Procure no JP

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Primavera vence Atibaia fora de casa em jogo remarcado da Segunda Divisão

Olá,

Depois de ter viajado ao interior e visto três partidas pela Segundona no último fim de semana, na última terça-feira à tarde, voltei a botar o pé na estrada, agora fazendo uma pequena viagem até a aprazível cidade de Atibaia, para conferir uma partida isolada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, valendo ainda pela rodada inicial da primeira fase do Grupo 4, pois na ocasião, o jogo não foi realizado por conta do estádio do time mandante não ter sido liberado. O jogo em questão foi S.C. Atibaia x E.C. Primavera, realizado no Estádio Salvador Russani, agora liberado, porém com portões fechados ao público.

Quando cheguei ao meu destino, a minha primeira ação foi procurar saber os motivos que levaram a não liberação do estádio no início da competição e a razão da liberação atual, porém ainda sem a presença de público. Fui informado que o motivo inicial, foi a falta de capacidade mínima exigida pelo regulamento do campeonato, que prevê lugares para 5.000 espectadores sentados. O Atibaia tomou algumas providências e aumentou a capacidade através da montagem de arquibancadas móveis, porém como ainda não atingiu a quantidade mínima, o estádio foi liberado para jogos, sem público, até o Atibaia completar a montagem de mais um lance de arquibancada, que está prevista para os próximos dias.

Ainda dentro do tema "estádio", fui informado também que em julho próximo, a Prefeitura deverá iniciar a construção de arquibancadas de concreto que serão erguidas atrás do gol dos fundos, acomodando 5.000 pessoas. Essa obra visa a realização do Campeonato Mundial de Bandas e Fanfarra de 2.014 a ser realizado em Atibaia. Vamos aguardar.

Voltando à partida, começo apresentado os artistas do espetáculo, que posaram com exclusividade para as lentes do JP. As fotos estão abaixo:


S.C. Atibaia - Atibaia/SP. Foto: Orlando Lacanna.


E.C. Primavera - Indaituba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Mateus Pulini, Leonardo Ferreira Alves, Paulo de Souza Amaral e Marcos Cesar Claro Generoso, ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.


Alguns torcedores do Atibaia acomodados no telhado do vestiário dos visitantes para assistir a partida. Foto: Orlando Lacanna.

Essas duas equipes deveriam ter entrado em campo zeradas em pontuação, por se tratar de um jogo da primeira rodada, mas como foi remarcado, o Atibaia pisou no gramado com 4 pontos conquistados em 3 jogos, colocado na 7ª posição, enquanto o Primavera começou a partida com 5 pontos obtidos em 4 jogos, situado na 4ª posição.

O jogo começou num ritmo lento, diferente da maioria das partidas dessa competição, na qual há muita correria. Os dois times ficaram se estudando, tocando bola pra lá pra cá, tornando a partida meio monótona. Para se ter uma ideia, o primeiro chute ao gol só aconteceu aos 17 minutos e foi do Atibaia, através do seu centroavante Celso, que acabou exigindo uma boa defesa do goleiro Bruno do "Fantasma da Ituana".


Três defensores do Primavera de olho no avante atibaiense. Foto: Orlando Lacanna.


Primeira defesa do goleiro Bruno do Primavera. Foto: Orlando Lacanna.

Com o passar do tempo, o time visitante foi melhorando sua apresentação, tendo chegado com relativo perigo em três oportunidades, aos 31, 34 e 35 minutos, em jogadas com as participações de Léo (duas vezes) e do zagueiro Adriano, sendo essa a mais perigosa, uma vez que a conclusão foi no interior da área e passou por cima do travessão.


Defesa do goleiro Leandro do Atibaia em arremate de Léo. Foto: Orlando Lacanna.


Zaga atibaiense afastando cruzamento após cobrança de falta pela direita. Foto: Orlando Lacanna.

Pela baixa produção dos dois ataques, em especial o do Atibaia, a tendência era a primeira etapa ser encerrada sem que houve gol e, não deu outra, pois ao final dos primeiros 45 minutos, o placar não foi aberto. Ficava a esperança de que no segundo tempo houvesse mais lances ofensivos e o surgimento de gols.

Na segunda etapa, o Primavera voltou com o camisa 18 Guilherme que deu mais mobilidade ao ataque primaverino, tanto que logo aos 2 minutos, o Primavera, através de Léo, não chegou à marcãção do seu primeiro gol, graças a uma ótima defesa do goleiro Leandro que salvou a lavoura dos donos da casa.


Goleiro Leandro (ex-Mauaense) salvando aquele que seria o primeiro gol do Primavera. Foto: Orlando Lacanna.

O Atibaia não teve nem tempo de se recuperar do susto, pois um minuto após, o Primavera veio com tudo ao ataque novamente e, dessa vez não teve jeito, uma vez que o avante Grando inaugurou o marcador, mandando a bola no alto da meta adversária, após uma boa trama do seu ataque. Esse gol confirmava o melhor desempenho do time de Indaiatuba.


Bola estufando a rede no gol de Grando para o Primavera. Foto: Orlando Lacanna.

Em desvantagem no marcador, o Atibaia não tinha outra opção a não ser ir ao ataque e, numa dessas, criou um bom momento, aos 17 minutos, nos pés do meia e capitão Léo Silva, mas o goleiro Bruno mostro serviço e desviou a bola para escanteio. A rigor essa foi a grande e única chance real do Atibaia na segunda etapa.

O time visitante ficava esperando os donos da casa atacarem e, ao recuperar a posse da bola, saía em velocidade tentando pegar a defesa do Atibaia desprevenida e aumentar a vantagem. Nessa linha, o time vermelho quase chegou ao seu objetivo em três oportunidades, aos 24, 30 e 43 minutos, em jogadas concluídas por Grando, Bruno Costa (cabeçada) e Everton.


Chance desperdiçada pelo Primavera criada num dos vários contra-ataques no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo encontrando dificuldades, o "Falcão de Atibaia" não se entregou em momento algum, porém não houve jeito e a partida foi encerrada com o marcador registrando Atibaia 0 -1 Primavera, resultado que manteve as equipes nas mesmas posições na tábua de classificação quando iniciaram a partida. Os anfitriões permaneceram na 7ª posição com os mesmos 4 pontos, só que agora com 4 jogos. Por outro lado, os visitantes continuaram na 4ª colocação com 8 pontos em 5 jogos.

Assim que o árbitro encerrou a partida, iniciei retorno para São Paulo, nessa ocasião numa viagem curta e já planejando as partidas a serem conferidas no próximo fim de semana pela Segundona. Vem mais viagem por aí. Aguardem....

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário