciada e o Lemense quase chegou ao seu segundo gol, numa jogada em que a bola se chocou contra o poste por duas vezes.


Artilheiro Henrique anotando o gol da vitória do Lemense. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de partida com o placar estampando Elosport 0 - 1 Lemense que colocou o time de Leme na segunda colocação do grupo com 9 pontos e com amplas possibilidades de classificação à próxima fase. Por outro lado, o time da casa praticamente se despediu da competição, muito embora ainda tenha duas partidas a realizar, podendo chegar a 6 pontos e brigar por uma das vagas pelo índice técnico, mas essa hipótese é muito remota.

Tão logo a partida foi encerrada, me despedi das pessoas que tão bem me receberam, as quais, mesmo tristes com a derrota, mantiveram a ótima hospitalidade e iniciei a viagem de retorno a São Paulo satisfeito por ter visto um bom jogo, conhecido mais uma cidade e um estádio, além de ter convivido por algumas horas com pessoas extremamente agradáveis.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário