Procure no JP

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Jabaquara surpreende o Palestra no ABC paulista

Fala pessoal!

Nessa semana a rodada começou mais cedo, e lá fui eu na noite chuvosa de sexta-feira para acompanhar um jogo genial no ABC paulista. Depois de muito tempo, fui ver um jogo do nosso Campeonato Paulista da Segunda Divisão numa noite de sexta-feira, e dessa vez o palco foi o histórico Estádio Baetão, em São Bernardo do Campo. O jogo foi entre dois vencedores da primeira rodada: Palestra x Jabaquara.

Pegar ônibus na hora do rush rumo ao ABC na Estação Jabaquara é algo complicado, e a muvuca foi comigo dentro do coletivo. E parando em todos os pontos possíveis, o motorista não queria colaborar muito com as fotos posadas. Mas o bom de sair cedo é isso, e cheguei com tempo para as fotos tradicionais dentro do gramado sintético do Baetão.


Palestra SB - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Jabaquara AC - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem do jogo com o árbitro Guilherme Lima Porfírio e os assistentes Fabio Luiz Freire e Daniel Paulo Ziolli posando junto os capitães dos times. Notem que o capitão do Jabuca é o veteraníssimo Axel, que fez sua estréia. Foto: Fernando Martinez.

Bom, como disse antes, os dois times ganharam seus jogos de estréia e o Palestra vinha prometendo mais uma boa partida. A parceria da equipe com o Santo André é extremamente séria e a vontade do time é conseguir o acesso para a A3 ainda nesse ano. Mas o Jabuca também promete um campeonato diferente do que o fiasco de 2008, aonde só conseguiu uma vitória e o acesso é uma meta para os santistas. Resumindo: um bom jogo se armava no Baetão.

Saindo do gramado já vi o David perdido por lá e o The Watcher dando umas voltinhas pelas alamedas que circundam o estádio. Fazia tempo que o The Watcher não aparecia, e foi bom vê-lo por ali. Mas já era hora do jogo começar, e todos estavam ansiosos pela partida.


Cruzamento dentro da área do Jabuca no começo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

E o Palestra começou dando uma blitz na defesa do Jabuca, dominando o jogo e logo com menos de 5 minutos já carimbando uma bola na trave do time amarelo. Mas o Jabaquara logo equilibrou o jogo, e quando a partida estava completamente igual foi que o primeiro gol saiu. Depois de uma ótima troca de passes do ataque do Palestra, Jefferson recebeu sozinho e tocou na saída do goleiro. Palestra, que finalmente voltou ao seu escudo e cor tradicionais, 1 a 0.


Mais uma bola cruzada para o Palestra. Foto: Fernando Martinez.

Após o gol, o jogo voltou a ficar equilibrado, e com o Jabuca tentando se lançar ao ataque. O time criou algumas chances, assim como o Palestra, e o jogo ficou mais concentrado no meio de campo. Mas foi bom para poder colocar o papo em dia com o pessoal, contando histórias portenhas e trocando figurinhas sobre as abismais diferenças entre a Argentina e o nosso Brasil varonil. Olha, e tem muita diferença mesmo.


Zaga do Jabuca tirando o perigo. Foto: Fernando Martinez.

E nessa toada, o jogo terminou com a vantagem mínima para os palestrinos. Para a segunda etapa a gente esperava uma partida mais emocionante, e foi isos que aconteceu. O Jabuca veio sem dar espaços ao time da casa, melhorando bastante na partida. E foi recompensado aos 11 minutos, com um golaço de letra do estreante Axel. Ele recebeu da esquerda e marcou um golaço, ainda demonstrando muita categoria.


Ainda no primeiro tempo, o Jabaquara tentou o ataque, sem sucesso. Foto: Fernando Martinez.

O Palestra ainda teve um atleta expulso logo depois do gol, e o Jabaquara agora com um jogador a mais, dominava as ações. O Palestra não conseguia sair para o ataque, e quando conseguia, a defesa santista neutralizava com facilidade. O time santista conseguiu a virda anuma cobrança de falta perfeita do jogador Mariola aos 31 minutos. Sabem aqueles lances que parece que o jogador cobra com a mão? Foi uma dessas cobranças. O Jabaquara era senhor do jogo.


Jogadores aguardando cobrança de falta para o Palestra. Foto: Fernando Martinez.

Mas time bom tem estrela, e a equipe verde teve uma falta na lateral-direita aos 40 minutos. Cobrança na área, e o zagueiro Gustavo foi mais esperto que toda a zaga do Jabuca para empatar o jogo com um gol de cabeça.

Nessa hora, o Jabuca já tinha dois atletas a mais em campo, e o empate poderia até ser considerado um resultado ruim, por tudo o que aconteceu na segunda etapa. Mas o zagueiro do Palestra Gustavo foi de herói a vilão, e aos 44 minutos deu um presentão para o time visitante. Numa bola cruzada da direita, ele foi tentar tirar estando sozinho dentro da área, e acabou colocando a bola dentro do gol do próprio time.


Escanteio para o time da casa no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Palestra 2-3 Jabaquara. Depois de sete anos (a última vez foi em 2002), o Jabuca ganha seus dois primeiros jogos numa competição. E mostra que o time está no caminho certo do tão sonhado acesso. O Palestra também mostra que tem uma equipe altamente competitiva e com certeza esses dois times podem trabalho até o final da Segundona.

Bom, e cansados, conseguimos uma carona para a cidade de São Paulo para finalmente podermos descansar um pouco. E já ligados no futebol do final de semana...

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário