Procure no JP

terça-feira, 14 de abril de 2009

São Bernardo vence Rio Preto e chega ao G8

Olá,

A definição dos oito classificados à próxima fase do Paulistão da Série A2 vem chegando ao fim e, por conta disso, mesmo no domingo de Páscoa, o JOGOS PERDIDOS saiu a campo para acompanhar de perto uma importante partida válida pela penúltima rodada da primeira fase da competição. A pedida dessa vez foi dar uma chegada até a vizinha cidade de São Bernardo do Campo, mais especificamente até o Estádio 1º de Maio e conferir o que rolou no duelo entre São Bernardo F.C.L. contra o Rio Preto E.C.

Olhando a tabela de classificação antes da realização da partida, ficava claro que se tratava de uma decisão, o chamado jogo de seis pontos e, dessa forma, o time que conquistasse os três pontos daria um bom avanço rumo à classificação, ao passo que o perdedor se despediria do sonho de avançar à próxima fase. Por conta desses ingredientes, o público local entendeu a importância do jogo e compareceu em bom número, com o borderô registrando a presença de 4.741 pagantes.

Como tem sido um hábito da minha parte, cheguei ao estádio com antecedência e não tive o menor problema para conseguir fazer as fotos dos times posados e dos árbitros, as quais apresento abaixo:


São Bernardo F.C.L. - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Rio Preto E.C. - São José do Rio Preto. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem com o árbitro Fábio de Jesus Mendes, os assistentes João Edilson de Andrade e Humberto Lellis Leite e o quarto árbitro Ulisses Antonio Zampier junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

Vale ressaltar que com a exibição da foto do Rio Preto, o JP completou a divulgação dos 20 parcipantes da Série A2 em 2.009, a exemplo do que já o fizera com os 20 participantes da Série A3. Portanto, todos os 40 times dos dois principais campeonatos de acesso de São Paulo, já apareceram por aqui neste ano. É mais uma marca fantástica do site de futebol mais alternativo do Brasil. 

Motivados pelo caráter decisivo da partida, os dois times começaram num ritmo quente, com jogadas mais fortes ocorrendo logo no início do jogo, como aconteceu aos 6 minutos, quando o atleta Alê do Rio Preto recebeu o cartão amarelo por ter dado uma entrada mais forte num adversário. Esse lance gerou algumas faíscas entre os atletas, tanto que, quando alguns jogadores dos dois times se afastaram do local da falta, se dirigindo ao interior da área, o centro-avante Nena do São Bernardo, levou um soco na cabeça e desabou no gramado. Uma confusão se formou, com o árbitro indo consultar o assistente que dedurou o zagueiro Samuel, que foi expulso imediatamente e, com isso, nova confusão se formou, paralisando o jogo por pelo menos cinco minutos.

Após os ânimos terem sido serenados, a bola voltou a rolar e, aproveitando a vantagem de um homem, o São Bernardo se lançou decidido ao ataque, tendo chegado muito perto de abrir a contagem aos 15 e 16 minutos, em jogadas perigosas de Renatinho e Nena que acabaram concluindo para fora.


Cobrança de escanteio pelo São Bernardo na primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

O domínio do "Tigre do ABC" continuou e, aos 23 minutos, mais uma chance foi criada e desperdiçada, agora nos pés do atacante Renato Peixe que também concluiu para fora. Por outro lado, o Rio Preto jogava recuado e ao recuperar a posse de bola, procurava sair em velocidade, buscando o avante Rafael Grampola que ficava muito isolado no ataque e, com isso, não conseguia levar muito perigo à meta defendida por Carlão.


Uma das raras jogadas de ataque do Rio Preto no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Estimulado pelo bom público presente, o São Bernardo forçava as jogadas ofensivas, tendo chegado novamente com perigo aos 37 minutos, numa jogada concluída inicialmente por Renatinho que obrigou o goleiro Bruno Prandi a praticar difícil defesa parcial, cujo rebote foi aproveitado por Alequito, mas o goleiro se recuperou e praticou outra ótima defesa.


Uma das oportunidades desperdiçadas pelo ataque do Tigre do ABC ainda no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

O gol do São Bernardo estava cada vez mais maduro e outra jogada perigosa aconteceu aos 39 minutos, quando o centro-avante Nena, livre de marcação, cabeceou para fora, levando os torcedores locais ao desespero, deixando-os com o grito de gol entalado na garganta.

Tudo indicava que a primeira etapa terminaria sem abertura da contagem, mas aí apareceu, outra vez pelo meio da área, o rápido atacante Nena, sendo que dessa vez não teve jeito, pois a bola foi golpeada de cabeça, indo morrer no fundo da meta do Rio Preto. Logo em seguida a primeira etapa foi encerrada com a vantagem mínima a favor do time da casa.

Após o descanso regulamentar, a partida foi reiniciada e, logo no primeiro minuto, o São Bernardo aumentou o placar, num gol contra marcado por Gilberto Baiano que foi infeliz ao tentar cortar um cruzamento vindo da direita. Esse gol deu uma balançada nos visitantes, que acabaram tomando o terceiro gol logo em seguida, aos 6 minutos, numa bobeira geral da defesa rio-pretense ao permitir ao zagueiro Melika concluir, livre de marcação no interior da área e sair comemorando mais um gol.


Ataque do São Bernardo pela direita no início da segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo perdendo por três gols e com um homem a menos desde o início do primeiro tempo, o Rio Preto não desanimou e foi com tudo ao ataque, tendo conseguido diminuir a contagem, aos 19 minutos, numa jogada que nasceu pelo lado esquerdo do seu ataque, num cruzamento que acabou indo para o fundo da rede do São Bernardo, por conta de um infeliz desvio de George que jogou com a camisa número 100 em comemoração ao seu centésimo jogo pelo time do ABC. Esse gol foi o segundo marcado contra durante o jogo.


Jogada de perigo na área do Rio Preto na etapa final. Foto: Orlando Lacanna.

Tendo diminuído a diferença, o Rio Preto foi com tudo para cima e exigiu empenho da defesa dos anfitriões em pelo menos dois momentos de perigo. Ao se lançar ao ataque, o time verde ficou vulnerável na defesa e, numa jogada rápida do São Bernardo, o atleta Bruno, tentando matar um contra-ataque, cometeu uma falta por trás e acabou sendo expulso.

Com dois atletas a menos, quem pensava que o Rio Preto fosse se entregar, acabou se enganando, pois os visitantes chegaram com perigo aos 30 e 32 minutos, em jogadas com as participações de Rafael Grampola e Jeferson Luiz, sendo que na segunda jogada, o goleiro Carlão praticou ótima defesa.

Um minuto depois, os donos da casa chegaram à marcação do seu quarto gol, anotado por Alequito, aproveitando outra bobeada da defesa adversária. Depois desse gol, o Rio Preto desanimou de vez e os seus jogadores ficaram ainda mais nervosos com a arbitragem, provocando com isso, mais duas expulsões em apenas três minutos, uma vez que os atletas Gilberto Baiano e Izaias também receberam o cartão vermelho, totalizando quatro expulsões do mesmo time, todas com o vermelho sendo exibido direto.


Defesa do goleiro do Rio Preto com o bom público ao fundo. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos minutos, os donos da casa ficaram tocando bola, só esperando o término do jogo que foi encerrado com o placar registrando São Bernardo FC 4 - 1 Rio Preto que colocou o time do ABC na 7ª colocação com 28 pontos, deixando tudo para ser resolvido no último jogo a ser realizado no próximo domingo em Araras, contra o União São João que já está classificado para a segunda fase. Quanto ao Rio Preto, cujo rendimento caiu muito nas últimas três rodadas, a derrota o deixou na 13ª posição, com 23 pontos e sem nenhuma chance de classificação.

Mais um jogo encerrado e aquela preocupação em retornar com rapidez para São Paulo, pois afinal de contas, o domingo era de Páscoa e um almoço super especial me aguardava, além do tradicional ovo de chocolate.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário