Procure no JP

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Boa vitória do PAEC em cima do Grêmio Osasco pela Copa Paulista

Fala pessoal!

Fechando uma sequência de cinco dias com jogos de futebol vistos in loco, domingo fechei a série de sete jogos diretos com uma rodada matutina na Copa Paulista 2009. Debaixo de um sol incrível e forte calor, corri até o longínquo Estádio Conde Rodolfo Crespi para a partida entre os "donos da casa" Pão de Açúcar EC jogando contra o Grêmio Osasco, pela 12ª rodada da Primeira Fase.

Cheguei em cima da hora e já fui para as arquibancadas quantes da Rua Javari. Imaginar um jogo de futebol debaixo daquela lua é complicado, e de alguma forma o enorme calor parece ter contagiado o pessoal dentro do gramado. O jogo foi quentíssimo, e muito disputado. Bem diferente do jogo anterior que tinha visto na Javari pela Copa Paulista, entre Juventus e o mesmo Grêmio Osasco, na quarta-feira anterior: morto e sem vida.


Ataque do Pão de Açúcar pela direita no jogo contra o Grêmio Osasco. Foto: Fernando Martinez.

O PAEC vem fazendo ótima campanha, e já estava quase classificado. Uma eventual vitória consolidaria essa vaga para a Segunda Fase da versão 2009 da Copa. O Grêmio Osasco não está com uma situação tão boa assim, e disputa uma vaga com os times do Palmeiras, Portuguesa Santista e São José. Esses times estão embolados disputando apenas uma vaga para a fase seguinte. Uma derrota seria catastrófica para o time osasquense, mesmo jogando fora de casa.


Chance dos donos da casa em jogada pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Voltando ao jogo, as duas equipes alternavam ótimas chances de abrir o marcador. Antes dos 20 minutos, cada equipe teve duas chances ótimas para marcar. Mas o primeiro gol do dia aconteceu aos 23 minutos, numa cobrança de falta primorosa do jogador Edinho. Aos 32 minutos, o jogador Dedé quase ampliou para o time osasquense em grande chute que passou tirando tinta da trave.


Cobrança de falta cobrada por Edinho que resultou no primeiro gol do GEO. Foto: Fernando Martinez.

O PAEC não conseguia mais chegar, e o GEO se mostrava melhor adaptado ao forte calor na Javari. E no final da primeira etapa, veio o primeiro lance de uma contestada arbitragem do jogo. Após os 48 minutos de partida, mesmo com a placa de dois minutos de acréscimo tendo sido mostrada, o Pão de Açúcar teve uma falta na intermediária. A bola foi alçada na área, e de cabeça o jogador Rafael Martins subiu mais alto para deixar tudo igual na Javari.


Lance do gol de empate do PAEC na partida, ao final do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Após o gol uma grande confusão dentro do campo de jogo e o árbitro expulsou Binho, zagueiro do PAEC, e o goleiro do Grêmio, Adílson. Sobrou reclamação dos dois times contra o trio de arbitragem da partida. Mas o jogo foi para seu intervalo com o 1x1 no placar. No intervalo encontrei o Jurandyr nos becos da Javari e fui tomar uns dois litros de água. Só assim para segurar a bronca debaixo de tanto calor.

Já reabastecido, voltei para as numeradas grenás e o segundo tempo começou novamente quente. Aos 50 segundos de partida, o árbitro marcou pênalti em cima de Rafael Martins, autor do primeiro gol do PAEC. Sérgio Lobo cobrou telegrafando o canto e o goleiro Leandro fez maravilhosa defesa. Os dois times então continuaram levando bastante perigo ao gol adversário.


Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Leandro defende pênalti cobrado por Sérgio Lobo. Foto: Fernando Martinez.

As duas equipes tiveram mais um jogador expulso cada, e após os 20 minutos o jogo caiu um pouco de ritmo. O Grêmio viu que poderia ganhar, e foi com mais vontade para o gol adversário. Mas quando o jogo parecia que terminaria empatado, o PAEC fez valer a força no seu campo e marcou o segundo nos acréscimos. O gol veio aos 48 minutos, com Juca escorando cruzamento da esquerda.


Mais um bom chute do Pão de Açúcar no tempo final de partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Pão de Açúcar 2-1 Grêmio Osasco. O time paulistano garantiu de vez a classificação e ainda sonha com o primeiro lugar da chave, atualmente com o Juventus. O Grêmio caiu para a sexta colocação, dois pontos atrás do G4. Mas ainda faltam duas rodadas, e muita coisa pode ser alterada.

Ainda tinha chance de ver mais um ou dois jogos no domingo, mas a peguiça falou muito mais alto e resolvi voltar para casa para um bom almoço de domingo e muito descanso. E tinha dois dias para recuperar minhas forças para uma fantástica rodada dupla em Minas Gerais na quarta-feira.

Até lá...

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário