Procure no JP

terça-feira, 21 de abril de 2009

Jabaquara estreia com o pé direito na Segundona 2009

Buenas!

Finalmente começou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão, na verdade o correspondente a quarta divisão paulista, e como sempre frisamos, este é um dos campeonatos favoritos do JOGOS PERDIDOS. Sendo assim, pra retomar minhas atividades por aqui em grande estilo, fui até Santos para acompanhar a estréia do grande Jabuca. Como o Estádio Espanha, ainda está tentando cumprir as exigências dos órgãos públicos o jogo foi disputado no Estádio Ulrico Mursa. Em campo Jabaquara e Barcelona, sendo que este último retorna ao profissionalismo depois de um ano licenciado. Como de costume, seguem as fotos posadas das equipes:


Jabaquara A.C. - Santos/SP. Foto: Emerson Ortunho.


Barcelona E.C. - São Paulo/SP. Foto: Emerson Ortunho.


O trio de arbitragem da partida com os capitães dos times. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou eletrizante, e logo no seu primeiro ataque o Jabaquara abriu o placar. Pelas situações opostas que os clubes viveram nas suas preparações, com o Jabuca treinando a quase dois meses e o Barcelona a menos de vinte dias, parecia que seria o prenuncio de uma grande goleada. Mas com o decorrer do jogo não foi isso que aconteceu, o jogo começou a ficar burocrático e amarrado no meio de campo. Nenhuma das equipes conseguiam criar boas jogadas e o jogo se arrastou até o intervalo.


Bandeira homenageando um grande jabaquarense: o goleiro Gilmar dos Santos Neves. Foto: Emerson Ortunho.


Ataque do Jabuca no primeiro tempo de jogo. Foto: Emerson Ortunho.

No segundo tempo, o Barcelona percebendo que o adversário estava fazendo um jogo equilibrado, resolveu perder a timidez e seguir em busca do ataque. Com isso, a equipe visitante chegou a dominar o jogo por vários momentos do segundo tempo.


Zaga do Jabaquara tirando a bola da sua defesa. Foto: Emerson Ortunho.

Além da falta de entrosamento natural de inicio de temporada, o forte calor santista também colocava um freio nos ânimos dos jogadores. E por incrível que pareça quem sentiu primeiro o cansaço foi a equipe da casa, tanto que acabou cometendo um pênalti na segunda etapa. Por sorte da equipe rubro-amarela, o jogador do Barcelona acabou cobrando para fora.


Lance perigoso do ataque jabaquarense. Foto: Emerson Ortunho.


Lance do pênalti perdido pelo time do Barcelona. Foto: Emerson Ortunho.

Depois do susto do pênalti o Jabaquara começou a segurar o jogo e o Barcelona seguia em busca do empate. Ai veio a surpresa, os jogadores da casa não aguentaram o ritmo do jogo e começaram a sofrer com cãibras. Tanto que a equipe não terminou o jogo com os onze jogadores em campo, pois após feitas as três substituições, jogadores tiveram que deixar o campo extenuados. Mas também sentindo o cansaço, o Barcelona não teve força para empatar e o jogo terminou sem nova alteração no marcador.


Jogadores do Jabuca tentando um ataque pela esquerda. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: Jabaquara 1 x 0 Barcelona. O Jabuca jogou sem cinco titulares, que não tiveram suas documentações regularizadas, entre eles o veterano Axel, que acompanhou a partida da arquibancada. Independente disso a equipe precisara com urgência mexer na sua preparação física, pois o trabalho feito não apresentou bons resultados em campo. Já o Barcelona, que teve que remodelar o seu time as pressas com a saída de um parceiro, não deve fazer feio no campeonato. E com um pouco mais de treinamento pode até surpreender os adversários.

Depois do jogo pude bater um papo com os grandes amigos jabaquarenses e voltei para São Paulo.

Abraços!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário